ECTOMICORRIZA NO CRESCIMENTO DE Eucalyptus saligna EM SOLO CONTAMINADO COM COBRE

Alex Dellai, Rodrigo Ferreira da Silva, Robson Andreazza

Resumo


O cobre é um micronutriente essencial às plantas, contudo, em alta concentração no solo pode causar efeito tóxico. O objetivo deste trabalho foi determinar a influência da inoculação de Pisolithus microcarpus no crescimento de mudas de Eucalyptus saligna produzidas em solo contaminado com cobre. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado em arranjo fatorial (2 x 4), com e sem inoculação de fungo ectomicorrízico e quatro doses de cobre aplicadas ao solo (zero: teor natural do solo, 150, 300 e 450 mg kg-1), com cinco repetições. Os parâmetros avaliados foram: altura de planta, diâmetro do colo, massa seca da parte aérea, massa seca radicular, comprimento da raiz principal, percentagem de colonização e os índices de qualidade de mudas: relação entre a altura de plantas e diâmetro do colo e o índice de qualidade de Dickson. A adição de até 118 mg kg-1 de cobre aumenta a massa seca radicular das mudas de Eucalyptus saligna produzidas em Latossolo com 81% de argila. A inoculação com o fungo ectomicorrízico Pisolithus microcarpus proporciona maior altura e massa seca da parte aérea das mudas de Eucalyptus saligna em doses elevadas de cobre no solo. Isto demonstra um potencial de utilização deste fungo no reflorestamento de Eucalyptus saligna em áreas contaminadas com cobre.


Palavras-chave


áreas contaminadas com cobre; biorremediação; simbiose micorrízica.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDREAZZA, R. et al. Biorremediação de áreas contaminadas com cobre. Revista de Ciências Agrárias, Lisboa, v. 36, p. 127-136, 2013.

ANDREAZZA, R. et al. Bacterial stimulation of copper phytoaccumulation by bioaugmentation with rhizosphere bacteria. Chemosphere, Oxford, v. 81, p. 1149-1155, 2010.

ANTONIOLLI, Z. I. et al. Efeito do cobre na população de bactérias e fungos do solo, na associação micorrízica e no cultivo de mudas de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden, Pinus elliottii Engelm E Peltophorum dubium (Sprengel) Taubert. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 20, p. 419-428, 2010.

BERTOLAZI, A. A. et al. O papel das ectomicorrizas na biorremediação de metais pesados no solo. Natureza Online, Santa Teresa, v. 8, p. 24-31, 2010.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL. Relatório florestal 2010/2011. São Paulo: BRASELPA, 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2013.

BRUNDRETT, M. et al. Working with mycorrhizas in forestry and agriculture. Canberra: ACIAR, 1996. 400 p.

CAIRES, S. M. et al. Desenvolvimento de mudas de cedro-rosa em solo contaminado com cobre: tolerância e potencial para fins de fitoestabilização do solo. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 35, p. 1181-1188, 2011.

CAMPOS, D. T. S. et al. Colonização micorrízica em plantios de eucalipto. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 35, p. 965-974, 2011.

CARNEIRO, J. G. A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba: UFPR; FUPEF, 1995. 451 p.

CHAIGNON, V.; HINSINGER, P. A. Biotest for evaluating for bioavailability to plants in a contaminated soil. Journal of Environment Quality, Madison, v. 32, p. 834-833, 2003.

CHEN, B. D. et al. The role of arbuscular mycorrhiza in zinc uptake by red clover growing in a calcareous soil spiked with various quantities of zinc. Chemosphere, Oxford, v. 50, p. 839-846, 2003.

DECHEN, A. R.; NACHTIGALL, G. R. Micronutrientes. In: Fernandes, M. S. (Ed.). Nutrição mineral de plantas. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2006. p. 328-352.

DICKSON, A.; LEAF, A. L.; HOSNER, J. F. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. Forest Chronicle, Mattawa, v. 36, p. 10-13, 1960.

EMBRAPA. Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília: Embrapa, 1999. 412 p.

FERREIRA, D. F. Sistemas de análise estatística para dados balanceados. Lavras: UFLA; DEX; SISVAR, 2006. 145 p.

GANDINI, A. M. M. Promoção do crescimento e da nutrição de mudas clonais de Eucalyptus urophylla por fungos ectomicorrízicos em viveiro comercial. 2011. 32 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2011.

GARAY, I. et al. Evaluation of soil conditions in fast-growing plantations of Eucalyptus grandis and Acacia mangium in Brazil: a contribution to the study of sustainable land use. Applied Soil Ecology, Dublin, v. 27, p. 177-187, 2004.

GIOVANETTI, M. G.; MOSSE, B. An evaluation of techniques for measuring vesicular arbuscular mycorrhizal infection in roots. New Phytologist, Cambridge, v. 84, p. 489-500, 1980.

HUNT, G. A. Effect of styroblock design and copper treatment on morphology of conifer seedlings. In: ROSE, R.; CAMPBELL, S. J.; LANDIS, T. D. (Ed.). Proceedings, Western Forest Nursery Association. Roseburg, OR. General Technical Report RM-200. Fort Collins: U.S. Department of Agriculture, 1990. p. 218-222.

IWAKIRI, S. et al. Produção de painéis compensados estruturais com diferentes composições de lâminas de Eucalyptus saligna e Pinus caribaea. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 36, p. 569-576, 2012.

KABATA-PENDIAS, A.; PENDIAS, H. Trace elements in soils and plants. 3. ed. Boca Raton: CRC Press, 2001. 315 p.

MAÇANEIRO, J. P.; SEUBERT, R. C; AUMOND, J. J. Aplicação de uma técnica alternativa de manejo físico do solo no cultivo de Eucalyptus grandis W.Hill (Myrtaceae). Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 37, p. 9-18, 2013.

MARX, D. H. The influence of ectotrophic mycorrhizal fungi on the resistance of pine roots to pathogenic infections. I. Antagonism of mycorrhizal fungi to root pathogenic fungi and soil bacteria. Phytopathologist, Saint Paul, v. 59, p. 153-163, 1969.

MARANHO, Á. S; PAIVA, A. V.; Crescimento inicial de mudas de Senna silvestris (Vell.) H. S. Irwin & Barneby cultivadas em diferentes substratos. Revista da Sociedade Brasileira de Arborização Urbana, Piracicaba, v. 6, p. 1-14, 2011.

MELLO, A. H. et al. Fungos arbusculares e ectomicorrízicos em áreas de eucalipto e de campo nativo em solo arenoso. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 16, p. 293-301, 2006.

MOREIRA, F. M. S.; SIQUEIRA, J. O. S. Microbiologia e bioquímica do solo. Lavras: UFLA, 2006. 729 p.

NACHTIGALL, G. R. et al. Copper concentration of vineyard soils as a function of pH variation and addition of poultry litter. Brazilian Archives of Biology and Technology, Curitiba, v. 50, p. 941-948, 2007.

OLIVEIRA, J. T. S.; SILVA, J. C. Variação radial da retratibilidade e densidade básica da madeira de Eucalyptus saligna Sm. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 27, p. 381-385, 2003.

ROSSI, M. J. Tecnologia para produção de inoculantes de fungos ectomicorrízicos utilizando cultivo submerso em biorreator airlift. 2006. 188 f. Tese (Doutorado em Engenharia Química) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

SHAH, F. R. et al. Response of Eucalyptus camaldulensis to exogenous application of cadmium and chromium. Pakistan Journal of Botany, Karachi, v. 43, p. 181-189, 2011.

SILVA, R. F. et al. Crescimento e qualidade de mudas de Timbó e Dedaleiro cultivadas em solo contaminado por cobre. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 16, p. 881-886, 2012.

SILVA, R. F. et al. Tolerância de mudas de canafístula (Peltophorum dubium (Spreng.) Taub.) inoculada com Pisolithus microcarpus a solo com excesso de cobre. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 20, p. 147-156, 2010.

SMITH, S. E.; READ, D. J. Mycorrhizal symbiosis. 3. ed. San Diego: Academic Press, 2008. 787 p.

SOUZA, L. A. B. Seleção de fungos ectomicorrízicos eficientes para promoção do crescimento de Eucalyptus dunni Maiden. 2003. 100 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

STEFFEN, R. B. et al. Ação do óleo essencial de eucalipto na micorrização e no estabelecimento de Eucalyptus grandis em solo contaminado por cobre. Pesquisa Florestal Brasileira, Colombo, v. 31, p. 245-255, 2011.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012. 954 p.

TENNANT, D. A test of a modified line intersect method of estimating root lengh. Journal of Ecology, London, Danvers, v. 63, p. 995-1001, 1975.

TREVISAN, R. et al. Efeito da intensidade de desbaste nas características dendrométricas e tecnológicas da madeira de Eucalyptus grandis. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 17, p. 377-387, 2007.

VANGROSVELD, J.; COLPAERT, J. V.; TICHELEN, K. K. Reclamation of a bare industrial area contaminated by non-ferrous metals: physicochemical and biological evaluation of the durability of soil treatment and revegetation. Environmental Pollution, Oxford, v. 94, p. 131-140, 1997.

YRUELA, I. Copper in plants: acquisition, transport and interactions. Functional Plant Biology, Vitória, v. 36, p. 409-430, 2009.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509832052

Licença Creative Commons