Qualidade das chapas de partículas aglomeradas fabricadas com resíduos do processamento mecânico da madeira de Pinus elliottii (Engelm.).

Lourdes Patricia Elias Dacosta, Clovis Roberto Haselein, Elio José Santini, Paulo Renato Schneider, Leandro Calegari

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar as propriedades mecânicas de chapas de madeira aglomerada, confeccionados com resíduos de Pinus elliottii Engelm., resultantes do processamento mecânico da madeira. As chapas foram produzidas com dois tipos de resíduos, cavaco e maravalha, utilizados puros ou misturados. O adesivo utilizado foi à base de uréia-formaldeído em proporções de 4, 8 e 12% com base no peso seco das partículas de madeira, e as densidades nominais das chapas foram de 0,6 e 0,7 g/cm3. Foram avaliadas as propriedades de flexão estática, ligação interna e arrancamento de parafuso. Os valores das propriedades de flexão estática aumentaram com a proporção de maravalha, com a densidade da chapa, e com o teor de adesivo. Pode-se concluir que, usando as partículas do tipo maravalha, misturadas com maiores percentagens de adesivo e maiores densidades, são obtidas chapas com qualidade satisfatória.


Palavras-chave


resíduos de madeira; chapas aglomeradas, <i>Pinus elliottii</i>, uréia-formaldeído

Texto completo:

PDF

Referências


AKERS, L.E. Particle board and hardboard. Great Britain: Balckie & Son, 1966. v. 4.

ALBUQUERQUE, C. E. C. de. Interações de variáveis no ciclo de prensagem de aglomerados. 2002. 150p. Tese (Doutorado em Ciências Florestais)- Universidade Federal de Paraná, Curitiba, 2002.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. Standard test methods for evaluating properties of wood-base fiber and particle panel materials, D 1037-93. Philadelphia, PA., 1995.

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. Standard specification for urea-formaldehyde resin adhesives, D 4690-95a. Philadelphia, PA., 1999.

BRAND, M. A. et al. Qualificação dos resíduos madeiráveis gerados nas indústrias de base florestal na região de Lages – SC. In: In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS,2. e SEMINÁRIO EM TECNOLOGIA DA MADEIRA E PRODUTOS FLORESTAIS NÃO MADEIRÁVEIS,1., 2002, Curitiba. Anais...Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2002. 116p.

BRITO, E. O. A viabilidade de utilização de espécies de Pinus para a produção de chapas de composição estruturais waferboard. 1984. 104p. Dissertação (Mestrado em Enghenaria Florestal) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1984.

BRITO, E. O. Produção de chapas de partículas de madeira a partir de maravalhas de Pinus elliottii Engelm. var. elliottii plantado no Sul de Brasil. 1995. 123p. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1995.

FAGUNDES, H.A.V. Diagnóstico da produção de madeira serrada e geração de resíduos do processamento de madeira de florestas plantadas no Rio Grande do Sul. 2003. 180p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

FAO (Organización de las Naciones Unidas para la agricultura y la Alimentación). Tableros contrachapados y otros paneles a base de madera. Roma, 1968. 250p.

FAO (Organización de las Naciones Unidas para la agricultura y la Alimentación). Actas de la consulta mundial sobre paneles a base de madera. Roma, 1975. 245p.

GALVÃO A. P.; MENDES. Reflorestamento de propriedades rurais para fins produtivos e ambientais. Brasília: Embrapa. 2000. 351p.

GINZEL, W.; PERAZA, C. Tecnología de tableros de partículas. Madrid: Instituto Forestal de Investigaciones y Experiencias, 1966. 187p.

HASELEIN, C. R. Análise de parâmetros para a fabricação de chapas de partículas aglomeradas de madeira de eucalipto (Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden) e embaúva (Cecropia sp.) 1989. 75 p. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) –Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1989.

HASELEIN, C. R. et al. Resistência mecânica e à umidade de painéis aglomerados com partículas de madeira de diferentes dimensões. Ciência Florestal, Santa Maria. v.12, n.2. p.127-134, 2002.

HASELEIN, C. R.; PAULESKI, D. T. Caderno didático da disciplina de tecnologia da madeira II: parte I. Santa Maria: Imprensa Universitária, 2003. 82p.

HILLIG, E. Qualidade de chapas aglomeradas estruturais, fabricadas com madeiras de Pinus, Eucalipto e Acácia negra, puras ou misturadas, coladas com tanino- formaldeido. 2000. 96 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2000.

IWAKIRI, S., et al. Utilização de resíduos de serraria na produção de chapas de madeira aglomerada de Eucalyptus saligna, Eucalyptus citriodora e Eucalyptus pilularis. Floresta e Ambiente, Rio de Janeiro, v.7, n.1, p. 251-256, 2000.

IWAKIRI S. Painéis de madeira: características tecnológicas e aplicação. Revista da Madeira, Curitiba, p. 4-10, maio, 2003. Edição especial.

KEINERT JR., S.; MATOS, J.L.M. Utilização de Pinus pinaster para a fabricação de chapas de partículas. Floresta, v.17, n.1 / 2., p.113-120, 1987.

KEINERT JR., S. Atualidades e perspectivas da utilização da madeira de Eucaliptus spp. e Pinus spp. para produção de painéis no Brasil e no exterior. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA FLORESTAL, 1., 1993, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Sociedade de Investigações Florestais, 1993. p. 227-239.

MACIEL, A. da S. Chapas de partículas aglomeradas de madeira de Pinus elliottii ou Eucalyptus grandis, em mistura com poliestireno e polietileno tereftalato. 2001, 115p. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) –Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2001.

MARRA, A. A. Technology of wood bonding. New York: Van Nostrand Reinhold, 1992. 457p.

MOSLEMI, A. A. Particleboard. Carbondale: Southern Illinois University Press, 1974. 244 p., 2v.

PIZZI, A. Advanced wood adhesives technology. New York: Marcel Dekker, 1994. 370p.

ROQUE, C. A. L. Painéis de madeira aglomerada SET 805.doc- www.bndes.gov.br, 1998. 22p.

SINGH, S. P.; SINGH, J. P.; RAWAT, S. S. Particleboard from Populus deltoides. Journal of the Timber Development Association of India. v. 41, n. 4, p. 17-21,1995.

UNITED STATES DEPARTMENT OF AGRICULTURE Wood Handbook: wood as an engineering material. Washington: U. S. Government Printing Office, 1999. 466p.

VIGNOTE P., S.; JIMÉNEZ P. F. J. Tecnología de la madera. Madrid : Ministerio de Agricultura, Pesca y Alimentación, 1996. 602p.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/198050981869

Licença Creative Commons