Atletas brasileiros nos Jogos Parapan‐Americanos de 2015: uma abordagem apelativa do site globoesporte.com

Kassieli Joaquina Gonçalves de Mello dos Santos, Janice Zarpellon Mazo, Eduardo Klein Carmona

Resumo


O presente estudo tem como objetivo investigar como foram exibidos os atletas que representaram o Brasil nos Jogos Parapan‐Americanos de 2015, em Toronto, Canadá, pelo site de notícias Globoesporte.com. Verificou-se, na produção jornalística esportiva, a abordagem e a terminologia adotadas para informar o desempenho dos atletas medalhistas. Realizou-se a análise documental das matérias jornalísticas selecionadas, de acordo com a abordagem apelativa. O estudo revela a representação estereotipada conferida pela mídia esportiva aos atletas, destacando-se as suas limitações, como personagens de histórias de superação.


Palavras-chave


Jogos Parapan-Americanos; Atleta com deficiência; Cobertura jornalística, Atletas paralímpicos

Texto completo:

PDF

Referências


ALCOBA, L. A. El periodismo desportivo en la sociedade moderna. Madrid: El Autor, 1980.

ALEXANDRE, M. O papel da mídia na difusão das representações sociais. Comun, Rio de Janeiro, v. 6, n. 17, jul./dez.p. 111-125, 2001.

BAJAÑA, R. D.; ALONSO, C. T.; CORREDOR, N. N. Historia de vida de una deportista paralímpica colombiana. Educación Física y Deporte, Medellín, v. 29, n. 1, p. 95-101, 2010.

BARBEIRO, H.; RANGEL, P. Manual do jornalismo esportivo. São Paulo: Contexto, 2006.

BRAZUNA, R. M.; CASTRO M. E. A trajetória do atleta portador de deficiência física no esporte adaptado de rendimento. Uma revisão da literatura. Motriz, Rio Claro, v. 7, n.2, p. 115-123, jul./dez. 2001.

CALVO, A. P. Desporto para deficientes e media. Dissertação (Mestrado em Ciências do Desporto) - Faculdade de Ciências do Desporto da Universidade do Porto, UP, Porto, 2001.

CAMARGO, V. R. T. O pensamento de Antonio Alcoba e sua importância na Trajetória dos Estudos e Pesquisas sobre o Jornalismo Esportivo no Brasil. In: V Encontro de Núcleos de Pesquisa da Intercom, XVIII Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Anais... Rio de Janeiro, 2005.

CARMONA, E. K.; PEREIRA, E. L; MAZO, J. Z. Tênis de mesa adaptado: pelos caminhos do esporte em uma cadeira de rodas. Biomotriz, Cruz Alta, v. 9, n. 1, p. 38-53, 2015.

CASTRO, L. Comunicación deficiente, deporte deficiente. Chaqui: Revista Latinoamericana de Comunicación. Quito: Cisepal, n. 51, p. 56-57, jul. 1995.

CURADO, O. A notícia na TV – o dia-a-dia de quem faz Telejornalismo. São Paulo: Alegro, 2002.

DILASCIO, F. Cego por tiro acidental, carioca dá a volta por cima com conquistas no judô. Globoesporte.com, 15 ago. 2015. Disponível em:

ERBOLATO, M. L. Jornalismo especializado: emissão de textos no jornalismo impresso. São Paulo: Atlas, 1981.

GUERRA, M. “Perna mecânica” e trauma familiar: ouro coroa volta por cima de brasileiro. Globoesporte.com, 08 ago. 2015a. Disponível em:

GUERRA, M. Arqueiro sem braços, americano tenta inspirar as pessoas: “Tudo é possível”. Globoesporte.com, 10 ago. 2015b. Disponível em:

HILGEMBERG, T.; NOVAIS, R. A Antiguidade ainda é um posto? Os momentos de vitória nos Paraolímpicos de Pequim. In: XXXII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 32, 2009, Curitiba. Anais... São Paulo: Intercom, 2009.

HILGEMBERG, T. Do Coitadinho ao Super-heroi Representação social dos atletas paraolímpicos na mídia brasileira e portuguesa. Ciberlegenda, Niterói, v. 1, p. 48-58, 2014b.

HILGEMBERG, T. Primeiro o Esporte, depois a deficiência: análise da cobertura midiática dos Jogos Paralímpicos de 2012. In: XXXVII CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 37, 2014, Foz do Iguaçu. Anais... São Paulo: Intercom, 2014a.

KOSSOY, B. Realidades e ficções na trama fotográfica. Cotia: Ateliê Editorial, 1999.

LAGE, N. A reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística. Rio de Janeiro: Record, 2001.

MARQUES. C. A. A imagem da alteridade da mídia. Tese (Doutorado em Doutorado em Comunicação e Cultura) - Escola de Comunicação, UFRJ, Rio de Janeiro, 2001.

MOURA, L. C. M. A deficiência nossa de cada dia: de coitadinho a super-herói. São Paulo: Iglu, 1993.

REBELLO, H. Da altura da mala, Montanha brinca após bronze: “Excesso de bagagem”. Globoesporte.com, 12 ago. 2015c. Disponível em:

REBELLO, H. Empurrado em carrinho de bebê até os 13, Dwan muda de vida com basquete. Globoesporte.com, 11 ago. 2015b. Disponível em:

REBELLO, H. O peso da falta de apoio: halterofilista vira símbolo do paradesporto no Haiti. Globoesporte.com, 09 ago. 2015a. Disponível em:

REBELLO, H. Paraplégica após tentativa de suicídio, chilena é salva pelo tênis em cadeira de rodas. Globoesporte.com, 14 ago. 2015d. Disponível em:

REBELLO, H.; GUERRA, M. Do salto sobre cama à prata: brasileiro voa alto com apenas uma perna. Globoesporte.com, 13 ago. 2015b. Disponível em:

REBELLO, H.; GUERRA, M. Vovó? Aos 45 anos, Rosália coloca novatas no bolso e esbanja boa forma. Globoesporte.com, 07 ago. 2015a. Disponível em:

SANTOS, K. J. G. M. Jogos Parapan-Americanos de Toronto/Canadá: representações veiculadas através da cobertura jornalística. Monografia (Especialização em Jornalismo Esportivo) – Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, UFRGS, Porto Alegre, 2015.

SEIXAS, L. Teorias de jornalismo para gêneros jornalísticos. Galaxia, São Paulo, n. 25, p. 165-179, 2013.

TRAQUINA, N. Teorias do Jornalismo – Porque as notícias são como são. 2ª ed. Florianópolis: Insular, 2005.

VARELA, A. Desporto para as pessoas com deficiência. Revista Educação Especial e Reabilitação, Lisboa, v. 1, n. 5/6, jun. 1989.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2316546423291



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br

 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.