MÉTODOS DE RESGATE E IDADES CRONOLÓGICAS DE PLANTAS-MATRIZES NO ENRAIZAMENTO DE BROTAÇÕES EPICÓRMICAS DE Ilex paraguariensis

Carlos André Stuepp, Juliany de Bitencourt, Ivar Wendling, Henrique Soares Koehler, Katia Christina Zuffellato Ribas

Resumo


O objetivo deste trabalho foi verificar o enraizamento de estacas de brotações epicórmicas provenientes de anelamento e decepa de árvores adultas de erva-mate com 17 e 80 anos, no inverno e verão. O plantio foi realizado em caixas preenchidas com vermiculita e casca de arroz carbonizada 1:1 (v/v) e após 90 dias em casa de vegetação, foram avaliados a porcentagem de enraizamento, o número de raízes, o comprimento médio de raízes, a sobrevivência, os calos e a mortalidade. Estacas provenientes de anelamento de árvores de 17 anos apresentam elevada taxa de enraizamento (88,7%), número (13,3) e comprimento médio de raízes (3,3 cm).  


Palavras-chave


propagação vegetativa; revigoramento/rejuvenescimento; rizogênese.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509830223

Licença Creative Commons