ANÁLISE DA INFLUÊNCIA LUMINOSA NOS ASPECTOS ANATÔMICOS DE FOLHAS DE Theobroma speciosum WILLD EX SPRENG. (MALVACEAE)

Juliana de Freitas Encinas Dardengo, Ana Aparecida Bandini Rossi, Ivone Vieira da Silva, Marcos José Gomes Pessoa, Carolina Joana da Silva

Resumo


O conhecimento anatômico de espécies do gênero Theobroma é importante para o estabelecimento e manutenção de coleções de germoplasma, tendo em vista estudos agronômicos e fitopatológicos e programas de melhoramento genético. Este estudo objetivou caracterizar a anatomia das folhas de Theobroma speciosum, registrando as diferenças estruturais observadas entre folhas de sol e folhas de sombra. Folhas de indivíduos de Theobroma speciosum foram coletadas no Parque Nacional do Juruena e em pastagens na zona rural do município de Alta Floresta – MT. Foram analisados a espessura do mesofilo foliar, dos parênquimas paliçádico e lacunoso, da nervura mediana e do feixe vascular. A análise de agrupamento foi realizada utilizando o método Hierárquico UPGMA, com base na distância euclidiana média padronizada. Foram observados tricomas glandulares do tipo claviforme e estrelados sésseis. A epiderme é unisseriada, o mesofilo é dorsiventral, entretanto os parênquimas são pouco distintos. Feixes vasculares colaterais estão dispersos no mesofilo, formando bainhas que se estendem até as epidermes. A nervura central, em secção transversal, possui formato biconvexo, com sistema vascular fechado envolto por bainha esclerenquimática. A constituição do mesofilo das folhas variou com o ambiente. Plantas expostas a pleno sol apresentam células mais alongadas no parênquima paliçádico, parênquima lacunoso com mais camadas e maior quantidade de tricomas, enquanto que as folhas de sombra apresentaram células com muitos espaços intercelulares no mesofilo. O dendrograma mostrou a formação de dois grupos distintos: o grupo I composto pelas plantas do Parque e o grupo II pelas plantas das pastagens. Tal agrupamento demonstrou alterações anatômicas significativas ocasionadas pelas variações da intensidade luminosa sobre as folhas, o que evidenciou grande capacidade adaptativa de Theobroma speciosum.


Palavras-chave


Cacauí; Amazônia; Mesofilo

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, T. V. et al. Anatquant: software de análises quantitativas para estudos em anatomia vegetal. Planta Daninha, Viçosa, MG, v. 25, n. 4, p. 649-659, 2007.

BECK, C. B. An introduction to plant structure and development plant. Anatomy for the Twenty-First Century. 2nd ed. New York: Cambridge University Press, 2010. 150 p.

BOEGER, M. R. T.; WISNIEWSKI, C. Comparação da morfologia foliar de espécies arbóreas de três estádios sucessionais distintos de floresta ombrófila densa (Floresta Atlântica) no Sul do Brasil. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 26, n. 1, p. 61-72, 2003.

BOSABALIDIS, A. M.; KOFIDIS, G. Comparative effects of drought stress on leaf anatomy of two olive Cultivars. Plant Science, Davis, v. 163, p. 375-379, 2002.

CRUZ, C. D. Programa genes: biometria. Viçosa: Ed. da UFV, 2006. 220 p.

CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. Divergência genética. In: CRUZ, C. D.; REGAZZI, A. J. (Ed.). Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: Ed. da UFV, 2001. p. 287-324.

CUATRECASAS, J. Cacao and its allies: a taxonomic revision of the genus Theobroma. Contributions from the United State National Herbarium, Nova Iorque, v. 35, p. 579-614, 1964.

CUTTER, E. G. Plant anatomy: cells and tissues part I. London: William Clowes and Sons, 1978. p. 315-319.

DICKISON, W. C. Integrative Pant Anatomy. Burlington: Academic Press, 2000. 180 p.

ESCHRICH W. Funktionelle pflanzenantomie. Berlin: Springer-Verlag, 1995. 250 p.

FEARNSIDE, P. M. Soybean cultivation as a threat to the environment in Brazil. Environmental Conservation, Cambridge, v. 28, p. 23-38, 2001.

FERREIRA, D. F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência &Agrotecnologia, Lavras, v. 35, n. 6, p. 1039-1042, 2011.

FERREIRA, J. C. V. Mato Grosso e seus Municípios. Cuiabá: Secretaria de Estado da Educação, 2001. 365 p.

FRANCESCHI, V. R.; NAKATA, P. A. Calcium oxalate in plants: Formation and function. Annual Review of Plant Biology, Palo Alto. v. 56, p. 61-71, 2005.

GARCIA, T. B. Anatomia dos órgãos vegetativos aéreos de três espécies de Theobroma L. (Malvaceae) com ênfase nas estruturas secretoras: estrutura e histoquímica. 2012. 88 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas – Botânica Tropical) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Museu Paraense Emílio Goeldi, Belém, 2012.

GOMES, D. M. S. Anatomia foliar de Gomidesia spectabilis (DC) Berg. E G. nitida (Vell.) Legr. (Myrtaceae). Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1992. 66 p.

JOHANSEN, D. A. Plant microtechnique. New York: MacGraw-Hill, 1940. 170 p.

KAISER, E. Verfahren zur Herstellung einer tadellosen Glycerin-Gelatine. Botanisch Zentralb, Berlin, v. 18, p. 25-26, 1980.

KUBITZKI, K.; BAYER, C. The families and genera of vascular plants. V. Flowering Plants. Dicotyledons. Malvales, Capparales and Non-betalain Caryophallales. Berlin: Springer, 2003. 550 p.

LARCHER, W. Ecofisiologia vegetal. São Paulo: Rima, 2000. 213 p.

LAURANCE, W. F.; VASCONCELOS, H. L. Consequências ecológicas da fragmentação florestal na amazônia. Oecologia Brasiliensis, Rio de Janeiro, v. 13, n. 3, p. 434-451, 2009.

LORENZI, H. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2000. 190 p.

LÜTTGE, U. Physiological ecology of tropical plants. Berlin: Springer-Verlag, 1997. 130 p.

MAJEROWICZ, N. Fotossíntese. In: KERBAUY, G. B. Fisiologia vegetal. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. p. 200-233.

MARTINI, M. H. et al. Localization of the cotyledon reserves of Theobroma grandiflorum (Willd. ex Spreng.) K. Schum., Theobroma subincanum Mart., Theobroma bicolor Bonpl. and their analogies with Theobroma cacao L. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 31, n. 1, p. 147-154, 2008.

NAKAYAMA, L. H. I.; SOARES, M. K. M.; APPEZZATO-DA-GLÓRIA, B. Contribuição ao estudo anatômico da folha e do caule do cacaueiro (Theobroma cacao L.). Scientia Agricola, Piracicaba. v. 53, n. 1, p. 44-52, 1996.

PARQUE NACIONAL DO JURUENA. Parque Nacional do Juruena. [2013]. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2013.

SANTOS, S. F. Estrutura e histoquímica de sementes do gênero Theobroma L. (Sterculiaceae). 2003. 77 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003.

SCHLICHTING C. D. The evolution of phenotypic plasticity in plants. Annual Review of Ecology & Systematics, Palo Alto, v. 17, p. 667-693, 1986.

SILVA, L. M.; ALQUINI, Y.; CAVALLET, V. J. Inter-relações entre a anatomia vegetal e a produção vegetal. Acta Botânica Brasílica, Belo Horizonte. v. 19, n.1, p. 183-194, 2005.

SULTAN S. E. Phenotypic plasticity for plant development, function, and life-history. Trends in Plant Science, Londres, v. 5, p. 537-542, 2000.

TAIZ, L.; ZEIGER, E. Fisiologia vegetal. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2004. 245 p.

WALDHOFF, D.; FURCH, B. Leaf morphology and anatomy in eleven tree species from Central Amazonian floodplains (Brazil). Revista Amazoniana, Manaus. v. 17, n. 1, p. 79-94, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509828634

Licença Creative Commons