Schopenhauer e o teatro: ilusão, resignação e sabedoria de vida

Eduardo Ribeiro da Fonseca

Resumo


Nosso texto pretende evidenciar aspectos da relação entre o teatro como forma de arte e como metáfora da experiência humana na filosofia de Schopenhauer, partindo das considerações sobre (a) o quadro objetivo da existência como conservação, sexualidade e morte, (b) da tragédia como dramatização do conflito íntimo da vontade e resignação a esse quadro objetivo da existência e (c) da sabedoria de vida como um teatro no qual a marionete humana veste uma fantasia de porco-espinho para encontrar a distância mais adequada em relação às outras pessoas, que para ela representam o calor da proteção, da segurança e da compaixão, mas por outro lado, representam também os aguilhões das outras vontades individuais carentes e famélicas como a sua.


Palavras-chave


Existência; Tragédia; Resignação; Ilusão; Sabedoria

Texto completo:

PDF

Referências


CACCIOLA, M. L. Schopenhauer e a questão do dogmatismo. São Paulo: EDUSP, 1994.

FONSECA, E. R. Psiquismo e vida: Sobre a noção de Trieb nas obras de Freud, Schopenhauer e Nietzsche. Curitiba: Editora UFPR, 2012.

FREUD, S. Das Werk. Edição Eletrônica das Obras Completas. Berlin: Heptagon Verlag, 2010.

NIETZSCHE, F. KSA Kritische Studienausgabe. Org. Giorgio Colli e Mazzino Montinari, 15 vols., Munique, DTV/ de Gruyter, 2ª ed., 1999.

NIETZSCHE, F. Genealogia da Moral: Uma Polêmica. Trad. e notas de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

NIETZSCHE, F. Ecce Homo – Como alguém se torna o que é. Trad. e notas de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

SCHOPENHAUER, A. Sämtliche Werke, ed.Wolfgang Frhr. von Löhneysen, Frankfurt, 1986, 5 vols.

SCHOPENHAUER, A. Über den Willen in der Natur, vol. 3, 1836.

SCHOPENHAUER, A. Die Welt als Wille und Vorstellung, Ergänzungen, [O Mundo Como Vontade e Representação: Complementos] – 1844 (2 a. ed.); 1859 (3a. ed) (O mundo como vontade e representação: Complementos. Volumes 1 e 2.). Trad. e notas de Eduardo Ribeiro da Fonseca. Curitiba: Editora UFPR, 2014.

SCHOPENHAUER, A. Aforismos para a sabedoria de vida. In: Parerga und Paralipomena, I/II, SW V, VI – 1851. Tradução de Jair Barboza. São Paulo: Martins Fontes, 2002.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179378636053

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Voluntas: Revista Internacional de Filosofia

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial-Compartilha Igual 4.0 Internacional.