CONTROLE DOS DANOS AMBIENTAIS DECORRENTES DA DEPOSIÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS NA SANGA DA DIVISA, QUARAÍ-RS

Galidulcidio Rodrigues Moreira, Cibele Rosa Gracioli

Resumo


Nos dias atuais, o ambiente vem sendo constantemente degradado devido a ações antrópicas causadas pelo homem, à degradação de recursos naturais, como do solo e da água, cresce de forma alarmante, acarretando sérios prejuízos para todos os seres vivos. Considera-se a importância desses recursos para a manutenção e o equilíbrio da vida no planeta Terra, sendo que a água é recurso fundamental para a existência da vida. Levando em conta a crescente escassez da água em grande parte do mundo, pela poluição e contaminação do solo, justifica-se este estudo. Assim, o presente trabalho teve por objetivo geral retratar a degradação ambiental devido à deposição de resíduos sólidos em alguns pontos do córrego Sanga da Divisa, Quaraí - RS. Para isso, realizou-se uma coleta de dados e informações junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente do município e à EMATER, na busca de projetos voltados para a recuperação e preservação da área degradada. Através de registros fotográficos foi possível evidenciar a atual situação em que se encontra o córrego. Por fim, com base nos resultados obtidos neste trabalho, se propôs medidas de recuperação e preservação dessa área através de ações de Educação Ambiental para o controle dos danos ambientais, decorrentes da deposição de resíduos sólidos, e para conscientização da população local. Tendo em vista que estes resíduos dispostos inadequadamente têm alto potencial poluidor, além de favorecer a proliferação de vetores transmissores de doenças infecciosas e de microrganismos patogênicos, podem causar danos ao solo e à água.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130818745

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.