QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES Avena strigosa SCHREB. cv. COMUM SUBMETIDAS AO ENVELHECIMENTO ACELERADO

Marciele Barbieri, Viviane Schons de Ávila, Caciara Gonzatto M, Gisele Noal, Marlove Fátima Brião Muniz, Andrea Cristina Dörr

Resumo


Aveia preta vem sendo umas das principais espécies utilizadas como cobertura no inverno, tendo seu cultivo evoluído nos últimos anos no sul do Brasil. O trabalho objetivou avaliar o efeito dos tratamentos de sementes de aveia preta submetidas ao envelhecimento acelerado, em relação à qualidade fisiológica. Os tratamentos foram: Testemunha sem tratamento; fungicida químico Vincit®50SC; Vincit®50SC+ produto biológico Trichodel® e Trichodel®. As doses foram seguidas conforme a indicação anexada a cada um desses produtos para a cultura da aveia. As sementes, após tratadas, foram submetidas ao envelhecimento acelerado por 0, 24, 48 e 72 horas a 41º C. As variáveis analisadas foram: germinação, primeira contagem, plântulas anormais, sementes mortas, comprimento de parte aérea e comprimento radicular. Os resultados mostram que as sementes tratadas com o fungicida químico associado ao produto biológico, e quando este foi utilizado isoladamente, apresentaram o melhor desempenho, tanto para a germinação como para o desenvolvimento das plântulas submetidas, quando submetidas a 48 horas de estresse por envelhecimento acelerado. O período de envelhecimento de 72 horas prejudicou a qualidade fisiológica das sementes, independente do tratamento utilizado. Conclui-se que as sementes tratadas com o produto Trichodel® apresentaram um comportamento distinto dos demais, porém, com uma queda numérica menos drástica.

Palavras-chave


Aveia preta; Vincit®50SC; Trichodel®; controle biológico; envelhecimento acelerado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130810822

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.