Análise dos Parâmetros Físico-Químicos do Esgoto tratado de Curitiba (PR) - Estação Belém

Audrey Elis Michalake, Cristiane Rosa da Silva, Frederico Fonseca da Silva

Abstract


O crescimento populacional desordenado, aliado ao pouco avanço do saneamento básico no Brasil, tem como consequência diversos problemas estruturais como o abastecimento de água, esgotamento sanitário, manejo de resíduos sólidos entre outros que não tem sido tratado muitas vezes de maneira adequada. No Brasil a realidade sanitária está muito aquém das condições ambientais ideais. O esgoto é pouco coletado e tratado, sendo muitas vezes despejados nos corpos receptores. Por isso procuramos analisar os parâmetros físico-químicos do esgoto tratado da Estação de Tratamento de Esgoto - Belém em Curitiba para verificarmos se está de acordo com a Resolução CONAMA Nº 430/2011 e se o mesmo esgoto está apto a voltar ao corpo receptor. De acordo com as análises físico-químicas do esgoto tratado, pudemos verificar que as mesmas atendem a legislação vigente embora tenha apresentado IQA abaixo do recomendado no Paraná.



DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X22180

Copyright (c) 2016 Ciencia & Natura



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.