“Ensinar o que não se sabe”: estranhar e desnaturalizar em relatos (auto)biográficos

Jorge Luiz da Cunha, Joana Elisa Röwer

Resumo


http://dx.doi.org/10.5902/1984644411340

O foco temático deste texto são os processos de estranhamento/desnaturalização em relatos (auto)biográficos. O objetivo foi refletir sobre a possibilidade de fomentar estranhamentos/desnaturalizações em escritos (auto)biográficos por adolescentes no espaço/tempo de sala de aula. A proposta metodológica consistiu no desenvolvimento de relatos (auto)biográficos de estudantes nas aulas de Sociologia no Ensino Médio. Participaram 138 jovens de uma escola pública no primeiro trimestre escolar de 2013. As concepções de estranhamento/desnaturalização situam-se na antropologia; e, sobre o trabalho com relatos (auto)biográficos nas perspectivas da socioclínica e dos processos de biografização. Os resultados indicam que os relatos (auto)biográficos proporcionam estranhamentos/desnaturalizações e rumam na direção de ensinar o que não se sabe.Conclui-se que essa possibilidade, como ato educativo, pode gerar suspensão de saberes para inventividades de si.


Palavras-chave


Relatos (Auto)biográficos; Estranhamento e desnaturalização; Educação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/1984644411340

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar