Analisando as contribuições do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa frente à prática pedagógica inclusiva dos professores orientadores de estudos

Autores

  • Andréia Jaqueline Devalle Rech Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul
  • Helenise Sangoi Antunes Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul
  • Cinthia Cardona de Ávila Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul
  • Glaucimara Pires Oliveira Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul
  • Vanir Ferrão da Silva Centro Universitário Franciscano, Santa Maria, Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5902/1984686X16465

Palavras-chave:

Educação Inclusiva, Prática pedagógica, Processos de ensino e aprendizagem.

Resumo

A alfabetização dos alunos com deficiência tem sido um dos maiores desafios encontrados pelo professor durante o processo de inclusão escolar. Diante disso, investir na formação continuada desse professor irá contribuir para que ele ressignifique sua prática pedagógica levando-o a acreditar na alfabetização do aluno com deficiência. Foi problematizando essas questões que esta pesquisa foi proposta. O objetivo do estudo foi realizar uma avaliação sobre as possíveis contribuições que o Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa - PNAIC trouxe aos professores orientadores de estudo, participantes do Programa, no que diz respeito à prática pedagógica frente aos alunos com necessidades educacionais especiais, por meio de uma entrevista semiestruturada. Para tanto, realizamos uma pesquisa em que participaram 347 professores orientadores de estudos do PNAIC/Rio Grande do Sul, coordenado pela Universidade Federal de Santa Maria. Após a análise desses dados, constatamos que o PNAIC contribuiu com a prática pedagógica inclusiva de 74,06% dos orientadores de estudo. Também, verificamos que o programa contribuiu significativamente para a formação profissional e pessoal desses professores, proporcionando um espaço de troca de experiência culminando em reflexões sobre suas práticas pedagógicas frente à heterogeneidade que se faz presente na sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Jaqueline Devalle Rech, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul

Licenciada em Educação Especial, Especialista em Educação Especial, Mestre em Educação e Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE, todos pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Pesquisadora do GPESP - Grupo de Pesquisa: Inclusão e Interação Social. Supervisora Pedagógica do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – UFSM – MEC – SEB (2013).

Helenise Sangoi Antunes, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul

Pedagoga, Mestre em Educação pela UFSM. Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Diretora do Centro de Educação da UFSM. Professora do PPGE – UFSM. Professora do Curso de Licenciatura em Pedagogia – UFSM. Líder do Grupo de Pesquisa GEPFICA. Coordenadora Geral do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – UFSM – MEC – SEB.

Cinthia Cardona de Ávila, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul

Licenciada em Educação Especial pela UFSM. Mestre em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação – PPGE da - UFSM. Pesquisadora do GEPFICA - Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Formação Inicial, Continuada e Alfabetização. Supervisora Pedagógica do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – UFSM – MEC – SEB.

Glaucimara Pires Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, Rio Grande do Sul

Licenciada em Educação Especial pela UFSM. Mestre em Educação pela UFSM. Doutora em Educação Especial pelo Programa de Pós-graduação em Educação Especial, da Universidade Federal de São Carlos – UFSCAR. Professora do Curso de Licenciatura em Educação Especial, da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Coordenadora do Curso de Licenciatura em Educação Especial Noturno da UFSM. Supervisora Pedagógica do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – UFSM – MEC – SEB (2013).

Vanir Ferrão da Silva, Centro Universitário Franciscano, Santa Maria, Rio Grande do Sul

Pedagoga pelo Centro Universitário Franciscano – UNIFRA. Especialista em Psicopedagogia - Abordagem Institucional e Clínica, UNIFRA. Pesquisadora do GEPFICA. Supervisora Pedagógica do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa – UFSM – MEC – SEB (2013).

Downloads

Publicado

2014-12-19

Como Citar

Rech, A. J. D., Antunes, H. S., Ávila, C. C. de, Oliveira, G. P., & Silva, V. F. da. (2014). Analisando as contribuições do Programa Nacional pela Alfabetização na Idade Certa frente à prática pedagógica inclusiva dos professores orientadores de estudos. Revista Educação Especial, 1(1), 225–240. https://doi.org/10.5902/1984686X16465

Edição

Seção

Artigos – Demanda contínua

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.