Miniestaquia de Grevillea robusta A. Cunn. a partir de propágulos juvenis.

Levi de Souza Junior, Marguerite Quoirin, Ivar Wendling

Resumo


O presente estudo teve como objetivo avaliar a sobrevivência e a produtividade de minicepas no sistema de tubetes e o efeito do ácido indolbutírico (AIB) no enraizamento de miniestacas de Grevillea robusta. O experimento foi conduzido em Colombo, PR, com minicepas formadas partindo de mudas obtidas de sementes, as quais foram cultivadas no sistema de tubetes, durante o período de um ano. A sobrevivência das minicepas, após 15 coletas, foi de 100% com produtividade média de 1,7 miniestacas por minicepa e 4030 miniestacas por metro quadrado ao ano. As taxas médias de enraizamento foram 83, 79, 75 e 72% para os tratamentos com 0, 1000, 2000 e 4000 mg L-1 de AIB respectivamente, sendo os melhores níveis obtidos sem aplicação exógena de AIB. Com base nesses resultados, conclui-se que a miniestaquia de propágulos juvenis é uma opção para produção de mudas de Grevillea robusta durante o ano inteiro, sem a necessidade de aplicações de reguladores de crescimento, além de ser uma importante ferramenta para adaptação dos protocolos de propagação vegetativa em materiais adultos selecionados.


Palavras-chave


grevílea; propagação vegetativa; miniestacas; ácido indolbutírico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCANTARA, G.B. Miniestaquia de Pinus taeda L. Curitiba, Universidade Federal do Paraná, 2005, 64 f. (Dissertação de mestrado em Botânica).

CUNHA, A.C.M.C.M.; WENDLING, I.; SOUZA JUNIOR, L. Produtividade e sobrevivência de minicepas de Eucalyptus benthamii Maiden et Cambage em sistema de hidroponia e em tubete. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 15, n. 3, p. 307-310, 2005.

HARTMANN, H.T.; KESTER, D. E.; DAVIES JUNIOR, F.T.; GENEVE, R.L. Plant propagation: principles and practices. 6. ed. New Jersey: Prentice – Hall, 1997, 770 p.

KRISANTINI, S.; JOHNSTON, M.; WILLIAMS, R.R. Propagation of Grevillea. Plant Propagators Society, Australia, v. 53, p. 154-158, 2003.

MARTINS, E.G. Seleção genética e características fisiológicas e nutricionais de procedências de Grevillea robusta A. Cunn estabelecidas no estado do Paraná. Curitiba, PR, Universidade Federal do Paraná, 2000, 126 f. (Tese de doutorado em Agronomia).

MARTINS, E.G.; STURION, J.A; NEVES, E.J.M. Produtividade de madeira e ganho genético de procedências de Grevílea (Grevillea robusta Cunn.) na região de Ponta Grossa, Paraná. Boletim de Pesquisa Florestal. Colombo, n. 48, p. 29-39, jan./jun. 2004.

NACHTIGAL, J.C.; FACHINELLO, J.C. Efeito de substratos e do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de araçazeiro (Psidium cattleyanum Sabine). Revista Brasileira de Agrociência, Pelotas, v. 1, n. 1, p. 34-39, jan/abr., 1995.

RODRIGUEZ, F.E.C. Proteaceae do Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), um estudo taxonômico. Porto Alegre, RS. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 1992, 54 f. (Dissertação de mestrado em Botânica).

SANTOS, A.P.; XAVIER, A.; OLIVEIRA, M.L.; REIS, G.G. Efeito da estaquia, miniestaquia, microestaquia e micropropagação no desempenho silvicultural de clones de Eucalyptus grandis. Scientia Forestalis, 68, Piracicaba, p. 29-38, ago. 2005.

SARZI, I.; PIVETTA, K.F.L. Efeito das estações do ano e do ácido indolbutírico no enraizamento de estacas de variedades de minirroseira (Rosa spp.). Científica: Revista de Ciências Agrárias, Jaboticabal, v. 33, n. 1, p. 62-68, 2005.

SOUZA JUNIOR, L. Tipo de minijardim clonal e efeito do ácido indolbutírico na miniestaquia de Grevillea robusta A. Cunn. (Proteaceae). Curitiba, PR, Universidade Federal do Paraná, 2007, 66 f. (Dissertação de Mestrado em Botânica).

TITON, M.; XAVIER, A.; OTONI, W.C.; REIS, G.G. Efeito do AIB no enraizamento de miniestacas e microestacas de clones de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 1, p. 1-7, 2003.

WENDLING, I.; SOUZA JUNIOR, L. Propagação vegetativa de erva-mate (Ilex paraguariensis Saint Hilaire) por miniestaquia de material juvenil. In: 3° CONGRESSO SUL-AMERICANO DA ERVA MATE, 1ª FEIRA DE AGRONEGOCIO DA ERVA MATE, 2003, Chapecó. Anais... Chapecó, SC. CD- rom.

WENDLING, I.; XAVIER, A. Influência do ácido indolbutírico e da miniestaquia seriada no enraizamento e vigor de miniestacas de clones de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, Viçosa, v. 29, n. 6, p. 921-930, 2005.

WENDLING, I.; XAVIER, A.; GOMES, J.M.; PIRES, I.E.; ANDRADE, H.B. Efeito do regulador de crescimento AIB na propagação de clones de Eucalyptus spp. por miniestaquia. Revista Árvore, Viçosa, v. 24, n. 2, p. 187-192, 2000.

WENDLING, I.; XAVIER, A.; TITON, M. Miniestaquia na silvicultura clonal de Eucalyptus. Revista Folha Florestal, Viçosa, n. 1, p. 16-17, 1999.

WILSON, P.J. The concept of a limiting rooting morphogen in woody stem cuttings. Journal of Horticultural Science, v. 9, n. 4, p. 391-400, 1994.

XAVIER, A.; SANTOS, G.A.; OLIVEIRA, M.L. Enraizamento de miniestacas caulinar e foliar na propagação vegetativa de cedro-rosa (Cedrela fissilis Vell.). Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 3, p. 135-356, 2003.

ZANON, A.; CARPANEZZI, A.A. Armazenamento de sementes de Grevillea robusta Cunn. In: CONGRESSO FLORESTAL PANAMERICANO, CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 7, 1993, Curitiba Anais... Curitiba, PR. 1993. p. 265-267.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098429

Licença Creative Commons