Jogos, patrimônio cultural e ensino de história

Carmem Zeli de Vargas Gil, Bibiana Werle

Resumo


A partir de dois jogos criados durante a disciplina de Estágio de Docência em História III – Educação Patrimonial realizada na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, propomos neste artigo a reflexão em torno da utilização dos mesmos por professores do ensino básico ao abordarem as questões que envolvem o tema do patrimônio cultural. Sendo o patrimônio, segundo Hartog (2014), uma das palavras mestras na compreensão de nossa relação estreita com o presentismo, situamos a utilização dos jogos como possíveis desencadeadores da discussão que problematiza a relação entre patrimônio cultural e memória na contemporaneidade, assim como ferramentas didáticas que, apesar de não serem predominantes no ensino de história, proporcionam a gestação de conceitos históricos, na passagem do não saber ao saber (PEREIRA; GIACOMONI, 2013).

Palavras-chave


Jogos; Patrimônio Cultural; Educação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1984644417591

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao

 


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

 

Periodicidade – Publicação contínua

 

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar