Audiodescrição das imagens dos livros didáticos: uma proposta de análise comunicacional

Deise Mônica Medina Silveira, Maria Helena Silveira Bonilla

Resumo


Após a Lei 10.753/2003 ter assegurado às pessoas com deficiência visual o acesso à leitura, e o decreto 186 ter atribuído ao Estado a responsabilidade de assegurar-lhes, inclusive, o acesso à informação, em 2009 o Ministério da Educação lançou o Mecdaisy, que possibilita a geração de livros digitais falados e sua reprodução em áudio, gravado ou sintetizado. A partir daí os alunos das redes municipal e estadual passaram a receber os livros didáticos em formato digital acessível. O meio de tradução das imagens dos livros didáticos é a audiodescrição, que é orientada pela Nota Técnica 21, composta por procedimentos basicamente descritivos. Este artigo propõe a incorporação de aspectos analíticos às audiodescrições, a partir das metafunções representacional, interacional e organizacional propostas pela Gramática do Design Visual de Kress e van Leeuwen, com o objetivo de dar aos alunos com deficiência visual subsídios para que eles interpretem aspectos do significado ideológico das imagens, tendo, assim, uma maior apropriação da mensagem contida no gênero imagético.

Palavras-chave


Audiodescrição; Livro Didático; Deficiência Visual

Texto completo:

PDF

Referências


American Council of the Blind. Audio Description Standards. Disponível em: . Acesso em: 27/10/2010.

ARAÚJO, R. D. Gramática Visual: Trazendo à Visibilidade Imagens do Livro Didático de LE. Signum: Estudos da Linguagem, Londrina, n. 14/2, p. 61-84, 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2016.

Audio Description Coalition. In: Standards for Audio Description and Code of Professional Conduct for Describers. 2008.

BARBOSA, V. S.; ARAÚJO, A. D. Multimodalidade e Letramento Visual: um estudo piloto de atividades de leitura disponíveis em sítio eletrônico. Revista da Anpoll, Florianópolis, n. 37, p. 17-36, 2014. Disponível em: < https://revistadaanpoll.emnuvens.com.br/revista/article/view/824/781>. Acesso em: 16 out. 2016.

BEZERRA, A.; PORPINO, K. de O. O letramento visual como experiência estesiológica. Holos, Rio Grande do Norte, ano 31, v. 3, 2015. Disponível em: . Acesso em: 10 nov. 2015.

BRASIL. Lei do Livro nº 10.753, de 30 de outubro de 2003. Da Política Nacional do Livro. Art. 1, Inciso XII. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2013.

________. Decreto nº 186, de 2008. Aprova o texto da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2013.

________. Decreto nº 7.084, de 27 de janeiro de 2010. Dos programas de material didático. Art. 28. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2013.

________. Nota Técnica no 21, de 10 de abril de 2012. Das orientações para descrição de imagem na geração de material digital acessível – Mecdaisy. Disponivel em: . Acesso em: 02 de junho de 2015.

CARVAHO, S. A.; ARAGÃO, C. de O. Os Caminhos do Letramento Visual: uma análise de material didático virtual. Revista Estudos Anglo Americanos, n. 44, p. 9-34, 2015. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

CAT - Comitê de Ajudas Técnicas. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Ata da Reunião VII, de dezembro de 2007. Disponível em: < http://www.pessoacomdeficiencia.gov.br/app/sites/default/files/publicacoes/livro-tecnologia-assistiva.pdf >. Acesso em: 20 jun. 2014.

FRANCO, E. P. C. et al. Audiodescrição para Além da Visão: um estudo piloto com alunos da APAE. In: ARAÚJO, V. L. S.; ADERALDO, M. F. (Org.). Os novos rumos da pesquisa em audiodescrição no Brasil. Curitiba: CRV, 2013. p. 201-211.

German AD Guidelines. In: A Comparative Study of Audio Description Guidelines Prevalent in Different Countries. RNIB, 2010. p. 20-60.

GONZAGA, C. da S. Uma perspectiva de trabalho didático com leitura e interpretação de texto multimodal para alunos com cegueira na escola regular. Dissertação de Mestrado em Letras. Universidade Federal da Bahia, 2015. 234 f.

HALLYDAY, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. 1. ed. London: Edward Arnold, 1985.

______. _______. 2. ed. London: Edward Arnold, 1994.

______.; MATHIESSEN, C.M.I.M. Introduction to Functional Grammar. 3. ed. London: Edward Arnold, 2004.

ITC Guidance on Standards for Audio Description. Disponível em: . Acesso em: 15/11/2010.

JEWITT, C.; OYAMA, R. Visual Meaning: A Social Semiotic Approach. In VAN LEEUWEN, T.; JEWITT, C. (Eds.) Handbook of Visual Analysis. London: Sage, 2001, p. 134-156.

KRESS, G.; VAN LEEUWEN, T. Reading images: the grammar of visual design. 1. ed. London: Routledge, 1996.

_______. _______. 2. ed. London: Routledge, 2006.

LIEBEL, V. Reconstruindo Imagens - o método documentário de análise. In: XV CONGRESSO BRASILEIRO DE SOCIOLOGIA. 2011, Curitiba. Anais do XV Congresso Brasileiro de Socio-logia. Curitiba-PR, 2011.

LIU, J. Visual Images Interpretive Strategies in Multimodal Texts. Journal of Language Teaching and Research, Finland, v. 4, n. 6, p. 1259-1263, 2013. Disponível em: . Acesso em: 18 out. 2016.

NOVELLINO, M. O. Fotografias em livro didático de inglês como língua estrangeira: análise de suas funções e significados. Dissertação de Mestrado em Letras. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2007. 271 f.

PEREZ, W. Gramática Visual: A Linguagem do Visível. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Santa Catarina, 2008. 311 f.

SNYDER, J. The Visual Made Verbal: A Comprehensive Training Manual and Guide to the History and Applications of Audio Description. Arlington: American Council of the Blind, 2014.

UNE 153020. In: A Comparative Study of Audio Description Guidelines Prevalent in Different Countries. RNIB, 2010. p. 12-20




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X27720

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

 

 

Periodicidade – Publicação contínua


O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________