INFLUÊNCIA DE ECTOMICORRIZAS NO CRESCIMENTO DE MUDAS DE Eucalyptus grandis, Corymbia citriodora, Eucalyptus saligna E Eucalyptus dunnii

Sidinei Wolnei Weirich, Rodrigo Ferreira da Silva, Edison Rogerio Perrando, Clovis Orlando Da Ros, Alex Dellai, Douglas Leandro Scheid, Helena Wichineski Trombeta

Resumo


A associação ectomicorrízica beneficia as plantas ao proporcionar aumento na área de absorção radicular obtendo mais nutrientes e água, podendo possibilitar o crescimento do hospedeiro em solos submetido a condições adversas. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes isolados ectomicorrízicos no crescimento das mudas de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maid., Corymbia citriodora (Hook.) K.D. Hill & L.A.S. Johnson, Eucalyptus saligna Sm. e Eucalyptus dunnii Maiden. O delineamento foi inteiramente casualizado em arranjo fatorial 4 x 4, sendo quatro espécies de eucalipto (Eucalyptus grandis, Corymbia citriodora, Eucalyptus saligna e Eucalyptus dunnii) e quatro isolados de inóculos ectomicorrízicos (UFSC-Pt116 (Pisolithus microcarpus (Cooke & Massee) Cunn), UFSC-132 (Pisolithus tinctorius (Pers.) Coker & Couch), UFSC-121, e sem inoculação), com 12 repetições. Após três meses de condução do experimento foram avaliados: percentual de colonização ectomicorrízica, altura de planta; diâmetro do colo; número de folhas; massa seca da parte aérea e radicular. Também foram calculadas as relações: massa seca aérea/massa seca radicular, altura/diâmetro do colo e o índice de qualidade de Dickson. A altura de planta, número de folhas e a massa seca aérea apresentaram médias superiores nas espécies Eucalyptus dunnii e Corymbia citriodora, quando na inoculação com UFSC-132. A inoculação com UFSC-Pt116 resultou em 63,3% de raízes colonizadas em Corymbia citriodora, enquanto Eucalyptus dunnii inoculado com UFSC-121 teve 67,7% de suas raízes colonizadas. O isolado ectomicorrízico UFSC-132 proporciona maior crescimento de mudas de Eucalyptus dunnii e Corymbia citriodora em relação à testemunha sem inoculação.


Palavras-chave


eucalipto; micorrizas; produção de mudas; simbiose

Texto completo:

PDF

Referências


AGARWAL, P.; SAH, P. Ecological Importance of Ectomycorrhizae in World Forest Ecosystems. Nature and Science, New York, v. 7, p. 107-116, 2009.

ALVES, J. R. et al. Efeito de inoculante ectomicorrízico produzido por fermentação semi-sólida no crescimento de Eucalyptus dunnii Maiden. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 36, p. 307-313, 2001.

ANDREAZZA, R. et al. Espécies de Pisolitus sp. na produção de mudas de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden em solo arenoso. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 14, p. 51-59, 2004.

BAUM, C.; STETTERB, U.; MAKESCHIN, F. Growth response of Populus trichocarpa to inoculation by the ectomycorrhizal fungus Laccaria laccata in a pot and a field experiment. Forest Ecology and Management, New York, v. 163, p. 1-8, 2002.

BINOTTO, A. F. Relação entre variáveis de crescimento e o Índice de Qualidade de Dickson em mudas de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maid e Pinus elliottii var. elliottii – Engelm. 2007. 53 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2007.

BRISSETTE, J. C. Summary of discussions about seedling quality. Separata de: SOUTHERN NURSERY CONFERENCES, 1984, Alexandria. Proceedings… New Orleans: USDA. Forest Service. Southhern Forest Experiment Station, 1984. p. 127-128.

BRUNDRETT, M. et al. Nursery inoculation of Eucalyptus seedlings in Western Australia and Southern China using spores and mycelial inoculum of diverse ectomycorrhizal fungi from different climatic regions. Forest Ecology and Management, Victoria, v. 209, p. 193-205, 2005.

BRUNDRETT, M. et al. Working with mycorrhizal in forestry and agriculture. Canberra: ACIAR, 1996. 400 p.

BRUNDRETT, M. C. Mycorrhizal Associations: the web resource. 2008. Disponível em: . Acesso em: 05 nov. 2012.

CABRAL, L. et al. Retenção de metais pesados em micélio de fungos micorrízicos arbusculares. Química Nova, São Paulo, v. 33, p. 25-29, 2010.

CAIRNEY, J. W. G. Extramatrical mycelia of ectomycorrhizal fungi as moderators of carbon dynamics in forest soil. Soil Biology and Biochemistry, Oxford, v. 47, p. 198-208, 2012.

CALDEIRA, M. V. W. et al. Composto orgânico na produção de mudas de aroeira-vermelha. Scientia Agraria, Curitiba, v. 9, p. 27-33, 2008.

CAMPOS, F. S.; ALVES, M. C. Uso de lodo de esgoto na reestruturação de solo degradado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 32, p. 1389-1397, 2008.

CARNEIRO, J. G. A. Produção e controle de qualidade de mudas florestais. Curitiba, UFPR; FUPEF, 1995. 451 p.

CHEN, Y. L.; KANG, L. H.; DELL, B. Inoculation of Eucalyptus urophylla with spores of Scleroderma in a nursery in south China: Comparison of field soil and potting mix. Forest Ecology and Management, Kidlington, v. 222, n. 3, p. 439-449, 2006.

CONJEAUD, C.; SCHEROMM, P.; MOUSSAIN, D. Effects of phosphorus and ectomycorrhiza on maritime pine seedlings (Pinus pinaster). New Phytologist, Cambridge, v. 133, p. 345-351, 1996.

COSTA, M. D. et al. Ectomicorrizas: a face oculta das florestas. Biotecnologia Ciência & Desenvolvimento, Brasília, n. 29, p. 38-46, 2002.

CRUZ, C. D. Programa Genes: estatística experimental e matrizes. Viçosa, MG: Editora UFV, 2006. v. 1. 285 p.

DEL QUIQUI, E. M.; MARTINS, S. S; SHIMIZU, J. Y. Eucaliptus para o Noroeste do estado do Paraná. Acta Scientiarum. Agronomy, Maringá, v. 23, p. 1173-1177, 2001.

DICKSON, A.; LEAF, A. L.; HOSNER, J. F. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. Forestry Chronicle, Ontário, v. 36, p. 10-13, 1960.

DOBNER JUNIOR, M. Efeito da cobertura de Pinus taeda L. na proteção contra geadas e no crescimento de plantas jovens de Eucalyptus dunnii MAIDEN. 2008. 118 f. Dissertação (Mestrado em Silvicultura) - Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2008.

GOMES, J. M. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis, produzidas em diferentes tamanhos de tubetes e dosagens de N-P-K. 2001. 164 f. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2001.

GOMES, J. M. et al. Crescimento de mudas de Eucalyptus grandis em diferentes tamanhos de tubetes e fertilização N-P-K. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 27, p. 113-127, 2003.

GOMES, J. M. et al. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 26, p. 655-664, 2002.

GRACE, C.; STRIBLEY, D. P. A safer procedure for routine staining of vesicular-arbuscular mycorrhizal fungi. Mycological Research, Cambridge, v. 95, p. 1160-1162, 1991.

GRAZZIOTTI, P. H.; SIQUEIRA, J. O.; MOREIRA, F. M. S. Espécies arbóreas e ectomicorrizas em relação ao excesso e metais pesados. In: CURI, R. F. et al. Tópicos em Ciência do Solo. Viçosa, MG: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2003, v. 3, p. 55-105.

HOAGLAND, D. R.; ARNON, D. I. The water culture method for growing plants without soil. Berkeley: University of California, 1951. 347 p.

JOHNSON, J. D.; CLINE, P. M. Seedling quality of southern pines. In: DUREYA, M. L.; DOUGHERTY, P. M. (Ed.). Forest regeneration manual. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1991. p. 143-162.

KABATA-PENDIAS, A. Trace Elements in Soils and Plants. 4th ed. Boca Raton: CRC Press; Taylor & Francis Group, 2010. 548 p.

MACEDO, A. C.; KAGEYAMA, P. Y.; COSTA, L. G. S. Produção de Mudas em viveiros florestais: espécies nativas. [s. l.]: Fundação Florestal, 1993. 18 p.

MAGALHÃES, M. O. L. et al. Potencial de duas espécies de eucalipto na fitoestabilização de solo contaminado com zinco. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 42, p. 805-812, 2011.

MARTIN, F.; NEHLS, U. Harnessing ectomycorrhizal genomics for ecological insights. Current Opinion in Plant Biology, London, v. 12, p. 508-515, 2009.

MARTINS, F. B.; STRECK, N. A. Aparecimento de folhas em mudas de eucalipto estimado por dois modelos. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 8, p. 1091-1100, 2007.

MARX, D. H. The influence of ectotrophic mycorrhizal fungi on the resistance of pine roots to pathogenic infections. I. Antagonism of mycorrhizal fungi to root pathogenic fungi and soil bacteria. Phytopathology, St. Paul, v. 59, p. 153-163, 1969.

MEHARGA, A. A.; CAIRNEY, J. W. G. Ectomycorrhizas - extending the capabilities of rhizosphere remediation? Soil Biology and Biochemistry, Oxford, v. 32, p. 1475-1484, 2000.

MELLO, A. H. et al. Estabelecimento a campo de mudas de Eucalyptus grandis micorrizadas com Pisolithus microcarpus (UFSC Pt 116) em solo arenoso. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 19, p. 149-155, 2009.

MELLO, A. H. et al. Fungos arbusculares e ectomicorrízicos em áreas de eucalipto e de campo nativo em solo arenoso. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 3, p. 293-301, 2006.

MOREIRA, F. M. S.; MOREIRA, F. W. Característica de germinação de 64 espécies de leguminosas florestais nativas da Amazônia, em condições de viveiro. Acta Amazônica, Manaus, v. 26, p. 3-16, 1996.

MOREIRA, F. M. S.; SIQUEIRA J. O. Microbiologia e bioquímica do solo. Lavras: Editora UFLA, 2006. 729 p.

ORO, T. H.; DEL QUIQUI, E. M.; ORO, P. Desempenho inicial de espécies de Eucaliptus no noroeste do Estado do Paraná. Revista Cultivando o Saber, Cascavel, v. 5, p. 140-148, 2012.

PERA, J.; PARLADÉ, J. Inoculación controlada con hongos ectomicorrícicos en la producción de planta destinada a repoblaciones forestales: estado actual en España. Investigación agraria: Sistemas y Recursos Forestales, Madrid, v. 14, p. 419-433, 2005.

PEREIRA, O. L. et al. Compatibility and ectomycorrhiza formation among Pisolithus isolates and Eucalyptus spp. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, MG, v. 29, p. 337-344, 2005.

RAVEN, P. H.; EVERT, R. F.; EICHHORN, S. E. Biologia Vegetal. Rio de Janeiro: Guanabara, Koogan, 2007. 906 p.

REIS, E. R. et al. Período de permanência de mudas de Eucalyptus grandis em viveiro baseado em parâmetros morfológicos. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 32, p. 809-814, 2008.

SCHIAVO, J. A.; MARTINS, M. A.; RODRIGUES, L. A. Crescimento de mudas de Acacia mangium, Sesbania virgata e Eucalytpus camaldulensis, inoculadas com fungos micorrízicos, em casa-de-vegetação e em cava-de-extração de argila. Acta Scientiarum, Maringá, v. 32, p. 171-178, 2010.

SILVA, R. B. G.; SIMÕES, D.; SILVA, M. R. Qualidade de mudas clonais de Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis em função do substrato. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 16, p. 297-302, 2012.

SILVA, R. F.; ANTONIOLLI, Z. I.; ANDREAZZA, R. Efeito da inoculação com fungos ectomicorrízicos na produção de mudas de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden em solo arenoso. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 13, p. 33-42, 2003.

SILVA, R. F. et al. Influência da contaminação do solo por cobre no crescimento e qualidade de mudas de açoita-cavalo (Luehea divaricata Mart. & Zucc.) e aroeira-vermelha (Schinus therebinthifolius Raddi). Ciência Florestal, Santa Maria, v. 21, p. 111-118, 2011.

SMITH, S. E.; READ, D. Mycorrhizal symbiosis. 3th ed. London: Elsevier, 2008. 800 p.

SOUSA, N. R. et al. Ectomycorrhizal fungi as an alternative to the use of chemical fertilisers in nursery production of Pinus pinaster. Journal of Environmental Management, London, v. 95, p. 269-274, 2012.

SOUZA, E. L. et al. Efeito da inoculação com isolados de fungos ectomicorrízicos sobre o desenvolvimento de mudas de Eucalyptus grandis Hill ex Maiden. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 22, p. 251-261, 2012.

SOUZA, L. A. B.; SILVA FILHO, G. N.; OLIVEIRA, V. L. Eficiência de fungos ectomicorrízicos na absorção de fósforo e na promoção do crescimento de eucalipto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 39, p. 349-355, 2004.

SOUZA, P. B. et al. Florística e estrutura da vegetação arbustivo-arbórea do sub-bosque de um povoamento de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden em Viçosa, MG, Brasil. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 31, p. 533-543, 2007.

SOUZA, V. C. et al. Estudos sobre fungos micorrízicos. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 10, p. 612-618, 2006.

STEFFEN, R. B. et al. Ação do óleo essencial de eucalipto na micorrização e no estabelecimento de Eucalyptus grandis em solo contaminado por cobre. Pesquisa Florestal Brasileira, Brasília, v. 31, p. 245-255, 2011.

VIDAL, L. H. I. et al. Qualidade de mudas de guaco produzidas por estaquia em casca de arroz carbonizada com vermicomposto. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 24, p. 26-30, 2006.

VOIGT, E. L.; OLIVEIRA, V. L.; RANDI, A. M. Mycorrhizal colonization and phenolic compounds accumulation on roots of Eucalyptus dunnii maiden inoculated with ectomycorrhizal fungi. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 35, p. 1905-1910, 2000.

XU, D. et al. Effects of P fertilization and ectomycorrhizal fungal inoculation on early growth of eucalypt plantations in southern China. Plant and Soil, Crawley, v. 233, p. 47-57, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509832129

Licença Creative Commons