A escrita-currículo da perspectiva cultural da Educação Física: por que os professores fazem o que fazem?

Pedro Xavier Russo Bonetto, Marcos Garcia Neira

Resumo


Na esteira do exemplo de Deleuze-professor, o presente artigo problematiza os elementos a partir dos quais 10 docentes constroem o currículo cultural da Educação Física, ou seja, os aspectos didático-metodológicos que mobilizam e as forças que os atravessam quando pensam as atividades de ensino. Como forma de produção de dados, empregamos o Diário de Bordo Digital e o Grupo de Discussão. Nas análises realizadas mediante o confronto com o referencial deleuze-guattariano, observamos que a “escrita-currículo” é produzida no entrecruzar de infinitas linhas, algumas molares (as leis educacionais, as regras e normas do regimento escolar, o Projeto Político Pedagógico), outras moleculares (a cultura dos alunos, seus desejos, atitudes, falas, as disposições espaciais, temporais e os princípios pedagógicos) e, por fim, as linhas de fuga, que, sendo efêmeras, passam pela “escrita-currículo” como acontecimentos e agenciamentos inesperados, disruptivos e criadores. Atentos e desejando tais agenciamentos, os professores e professoras, sensíveis às linhas de força flexíveis, fazem da “escrita-currículo” um acontecimento sempre traduzido, singular, diferente, especial, raro e único.


Palavras-chave


Educação Física; Currículo; Deleuze

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. A imanência Absoluta. In: ALLIEZ, É. (Org.). Gilles Deleuze: uma Vida Filosófica. São Paulo: Ed. 34, 2000.

BARBOUR, Rosaline. Grupos focais. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BIANCO, Giorgio. Otimismo, Pessimismo, Criação: Pedagogia do Conceito e Resistência. Educ. Soc. Campinas, vol. 26, n. 93, set./dez. 2005.

BONETTO, Pedro Xavier Russo. A “escrita-currículo” da perspectiva cultural de Educação Física: entre aproximações, diferenciações, laissez-faire e fórmula. 2016. 250f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

CALLEJO GALLEGO, Javier. El grupo de discusión: introducción a una práctica de investigación. Barcelona: Editorial Ariel. 2001.

CHIQUITO, Ricardo Santos. Planejamento de Ensino: Formas de Ver e Maneiras de Dizer a Política Curricular. 2007. 161f. Dissertação (Mestrado em Educação). Pontifica Universidade Católica do Paraná. Paraná: PUCPR, 2007.

CORAZZA, Sandra Mara. Artistagens: filosofia da diferença e educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

CORAZZA, Sandra Mara. Notas. In: HEUSER, E. M. D. (Org.) Caderno de notas 1: projeto, notas & ressonâncias. Cuiabá: EdUFMT, 2011.

CORAZZA, Sandra Mara. Didaticário de criação: aula cheia, antes da aula. In: XVI ENDIPE: Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino. Campinas, FE/UNICAMP. SP: 23 a 26 de julho de 2012.

CORAZZA, Sandra Mara. O que se transcria em educação? Porto Alegre: UFRGS; Doisa, 2013.

CORAZZA, Sandra Mara. Didática da tradução, transcriação do currículo (uma escrileitura da diferença). Pro-Posições, Campinas, v. 26, n. 1 (76), p. 105-122, jan./abr. 2015.

DELEUZE, Gilles. Carta a um crítico severo. In: Conversações: 1972-1990. Rio de Janeiro. Ed. 34, 1992b, p. 11-22.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI. Félix. Mil platôs: Capitalismo e esquizofrenia. Vol. 5. Rio de Janeiro: Editora 34, 1997b.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. Diálogos. São Paulo: Escuta, 1998.

DIAS, Sousa. Partir, evadir-se, traçar uma linha: Deleuze e a literatura. Educação, Porto Alegre, ano XXX, n. 2, 62, maio/ago. 2007.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009.

GUTIÉRREZ BRITO, Jesús. Consignas para el despegue de un grupo de discusión: un modelo de presentación. Empiria: Revista de Metodología de Ciencias Sociales, Madri, n.2, p. 153-166, jan. 1999.

IBÁÑEZ, Jesús. Más allá de la sociología. El grupo de discusión: teoría y crítica (5ª ed.) Madrid: Sieglo Veintiuno Editores, 2003.

IBÁÑEZ, Jesús. Como se realiza una investigación mediante grupo de discusión? In: M. G. Ferrando, J. Ibáñez, & F. Alvira. El análisis de la realidad social: métodos y técnicas de investigación (3a ed.). Madrid: Alianza Editorial, 2010.

NEIRA, Marcos Garcia. Ensino de Educação Física. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

NEIRA, Marcos Garcia. Educação Física. São Paulo: Blucher, 2011.

NEIRA, Marcos Garcia. Educação Física cultural: inspiração e prática pedagógica. Jundiaí: Paco, 2018.

NEIRA, Marcos Garcia; NUNES, Mário Luiz Ferrari. Educação Física, currículo e cultura. São Paulo: Phorte, 2009.

PAULO-BENATTE, Antonio. Deleuze e a política da literatura: algumas observações. Uniletras. Ponta Grossa, v. 34, n. 1, p. 91-96, jan./jun. 2012.

SILVA, Tomaz Tadeu (Org.). Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educação. Rio de Janeiro: Vozes, 1995.

SILVA, Tomaz Tadeu. A produção social da identidade e da diferença. In: Identidade e diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis: Vozes, 2000, p. 73-102.

SOULIÉ, Charles. A pedagogia carismática de Gilles Deleuze na Universidade de Vincennes. Revista Linhas. Florianópolis, v. 16, n. 32, p. 286 – 314, set./dez. 2015.

WELLER, Wivian. Grupos de discussão na pesquisa com adolescentes e jovens: aportes teórico-metodológicos e análise de uma experiência com o método. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 32, n. 2, p. 241-260, maio/ago. 2006.

ZOURABICHVILI, François. O Vocabulário de Deleuze. Rio de Janeiro, 2004.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644433532

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar