EDUCAÇÃO FÍSICA E ÉTICA CAMPO ONDE SE JOGA O DIÁLOGO E A MELHOR ARGUMENTAÇÃO

António Camilo Cunha, Aguinaldo César Surdi, Andrize Ramires Costa, Daniela Alves Pereira

Resumo


Constata-se que existe uma tendência de olhar para a Educação Física num sentido de grande racionalidade técnica - vinda de fora - que conduz a uma atividade física instrumental, funcional, dicotômica, dualista, muito preocupada com a produtividade, eficácia, tendo como bússola orientadora a dimensão utilitarista. Ora, este fato parece emprestar um olhar moral e ético muito rígido, pouco flexível e de caráter quase intocável. No entanto, outros olhares “contrários” (diríamos complementares) vêm defender uma dimensão mais humanista sustentada pelas visões de intencionalidade fenomenológica, hermenêutica, interpretativa, onde é feito o elogio a um outro olhar axiológico.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/231654648246



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.