APORTE DE SERAPILHEIRA E NUTRIENTES EM UMA ÁREA DE CAATINGA

Alan Cauê de Holanda, Ana Lícia Patriota Feliciano, Fernando José Freire, Flaubert Queiroga de Sousa, Saul Ramos de Oliveira Freire, Allyson Rocha Alves

Resumo


A Caatinga é um dos biomas brasileiros no qual se registram os maiores índices de degradação, associada, principalmente, à supressão da vegetação para produção energética e prática da agricultura de subsistência, ocasionando interferências na ciclagem de nutrientes. O objetivo do trabalho foi quantificar e analisar quimicamente a deposição de serapilheira em um fragmento de Caatinga, localizado no município de Pombal - PB. Foi coletada mensalmente, durante 12 meses, e separada em diferentes frações (folhas, estruturas reprodutivas, galhos e miscelânea) toda serapilheira depositada em coletores de 1,0 m2 de área, distribuídas de forma sistemática. Os nutrientes analisados foram N, P, K, Ca e Mg. A deposição anual de serapilheira foi de 3.785,67 kg ha-1, composta predominantemente da fração folha com 70,2%, seguida pela fração estruturas reprodutivas com 18,3%. Os teores de nutrientes na serapilheira seguiram a ordem Ca>N>K>Mg>P. O teor de nutrientes nas frações varia em função do tempo e há evidências de sua relação com a precipitação pluviométrica. A deposição da serapilheira coincidiu com o período de sazonalidade da Caatinga.


Palavras-chave


produção de serapilheira; resíduos orgânicos; ciclagem de nutrientes.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA EXECUTIVA DE GESTÃO DAS ÁGUAS DO ESTADO DA PARAÍBA. Monitoramento de chuvas acumuladas. Disponível em: . Acesso em: 4 abr. 2011.

ALVES, A. R. et al. Aporte e decomposição de Serapilheira em área de Caatinga, na Paraíba. Revista de Biologia e Ciências da Terra, São Cristóvão, v. 6, n. 2, p. 194-203, 2006.

ANDRADE, R. L. et al. Deposição de Serapilheira em área de Caatinga na RPPN “Fazenda Tamanduá”, Santa Terezinha – PB. Revista Caatinga, Mossoró, v. 21, n. 2, p. 223-230, 2008.

CALDEIRA, M. V. W. et al. Quantificação de serapilheira e de nutrientes – Floresta Ombrófila Mista Montana – Paraná. Revista Acadêmica, Curitiba, v. 5, n. 2, p. 101-116, 2007.

COSTA, C. C. A. et al. Análise comparativa da produção de serapilheira em fragmentos arbóreos e arbustivos em área de caatinga na flona de Açu-RN. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 34, n. 2, p. 259-265, 2010.

COMPANHIA DE PESQUISA DE RECURSOS MINERAIS. Projeto cadastro de fontes de abastecimento por água subterrânea. Diagnóstico do município de Pombal, estado da Paraíba. Recife: CPRM/PRODEEM, 2005. 23 p.

CUNHA, G. C. et al. Dinâmica nutricional em floresta estacional decidual com ênfase aos minerais provenientes da deposição da serapilheira. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 3, n. 1, p. 35-64, 1993.

DIAS, H. C. T. et al. Variação temporal de nutrientes na serapilheira de um fragmento de floresta estacional semidecidual montana em Lavras, MG. Revista Cerne, Lavras, v. 8, n. 2, p. 1-16, 2002.

DICKOW, K. M. C. Ciclagem de fitomassa e nutrientes em sucessão secundária na Floresta Atlântica, Antonina, PR. 2010. 215 f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Paraná, Curitiba, 2010.

EMBRAPA. Manual de análises químicas de solos, plantas e fertilizantes. Brasília: Embrapa, Comunicação para transferência de tecnologia, 1999. 370 p.

ESPIG, S. A. et al. Sazonalidade, composição e aporte de nutrientes da serapilheira em fragmento de Mata Atlântica. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 33, n. 5, p. 949-956, 2009.

FERREIRA, D. F. SISVAR - Sistema de análise de variância. Versão 5.3. Lavras, MG: UFLA, 2010.

FIGUEIREDO FILHO, A. et al. Avaliação estacional da deposição em uma floresta ombrófila mista localizada no sul do Estado do Paraná. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 13, n. 1, p. 11-18, 2003.

FISCH, S. T. V. et al. Fenologia reprodutiva de Euterpe edulis Mart. na Mata Atlântica (Reserva Ecológica do Trabiju, Pindamonhangaba – SP). Revista Biociências, Taubaté, v. 6, n. 2, p. 31-37, 2000.

GOMES, J. M. et al. Aporte de serapilheira e de nutrientes em fragmentos florestais da Mata Atlântica, RJ. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 5, n. 3, p. 383-391, 2010.

KÖNIG, F. G. et al. Avaliação da sazonalidade da produção de serapilheira numa floresta estacional decidual no município de Santa Maria-RS. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 26, n. 4, p. 429-435, 2002.

LOPES, J. F. B. et al. Deposição e decomposição de serapilheira em área da Caatinga. Revista Agroambiente, Boa Vista, v. 3, n. 2, p. 72-79, 2009.

MAIA, G. N. Caatinga, árvores e arbustos e suas utilidades. São Paulo: D&Z, 2004. 413 p.

MALAVOLTA, E. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. Piracicaba: Associação Brasileira para Pesquisa do Potassa e do Fosfato, 1989. 201 p.

MOCHIUTTI, S. et al. Produção de serapilheira e retorno de nutrientes de um povoamento de Táxi Branco e de uma floresta secundária no Amapá. Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, v. 52, p. 3-20, 2006.

MORENCO, R. A.; LOPES, N. F. Nutrição Mineral. In: FISIOLOGIA VEGETAL. Viçosa, MG: Editora UFV, 2011. p. 248-326.

PAULA, R. R. et al. Aporte de nutrientes e decomposição da serapilheira em três fragmentos florestais periodicamente inundados na ilha da Marambaia, RJ. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 19, n. 2, p. 139-148, 2009.

PEREIRA, M. G. et al. Aporte e decomposição da serapilheira na Floresta Atlântica, Ilha da Marambaia, Mangaratiba, RJ. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 18, n. 4, p. 443-454, 2008.

PINTO, S. I. C. et al. Ciclagem de nutrientes em dois trechos de floresta estacional semidecidual na reserva florestal Mata do Paraíso em Viçosa, MG, Brasil. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 33, n. 4, p. 653-663, 2009.

SAMPAIO, E. V. S. B.et al. Regeneração da vegetação de caatinga após corte e queima, em Serra Talhada, PE. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 33, n. 5, p. 621-632, 1998.

SANCHES, L. et al. Dinâmica sazonal da produção e decomposição de Serapilheira em floresta tropical de transição. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 13, n. 2, p. 183-189, 2009.

SANTANA, J. A. S. Estrutura fitossociológica, produção de serapilheira e ciclagem de nutrientes em uma área de Caatinga no Seridó do Rio Grande do Norte. 2005. 206 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba, Areia, 2005.

SANTANA, J. A. S.; SOUTO, J. S. Produção de serapilheira na Caatinga da região semiárida do Rio Grande do Norte, Brasil. Idesia, Arica, v. 29, n. 2, p. 87-94, 2011.

SCHUMACHER, M. V. et al. Retorno de nutrientes via deposição de serapilheira em um povoamento de acácia-negra (Acacia mearnsii de wild.) no estado do Rio Grande do Sul. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 27, n. 6, p. 791-798, 2003.

SCHUMACHER, M. V. et al. Produção de serapilheira em uma floresta de Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze no município de Pinhal Grande-RS. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 28, n. 1, p. 29-37, 2004.

SCHUMACHER, M. V. et al. Produção de serapilheira e transferência de nutrientes em área de segunda rotação com floresta de Pinus taeda l. no município de Cambará do Sul, RS. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 18, n. 4, p. 471-480, 2008.

SOUTO, P. C. Acumulação e decomposição da serapilheira e distribuição de organismos edáficos em área de Caatinga na Paraíba, Brasil. 2006. 161 f. Tese (Doutorado em Solos e Nutrição de Plantas) – Universidade Federal da Paraíba, Areia, 2006.

SOUTO, P. C. et al. Características químicas da serapilheira depositada em área de Caatinga. Revista Caatinga, Mossoró, v. 22, n. 1, p. 264-272, 2009.

SOUZA, B. V. Avaliação da sazonalidade da deposição da serapilheira em RPPN no semiárido da Paraíba, PB. 2009. 29 f. Monografia (Graduação em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Campina Grande, Patos, 2009.

SOUZA, J. A.; DAVIDE, A. C. Deposição de serapilheira e nutrientes em uma mata não minerada e em plantações de Bracatinga (Mimosa scabrella) e de Eucalipto (Eucalyptus saligna) em áreas de mineração de bauxita. Cerne, Lavras, v. 7, n. 1, p. 101-113, 2001.

STATSOFT. STATISTICA (data analysis software system), version 7. [s. l.]: Statsoft, 2004.

VELOSO, H. P.; RANGEL FILHO, A. L. R.; LIMA, J. C. A. Classificação da vegetação brasileira adaptada a um sistema universal. Rio de Janeiro: IBGE, Departamento de Recursos Naturais e Estudos Ambientais, 1991. 123 p.

VIERA, M.; SCHUMACHER, M. V. Deposição de serapilheira e de macronutrientes em um povoamento de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild.) no Rio Grande do Sul. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 20, n. 2, p. 225-233, 2010.

VIERIA, M. et al. Deposição de Serapilheira e Nutrientes em Plantio de Eucalyptus urophylla × E. globulus. Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 3, n. 21, p. 327-338, 2014.

VITAL, A. R. T. et al. Produção de serapilheira e ciclagem de nutrientes de uma floresta estacional semidecidual em zona ripária. Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 28, n. 6, p. 793-800, 2004.




DOI: https://doi.org/10.5902/1980509827747

Licença Creative Commons