QUALIDADE SANITÁRIA DE SEMENTES DE AVEIA PRETA CV. BRS 139 (Avena strigosa SCHREB) SUBMETIDAS AO ENVELHECIMENTO ACELERADO

Marciele Barbieri, Viviane Schons de Ávila, Caciara Gonzatto Maciel, Gisele Noal, Marlove Fátima Brião Muniz, Andrea Cristina Dörr

Resumo


O trabalho objetivou estudar os efeitos de diferentes tratamentos na sanidade de sementes de aveia preta cv. BRS 139. As sementes foram submetidas aos seguintes tratamentos: Vincit®50SC, Vincit®50SC+Trichodel®, Trichodel® e Testemunha sem tratamento. Em seguinda, foram acondicionadas, em caixas do tipo gerbox, com substrato papel-filtro umedecido em água destilada e esterilizada e permaneceram em câmaras B.O.D. na temperatura de 25ºC, com fotoperíodo de 12 horas, até a avaliação. Os fungos associados às sementes foram identificados com o auxílio de microscópios estereoscópico e óptico, após sete dias de incubação. O delineamento estatístico utilizado foi inteiramente casualizado com quatro tratamentos e oito repetições de 50 sementes cada. Os fungos Aspergillus spp, Fusarium spp., Penicillium spp., Rhizoctonia spp., Rhizopus spp. e Trichoderma spp. foram identificados nas sementes. Os resultados mostraram que o produto químico (Vincit®50SC), isolado ou associado com Trichodel®, foi eficaz para o controle de fungos potencialmente patogênicos para as sementes de aveia preta. Conclui-se que os tratamentos mais eficientes para o controle dos fungos presentes consistem no produto químico Vincit® 50SC utilizado isoladamente e quando associado ao produto biológico Trichodel®.

Palavras-chave


Aveia preta; fungos; Trichodel®; Vincit®50SC; envelhecimento acelerado

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2236130810821

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.