Quando a inclusão não se efetiva: a evasão de alunos surdos ou com deficiência auditiva no ensino superior

Denise Macedo Ziliotto, Denise Jordão Souza, Fadua Ionara Andrade

Resumo


O final do século XX evidenciou incremento importante das instituições de ensino superior no Brasil e, por conseguinte, do número de cursos e vagas disponíveis. Esta política engendrou um crescimento importante nas matrículas e a inserção de grupos sociais que não conseguiam vislumbrar sua presença na universidade. Neste contexto evidenciou-se o ingresso de alunos com deficiência, decorrência também das políticas de inclusão na educação básica e das ações afirmativas de acessibilidade ao ensino superior. Contudo, a evasão que se evidencia de forma crescente nas instituições brasileiras, ocorre também neste grupo de alunos, cuja permanência é relevante em função das condições sociais e profissionais que a educação poderia possibilitar. Diante deste contexto, a investigação analisou a evasão de alunos surdos em instituição de ensino superior (IES) privada, a partir de pesquisa documental, onde dados acadêmicosdo período de 2000 a 2013 foramanalisados por meio de estatística descritiva. Os resultados indicam que 61 % dos alunos são oriundos de escolas de educação especial, e a modalidade de ingresso com maior prevalência é o vestibular (87,88%), sendo os cursos de licenciatura a escolha de 51,52% de alunos que estiveram matriculados no período pesquisado. Os dados referentes às movimentações acadêmicas indicam que 66,67% dos alunos surdos vivenciaram mudanças em relação à organização inicial do semestre em que estavam matriculados. A evasão dos alunos surdos ocorreu exclusivamente nos dois primeiros semestres do curso, o que pode indicar que as dificuldades de permanência estejam presentes desde o início do percurso acadêmico.

Palavras-chave


Evasão; Inclusão; Instituição Ensino Superior; Surdez.

Texto completo:

PDF

Referências


ANSAY, Noemi Nascimento. A Inclusão de Alunos Surdos no Ensino Superior. Revista do Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Musicoterapia, Curitiba v.1, p. 1-141, 2010. Disponível em: file:///C:/Users/ASUS/Downloads/174-206-1-PB%20(9).pdf. Acesso em 25 Abril 2017.

ALENCAR, Liliana de Mello Braz. A evasão discente no contexto da reestruturação universitária: o caso dos cursos de administração e ciências contábeis da Universidade Federal do Espírito Santo, Dissertação, 2014. Disponível em: acesso em 25 Abril 2017.

BAGGI, Cristiane Aparecida dos Santos; LOPES, Doraci Alves. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v.16, n. 2, p. 355-374, July 2011. Disponível em: . Acesso em 25 abr. 2017. .

BISOL, Cláudia Alquatiet al. Estudantes surdos no ensino superior: reflexões sobre a inclusão. Cad. Pesqui., São Paulo, v. 40, n. 139, p. 147-172, Abr. 2010. Disponível em: . Acesso em 30 abr. 2017. .

BRASIL. Ministério da Educação. Ensino Superior: Em 10 anos, número de matrículas de alunos com deficiência sobe 933,6%. Brasília, 2012. Disponível em . Acesso em 20 abr. 2017.

CISLAGHI, Renato. Um Modelo de Sistemas de Gestão do Conhecimento em um Framework para a Promoção da Permanência Discente no Ensino de Graduação. Universidade Federal de Santa Catarina, Tese, 2008. Disponível em: Acesso em 25 abr. 2017.

COSTA, Danielle Dias da; FERREIRA, Norma-Iracema de Barros. O PROUNI na educação superior brasileira: indicadores de acesso e permanência. Avaliação (Campinas), Sorocaba , v. 22, n. 1, p. 141-163, jun. 2017 . Disponível em . acessos em 07 mai. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/s1414-40772017000100008.

COUTINHO, Kátia Soares; RODRIGUES, Graciela Fagundes; PASSERINO, Liliana Maria. O Trabalho de Colaboradores com Deficiência nas Empresas: com a Voz os Gestores de Recursos Humanos. Rev. bras. educ. espec., Marília , v. 23, n. 2, p. 261-278, June 2017 . Available from . access on 16 Jun. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/s1413-65382317000200008

CRUZ, José Ildon Gonçalves da; DIAS, Tárcia Regina da Silveira. Trajetória escolar do surdo no ensino superior: condições e possibilidades. Rev. bras. educ. espec., Marília, v. 15, n. 1, p. 65-80, abr. 2009. Disponível em: . Acesso em 30 jun. 2017..

DAROQUE, Samantha Camargo. Alunos Surdos no Ensino Superior: uma discussão necessária.Universidade Metodista de Piracicaba, Dissertação, 2011. Disponível em: https://www.unimep.br/phpg/bibdig/pdfs/docs/03062013_143934_samantha.pdf

FELICETTI, Vera Lucia; FOSSATTI, Paulo. Alunos ProUni e não ProUni nos cursos de licenciatura: evasão em foco. Educ. rev., Curitiba , n. 51, p. 265-282, mar. 2014 . Disponível em . acessos em 07 abr. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40602014000100016.

FERNANDES, Sueli; MOREIRA, Laura Ceretta. Políticas de educação bilíngue para surdos: o contexto brasileiro. Educ. rev., Curitiba , n. spe-2, p. 51-69, 2014 . Available from .access on 05 May 2017. http://dx.doi.org/10.1590/0104-4060.37014.

GIL, Antônio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censup- Censo da Educação Superior2015. 2015. Disponível em:Acesso em: 30 Abril 2017.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. InepData - Consulta de Informações Educacionais.2015.Disponível em: Acesso em 26 abr. 2017.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Matrículas no ensino superior crescem 3,8%. 2014. Disponível em: Acesso em 30 abr. 2017.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Reuni – Reestruturação e Expansão das Universidades Federais Diretrizes Gerais. 2007. Disponível em: Acesso em 20 abr. 2017.

LANZER, E., NUNES, G., SERRA, F. Abordagem do Marketing de Relacionamento no Ensino Superior: um estudo exploratório. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE GESTÃO UNIVERSITÁRIANA AMÉRICA DO SUL, 6., 2006, Blumenau. Anais eletrônicos INPEAU (Instituto de Pesquisas e Estudos em Administração Universitária). Disponível em: https//repositório.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/102362/225160.pdf?sequence=1&isAllowed=y- Acesso em 15 Abril 2017.

MARTINS, Diléia Ap.; LACERDA, Cristina Broglia Feitosa. Exame Nacional do Ensino Médio e acesso de estudantes surdos ao Ensino Superior Brasileiro. Pro-Posições, Campinas, v. 26, n. 3, p. 83-101, dez. 2015. Disponível em: . Acesso em 14 maio 2017. .

MOURA, Adelso Fidelis de. Acesso ao ensino superior: a experiência do aluno surdo no ensino médio.Universidade Estadual Paulista, Dissertação de mestrado. 2016. Disponível em: Acesso em 04 abr. 2017.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. A transformação da educação em mercadoria no Brasil. Educ. Soc., Campinas , v. 30, n. 108, p. 739-760, out. 2009 . Disponível em . acessos em 14 jul. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302009000300006.

SCHIAVON, Daiane Natalia. Práticas pedagógicas com alunos surdos: sala de recursos e classe comum. 2012. 111 f. Dissertação – Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Letras de Araraquara, 2012. Disponível em: Acesso em 30 jun. 2017.

SILVA, Carine Mendes da; SILVA, Daniele Nunes Henrique e; SILVA, Renata Carolina da.Inclusão e processos de escolarização: narrativas de surdos sobre estratégias pedagógicas docentes. Psicol. estud., Maringá, v. 19, n. 2, p. 261-271, jun. 2014 . Disponível em . Acesso em 30 abr. 2017. .

SILVA, Francisca Islandia Cardoso da e et al. Evasão escolar no curso de educação física da Universidade Federal do Piauí. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v. 17, n. 2, p. 391-404, jul. 2012. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2017. .

SILVA, Glauco Peres da. Análise de evasão no ensino superior: uma proposta de diagnóstico de seus determinantes. Avaliação (Campinas), Sorocaba , v. 18, n. 2, p. 311-333, jul. 2013 . Disponível em . acessos em 10 jun. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772013000200005.

SILVA FILHO, Roberto Leal Lobo e et al. A evasão no ensino superior brasileiro. Cad. Pesqui., São Paulo, v. 37, n. 132, p. 641-659, dez. 2007. Disponível em:. Acesso em 25 abr. 2017. .

SLHESSARENKO, Michelli. Atração e retenção de alunos nos cursos superiores de uma instituição pública.Universidade Regional de Blumenau,Dissertação, 2016. Disponível em: http://www.bc.furb.br/docs/DS/2016/361476 11.pdf Acesso em 25 Abril 2017.

SOARES, Rúbem da Silva. Educação bilíngue de surdos: desafios para a formação de professores. 2013. Dissertação. Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação. São Paulo, 2013. doi 10 11606/D 48 2013 tde- 27062013-152059. Disponível em: Acesso em 30 jun. 2017.

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha; MACIEL, Carina Elisabeth. Expansão da Educação superior: permanência e evasão em cursos da Universidade Aberta do Brasil. Educ. rev., Belo Horizonte , v. 32, n. 4, p. 175-204, dez. 2016 . Disponível em . acessos em 16 jul. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698161689.

SOUZA, Marcia Cristina de; SALVI, Rosane Figueiredo; NOGUEIRA, Clélia Maria Ignatius; LORENCINI JÚNIOR, Álvaro. Contextos Educacionais Inclusivos de Alunos Surdos: Ações frente à realidade inclusiva de professores de matemática da educação básica. Dissertação. Universidade Estadual de Londrina. Centro de Ciências Exatas. Londrina, 2013. Disponível em: Acesso em 30 jun. 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X28482

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Publicação contínua


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________