A “energia social” do esporte – aproximações e experimentações possíveis a partir de um conceito

Cristiano Mezzaroba

Resumo


O ensaio procura experimentar o conceito de energia social (Greenblatt, 1988) tendo como objeto o esporte e suas manifestações na contemporaneidade. Pressupõe-se que há algo no esporte, seja como prática, seja como assistência midiatizada, que faz circular elementos estéticos e culturais próprios de caracterizações de um modo de ser na atualidade. Sem pretensões conclusivas, procura-se elencar um apanhado de questões que tensionam possibilidades de extrair do esporte algo em torno do conhecimento, configurando-se como desafio ao campo educativo e das humanidades.

Palavras-chave


Energia social; Esportes; Sociologia; Humanidades

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, T.W. Educação após Auschwitz. In: _____. Educação e emancipação. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995a, p.119-138.

_____. Tempo livre. In: _____. Palavras e sinais: modelos críticos 2. Petrópolis: Vozes, 1995b, p.70-82.

BENJAMIN, W. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. In: _____. Obras escolhidas I. 8ª.

ed. São Paulo: Brasiliense, 2012, p.179-212.

BOURDIEU, P.; CHARTIER, R. O sociólogo e o historiador. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

BOURDIEU, P. Homo academicus. 2ª. ed. Florianópolis: Editora da UFSC, 2013.

_____. Sobre a televisão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

_____. Modos de dominação. In: _____. A produção da crença: contribuição para uma economia dos

bens simbólicos. São Paulo: Zouk, 2004, p.191-219.

CHARTIER, R. O passado no presente. Ficção, história e memória. In: ROCHA, J.C. de C. Roger Chartier –

a força das representações: história e ficção. Chapecó: Argos, 2011, p.95-123.

DAMATTA, R. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. 6ª. ed. Rio de

Janeiro: Rocco, 1997.

DE MATTOS, R. A Virada, de Stephen Greenblatt. Digestivo Cultural. 2012. Disponível em:

digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=3629&titulo=A_Virada,_de_Stephen_Greenblatt>

Acesso: 02 junho 2014.

ECO, U. A falação esportiva. In: _____. Viagem na irrealidade cotidiana. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,

, p.220-226.

ELIAS, N. A gênese do desporto: um problema sociológico. In: _____; DUNNING, Eric. A busca da excitação. Lisboa: Difusão Editorial Lda, 1992a, p.187-221.

_____. Ensaio sobre o desporto e a violência. In: _____; DUNNING, Eric. A busca da excitação. Lisboa:

Difusão Editorial Lda, 1992b, p.223-256.

_____. Sugestões para uma teoria de processos civilizadores. In: _____. O processo civilizador. Rio de

Janeiro: Jorge Zahar, 1993, p.191-297.

GAY, P. Domínio incerto. In: _____. O cultivo do ódio. São Paulo: Companhia das Letras, 1995, p.426-

GREENBLATT, S. La circulación de la energía social. In: _____. Shakespearean Negotiations. Berkeley:

University of California Press, 1988, p.1-20; 165-167. Disponível em: < http://pt.scribd.com/doc/142747395/

La-circulacion-de-la-energia-social-Stephen-Greenblatt> Acesso: 28 maio 2014.

GUEDES, S.L. Os estudos antropológicos dos esportes no Brasil: perspectivas comparativas com a América Latina. Antropolítica, Niterói, n. 31, p. 31-43, 2º. sem. 2011. Disponível em:

br/index.php/antropolitica/article/view/88>. Acesso: 12 dez. 2014.

LASCH, C. A degradação do esporte. In: _____. A cultura do narcisismo. Rio de Janeiro: Imago Editora

Ltda, 1983, p.133-160.

O GLOBO. Stephen Greenblatt e o personagem Shakespeare. 2011. Disponível em:

globo.com/blogs/prosa/posts/2011/12/03/stephen-greenblatt-o-personagem-shakespeare-419764.asp>

Acesso: 02 junho 2014.

RAMOS, M.J.V. La poética cultural o New Historicism. In: Anuário de Estudios Filológicos, 16 (1993), p.

-25. Disponível em: Acesso: 02 junho 2014.

TEIXEIRA, F.C. Timoneiros: retórica, prudência e história em Maquiavel e Guicciardini. 240f. Tese (Doutorado em História). Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.

VAZ, A.F. Treinar o corpo, dominar a natureza: notas para uma análise do esporte com base no treinamento corporal. Caderno Cedes, Campinas, ano XIX, n. 48, agosto/99, p.89-108.

_____. Esporte e indústria cultural em Theodor W. Adorno: reflexões sobre a educação do corpo. Nuances: estudos sobre educação, Presidente Prudente, ano VIII, n. 8, set./2002, p.33-46.

_____. Corpo, espetáculo, fetichismo: questões para a compreensão do movimento da indústria cultural hoje. In: DURÃO, F.A.; ZUIN, A.; VAZ, A.F. (org.). A indústria cultural hoje. São Paulo: Boitempo,

, p.199-211.

_____. Entrevista ao autor do texto. Florianópolis: 2014.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316546426904



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.