Estrutura e potencial futuro de utilização da regeneração natural de floresta de várzea alta no município de Afuá, estado do Pará.

João Ricardo Vasconcellos Gama, Soraya Alvarenga Botelho, Michelliny de Matos Bentes-Gama, José Roberto Soares Scolforo

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar a estrutura e indicar as probabilidade de utilização futura da regeneração natural de uma floresta não-explorada de várzea alta localizada no município de Afuá (0° 09' 24" S e 50° 23' 12" W), ao norte do estado do Pará. Foram amostradas 29 subparcelas de 100 m2 nas quais se mediu a altura (h) de árvores e palmeiras com h > 0,30 m até o diâmetro a 1,30 m do nível do solo (DAP) < 15 cm,  e o diâmetro das árvores compreendidas entre h > 3,0 m até DAP < 15 cm.  A densidade total foi 30.969 indivíduos/ha, pertencentes a setenta espécies, 57 gêneros e 25 famílias botânicas, com índice de diversidade de Shannon (H') de 2,68. As espécies mais importantes foram: Virola surinamensis, Euterpe oleracea, Astrocaryum murumuru, Geonoma laxiflora e Guarea guidonia. Muitas espécies são utilizadas como alimento pela fauna local, além de servirem como fonte de madeira e/ou, de produtos florestais não-madeireiros; algumas destas funcionam como complementação à dieta alimentar dos ribeirinhos, tais como: Eschweilera coriacea, Gustavia augusta, Inga Alba, Nectandra cf. risi e Protium spruceanum.


Palavras-chave


regeneração natural; fitossociologia; manejo florestal; Amazônia

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, G. B. de. Floresta Nacional de Ipanema: caracterização da vegetação em dois trechos distintos do Morro de Araçoiaba, Iperó (SP). 1999. 186p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, 1999.

BENTES, M. P. de M., MACIEL, U. N. Composição florística, estrutura e multipropósito de espécies arbóreas de mata de várzea no município de Afuá, arquipélago de Marajó, PA. Belém: MPEG-DBO, 1994. 30p.

BENTES-GAMA, M. de M. Estrutura, valoração e opções de manejo sustentado para uma floresta de várzea na Amazônia. 2000. 206p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2000.

CARVALHO, J. O. P. de. Análise estrutural da regeneração natural em floresta tropical densa na região do Tapajós no Estado do Pará. 1982. 128p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) ¬– Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1982.

CRONQUIST, A. The evolution and classification of flowering plants. New York: The New York Botanical Garden, 1988. 555p.

CURTIS, J. T.; McINTOSH, R. P. An upland forest continuum in the prairie forest border region of Wisconsin. Ecology, Oxford, v. 32, p. 476-496, 1951.

FAO. Silvicultural research in the Amazon. Roma: Food and Agriculture Organization of the United Nations, 1971. 192p. (Technical Report, 3).

FINOL, U. H. Nuevos parametros a considerarse en el analisis estructural de las selvas virgines tropicales. Revista Forestal Venezolana, Merida, v. 14, n. 21, p. 29-42, 1971.

IBAMA – INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS. Instrução Normativa no 4 de 04/03/02. Brasília: IBAMA, 2002, 31p.

KALLIOLA, R.; PUHAKKA, M.; DANJOY, W. Amazônia Peruana: vegetación húmeda tropical en el llano sudandino. Finlândia: Gummerus Printing, 1993. 265p.

LUDWIG, J. A.; REYNOLDS, J. F. Statistical ecology: a primer on methods and computing. New York: John Wiley e Sons, 1988. 337p.

MACEDO, D. S. M. dos S. Estrutura e manejo de uma floresta de várzea do estuário amazônico. 1996. 117p. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba.

MARTINI, A.; ROSA, N. de A.; UHL, C. Espécies de árvores potencialmente ameaçadas pela atividade madeireira na Amazônia. Belém: IMAZON, 1998. 35p. (Série Amazônia, 11).

MEIRA-NETO, J. A. A.; MARTINS, F. R.. Composição florística do estrato herbáceo-arbustivo de uma floresta estacional semidecidual em Viçosa-MG. Revista Árvore, Viçosa, v. 24, n. 4, p. 407-416, 2000.

NAPPO, M. E. Inventário florístico e estrutural da regeneração natural no sub-bosque de povoamentos homogêneos de Mimosa scabrella Bentham implantados em áreas mineradas, em poços de caldas, Minas Gerais. 1999. 87p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1999.

NASCIMENTO, A. R. T.; LONGHI, S. J.; BRENA, D. A. Estrutura e padrões de distribuição espacial de espécies arbóreas em uma amostra de Floresta Ombrófila Mista em Nova Prata, RS. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 11, n. 1, p. 105-119, 2001.

OLIVEIRA, L. C. de Dinâmica de crescimento e regeneração natural de uma floresta secundária no Estado do Pará. 1995. 126p. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) – Universidade Federal do Pará, Belém, 1995.

OLIVEIRA-FILHO, A. T. Estudos ecológicos da vegetação como subsídio para programas de revegetação com espécies nativas: uma proposta metodológica. Cerne, Lavras, v. 1, n. 1, p. 64-72, 1994.

PRANCE, G. T. Notes on the vegetation of Amazonia III: the terminology of Amazon forest types subject to inundation. Brittonia, New York, v. 31, p. 26-38, 1979.

RODRIGUES, W. A. Estudo preliminar de mata de várzea alta de uma ilha do baixo rio Negro de solo argiloso e úmido. Manaus: INPA, 1961. 50 p. (Série Botânica, 10).

ROLLET, B. La regeneración natural en bosque denso siempreverde de llanura de la Guayana Venezolana. Guayana Venezolana: Centro de Documentación y Publicaciones del IFLAIC, 1969. (IFLAIC, 124).

SANTANA, J. A. da S.; BARROS, L. P.; JARDIM, F. C. da S. Análise da vegetação de regeneração natural na floresta tropical úmida em Paragominas-PA. Boletim da FCAP, Belém, n. 28, p. 9-35, 1997.

SCHETTINO, S. Efeito do corte de cipós sobre a dinâmica de sucessão, crescimento e produção de uma floresta ombrófila densa secundária, na Reserva Florestal de Linhares-ES. 1999. 118p. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 1999.

SEITZ, R. A. A análise do povoamento: o primeiro passo. Floresta, Curitiba, v.18, n.1/2, p.4-11, 1988.

SILVA, S. M.; SILVA, F. C.; VIEIRA, A. O. S.; NAKAJIMA, J. N.; PIMENTA, J. A.; COLLI, S. Composição florística e fitossociológica do componente arbóreo das florestas ciliares da bacia do rio Tibagi, Paraná: 2. Várzea do rio Bitumirim, Município de Ipiranga, PR. In: CONGRESSO NACIONAL SOBRE ESSÊNCIAS NATIVAS, 2., 1992, São Paulo. Anais... São Paulo: Instituto Florestal, 1992. p. 192-198.

SUDAM/PROJETO DE HIDROLOGIA E CLIMATOLOGIA DA AMAZÔNIA. Atlas climatológico da Amazônia brasileira. Belém: SUDAM, 1984. 125p.

VIEIRA, G.; HOSOKAWA, R. T. Composição florística da vegetação da regeneração natural 1 ano após diferentes níveis de exploração de uma floresta tropical úmida. Acta Amazonica, Manaus, v. 19, p. 401-413, 1989.




DOI: https://doi.org/10.5902/198050981744

Licença Creative Commons