CRESCIMENTO INICIAL DE ACÁCIA-NEGRA COM VERMICOMPOSTOS DE DIFERENTES RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS

Rul Martins Antunes, Rosa Maria Vargas Castilhos, Danilo Dufch Castilho, Robson Andreazza, Otávio dos Anjos Leal

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/1980509821060

A utilização de vermicompostos de diferentes resíduos agroindustriais na produção de mudas de acácia-negra pode ser uma alternativa de reutilização de resíduos e aumentar a produção de mudas. Assim, os objetivos deste trabalho foram avaliar o crescimento e a concentração de nutrientes em mudas de acácia-negra, cultivadas em substratos com diferentes vermicompostos de resíduos orgânicos agroindustriais. Instalou-se em casa de vegetação 11 diferentes tratamentos: T1) vermicomposto de esterco bovino (EB); T2) vermicomposto de esterco ovino (EO); T3) vermicomposto de lodo de parbolização de arroz (LP); T4) tratamento controle (sem adubação); T5) tratamento controle com adução mineral (NPK); T6) mistura de EB e LP; T7) mistura de EO e LP; T8) mistura de EB e vermicomposto de resíduos de alimentos (RA); T9) mistura de EO e RA; T10) mistura de EB e vermicomposto de resíduos de frutas (RF); T11) mistura de EO e RF. Após 180 dias de cultivo em recipiente com capacidade de cinco litros, foram analisadas a massa seca e a concentração de nutrientes na parte aérea da acácia-negra, e a concentração de nutrientes no solo, após o cultivo. A adição do esterco bovino, bem como a mistura de esterco bovino e resíduos alimentícios favoreceram o incremento de matéria seca das plantas de acácia-negra. Os resultados mostraram que as concentrações de nutrientes nas plantas, com exceção de Fe e Mn, variaram com adição de vermicompostos no solo. Os tratamentos T3 e T6 elevaram as concentrações em P, N, Zn de Cu nas folhas de acácia-negra. Além disso, a adição dos vermicompostos ao solo aumentou a disponibilidade de nutrientes para as plantas, mesmo após o cultivo, especialmente com relação ao fósforo, potássio e magnésio, sendo uma alternativa viável e eficaz na produção de mudas, podendo substituir a utilização de adubação mineral.


Palavras-chave


substratos orgânicos; composto orgânico; nutrição de plantas

Texto completo:

PDF

Referências


ANTONIOLLI, Z.I. et al. Minhocultura e vermicompostagem. Santa Maria: Editora da Universidade Federal de Santa Maria, 2002 (Informe Técnico). 24p.

ANTUNES, R.M. Humificação de resíduos orgânicos durante a vermicompostagem e seu efeito nos atributos químicos do solo e no crescimento inicial de acácia negra (Acacia mearnsii). 2009. 86f. Tese (Doutorado em Ciência do Solo). Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2009.

BALDOTTO, L.E.B. et al. Growth promotion of pineapple ‘vitória’ by humic acids and Burkholderiaspp. during acclimatization. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.34, p.1593-1600, 2010.

BALDOTTO, L.E.B. et al.Initial growth of maize in response to application of rock phosphate, vermicompost and endophyticbactéria.Revista Ceres, Viçosa, v.59, n.2, p.262-270, 2012.

CALDEIRA, M.V.W. et al. Concentração e redistribuição de nutrientes nas folhas e no folhedo em um povoamento de Acacia mearnsii De Wild. No Rio Grande do Sul. Ciência Florestal, Santa Maria, v.9, n.1. p.19-24. 1999.

CALDEIRA, M.V.W.et al. Ciclagem de nutrientes em Acácia mearnsiide Wild.v. quantificação do conteúdo de nutrientes na biomassa aérea de Acacia mearnsii De Wild. Procedência australiana. Ciência Rural, Santa Maria, v.30.n.6: p.977-982. 2000.

CALDEIRA, M.V.W., NETO, R.M.R.. SCHUMACHER, M.V. Acúmulo de micronutrientes em um povoamento de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild.) Procedência Bodalla-Austrália. Revista Floresta, Curitiba, v. 33, n.1: p.73-78. 2002.

CALDEIRA, M.V.W.; NETO, R.M.R.; SCHUMACHER, M.V. Eficiência do uso de micronutrientes e sódio em três procedências de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild.). Revista Árvore, Viçosa, v.28, n.1, p.39-47, 2004.

COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO. Manual de adubação e de calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 2004. Porto Alegre, 394 p.

CORREIA, D. et al. Efeito de substratos na formação de porta-enxertos de Psidium guajava L. cv. ogawa em tubetes. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.27, n.1, p.88-91, 2005.

CUNHA, A.M. et al. 2006 Efeito de diferentes substratos sobre o desenvolvimento de mudas de Acacia sp. Revista Árvore, Viçosa, v.30, n.2: 207-214.

DANNER, M.A. et al. Formação de mudas de jabuticabeira (Plinia sp.) em diferentes substratos e tamanhos de recipientes. RevistaBrasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.29, n.1, p.179-182, 2007.

HASHEMIMAJD, K.; JAMAATI-SOMARIN, S. Contribution of organic bulking materials on chemical quality of sewage sludge vermicompost.Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.35, n.6, p.1077-1084, 2011.

HIGA, A.R.; RESENDE, M.D.V. Breeding Acacia mearnsii in Southern Brazil. In: Australian tree species research in China, Zhabgzhou, 1992. Proceedings, 48..., Canberra: ACIAR, 1994. p. 158-160.

KLEINPAUL, I.S. et al. Plantio misto de Eucalyptus urograndis e Acacia mearnsii em sistema agroflorestal: I - produção de biomassa. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 20, n. 4, p. 621-627, out.-dez., 2010.

KIEHL, S.S. et al. Efeito de diferentes níveis de calcário, adubação fosfatada e potássica no desenvolvimento aéreo e radicular da acácia negra (Acacia mearnsii De Wild). Anais... XXIII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas, Caxambu, MG. 1998.1 CD.

MARTINS, C.C. et al.Efeito do sombreamento e do substrato sobre a germinação e o crescimento de plântulas de Acacia mangium e Acacia mearnsii. Ciência Florestal, Santa Maria, v.22, n.2, p.283-293, 2012.

MEURER, E.J. Fundamentos de Química do Solo. Ed. Gênesis. Porto Alegre. 2ª Edição. 2004. 290p.

MOREIRA, F.M.S.; SIQUEIRA, J.O. Microbiologia e bioquímica do solo. Lavras: UFLA, 2006. 729p.NEVES, C.S.V.J. et al. Efeitos de substratos e recipientes utilizados na produção das mudas sobre a arquitetura do sistema radicular de árvores de acácia-negra. Revista Árvore, Viçosa, v.29, n.6, p.897-905, 2005.

PANDOLFO, C.M. et al. Resposta da erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) à adubação mineral e orgânica em um Latossolo Vermelho alumino férrico. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 13, n. 2, p. 37-45, 2003.

PELIZZA, T.R. et al. Microestaquia em mirtileiro com diferentes porções do ramo e substratos. Bragantia, Campinas, v.70, n.2, p.319-324, 2011.

RODDA, M.R.C. et al. Estímulo no crescimento e na hidrólise de ATP em raízes de alface tratadas com humatos de vermicomposto. II - efeito da fonte de vermicomposto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.30, p.657-664, 2006.

SILVA; P.R.D. et al. Estudo preliminar do vermicomposto produzido a partir de lodo de esgoto doméstico e solo.Eclética Química, São Paulo, v.35, n.3, p.61-67, 2010.

SILVA, D.A.A. et al. Uso de vermicomposto favorece o crescimento de mudas de gravioleira (Annona muricata L. ‘Morada’) associadas a fungos micorrízicos arbusculares. Acta Botânica Brasiliensis, São Paulo, v.22, n.3, p.863-869, 2008.

SORRENTI, G.B. et al. Influência da adubação orgânica no crescimento de tangerineira cv Clemenules e nos atributos químicos e microbiológicos do solo. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.30, n.4, p.1129-1135, 2008.

SCHUMACHER, M.V. et al. Influência do vermicomposto na produção de mudas de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. Ciência Florestal, Santa Maria, v.11, n.2, p.121-130, 2001.

TEDESCO, J. M. et al. Análise de solo, planta e outros materiais. 2ª ed. Porto Alegre. UFRGS. 1995.

TEDESCO, M.J. et al. Resíduos orgânicos no solo e impactos no ambiente. In: SANTOS, G.A.; CAMARGO, F.A.O. Fundamentos da matéria orgânica do solo, ecossistemas Tropicais e Subtropicais. Porto Alegre: Editora Gênesis, 1999. p.159-192.

TIBAU, A.O. Matéria orgânica do solo. In: Matéria orgânica e fertilidade do solo. São Paulo: Ed. Nobel, 1984. p.49-182.

TONETTO, L.; STEIN, P.P. Silvicultura da acácia negra (Acacia mearnsii De Wild.) no Brasil. Florestar Estatístico, v.4, n.12, p. 11-16, 1997.

VARGAS, L.K. et al. Diversidade genética e eficiência simbiótica de rizóbios noduladores de acácia-negra de solos do Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v.31, p.647-654, 2007.

VIERA, M.; SCHUMACHER,M.V.; LIBERALESSO, E. Crescimento e produtividade de povoamentos mono específicos e mistos de eucalipto e acácia-negra. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v.41, n.3, p.415-421, 2011.

VOGEL, H.L.M. et al. Utilização de vermicomposto no crescimento de mudas de Hovenia dulcis Thunberg. Ciência Florestal, Santa Maria, v.11, n.1, p.21-27, 2001.




DOI: https://doi.org/10.5902/1980509821060

Licença Creative Commons