FAUNA DO SOLO AO LONGO DO PROCESSO DE SUCESSÃO ECOLÓGICA EM VOÇOROCA REVEGETADA NO MUNICÍPIO DE PINHEIRAL – RJ

Khalil de Menezes Rodrigues, Maria Elizabeth Fernandes Correia, Alexander Silva de Resende, Fernanda de Lima Camilo, Eduardo Francia Carneiro Campelo, Avílio Antônio Franco, Sonia Carmela Falci Dechen

Resumo


O objetivo do trabalho foi avaliar a diversidade, riqueza e composição da comunidade da fauna do solo epígea em uma voçoroca revegetada no ano de 2000 com diferentes espécies de leguminosas arbóreas. A voçoroca está localizada no Instituto Federal de Educação (IFRJ) campus Nilo Peçanha no município de Pinheiral – RJ. Foram avaliadas as seguintes áreas: plantio de Acacia mangium Willd. (PA), plantio de Mimosa caesalpiniifolia Benth. (PM), plantio de leguminosas arbóreas no terço superior da encosta (PTS), plantio de leguminosas no interior da voçoroca (IVR2000). Os plantios de A. mangium e M. caesalpiniifolia foram realizados antes da revegetação. Para efeito comparativo também foi avaliada uma área de floresta secundária com 20 anos, próxima ao local de coleta. Na coleta da fauna do solo epígea foram utilizadas 10 armadilhas do tipo pitfall (MOLDENKE, 1994) por área. Foram realizadas três coletas, uma no início da revegetação, em maio de 2000, em junho de 2006 e abril de 2008. Houve um aumento no número de grupos e na diversidade da fauna do solo no plantio no terço superior, no interior da voçoroca, e no plantio de Mimosa caesalpiniifolia após 6 anos da intervenção. Nas coletas realizadas em 2000 e 2006, a APC mostrou que a maioria dos grupos estava associada ao ano de 2006, mostrando total antagonismo com o ano de 2000. O plantio de Acacia mangium foi a área com o menor número de grupos. Na coleta realizada em 2008, a pastagem foi a área com menor número médio de grupos coletados e na ACP do interior da voçoroca os grupos estavam associados ao ano de 2008 com total antagonismo com os anos de 2000 e 2006. Os grupos Formicidae e Collembola (Entomobryomorpha) foram os mais dominantes em todas as áreas amostradas no ano de 2000 e 2008 e no interior da voçoroca ano de 2006.


Palavras-chave


recuperação de áreas degradadas; leguminosas arbóreas; fauna epígea.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, I. et al. Avaliação da fauna epígea sob diferentes sucessões florestais e pasto misto manejado em Pinheiral-RJ em época chuvosa. In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO, 17., 2007, Seropédica/RS. Anais... Seropédica: EDUR, 2007. CD-ROM.

CORREIA, M. E. F.; OLIVEIRA, L. C. M. Fauna de solo: aspectos gerais e metodológicos. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2000. (Embrapa Agrobiologia. Documentos, 112).

CSIRO. The Insects of Australia: a textbook for students and research workers. Carlton: Melbourne University, 1991. v. 1-2.

DINDAL, D. L. Soil biology guide. New York: Wiley, 1990.

FARIA, S. M. et al. Recuperação de Solos Degradados com Leguminosas Noduladas e Micorrizadas. Seropédica: Embrapa Agrobiologia,1998. (Embrapa-CNPAB. Documentos, 77).

FERREIRA, D. F. Análises estatísticas por meio do Sisvar para Windows versão 4.0. In: REUNIÃO ANUAL DA REGIÃO BRASILEIRA DA SOCIEDADE INTERNACIONAL DE BIOMETRIA, 45., 2000, São Carlos. Anais... São Carlos: UFSCar, 2000. p. 255-258.

GALLO, D. et al. Entomologia agrícola. 3. ed. Piracicaba: FEALQ, 2002.

MACHADO, R. L. Perda de solo e nutrientes em voçorocas com diferentes níveis de controle e recuperação no Médio Vale do rio Paraíba do Sul, RJ. 2007. 86 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia, Ciência do Solo) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2007.

MATTHEW, W.; ZOU, X. Soil macrofauna and litter nutrients in three tropical tree plantations on a disturbed site in Puerto Rico. Forest Ecology and Management, v. 170, p. 161-171, 2002.

MENEZES, C. E. G. Diagnóstico de degradação do solo em função da topografia e cobertura vegetal no município de Pinheiral, RJ. 1999. 186 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia, Ciência do Solo) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 1999.

MOLDENKE, A. R. Arthropods. In: WEAVER, R.W. et al. (Eds.). Methods of soil analysis: microbiological and biochemical properties. Part 2. Madison: SSSA, 1994. p. 517-542.

ODUM, E. P. Ecologia. Rio de Janeiro: Guanabara, 1983.

OLIVEIRA, E. P. et al. A biodiversidade da mesofauna do solo em FLONA da mineração Rio do Norte – Pará. In: SIMPÓSIO DE ÁREAS PROTEGIDAS, 3., 2005, Pelotas. Anais... Pelotas: Editora Universitária de Pelotas, 2005. CD ROM.

PAOLETTI, M. G. Using bioindicators based on biodiversity to assess landscape sustaintability. Agriculture, Ecosystems and Environment, v. 74, p. 1-18, 1999.

PEREIRA, M. P. et al. Fauna de formigas como ferramenta para monitoramento de área de mineração reabilitada na Ilha da Madeira, Itaguaí, RJ. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 17, n. 3, p. 197-204, 2007.

ROSENBERG, D. M. et al. Importance of insects in environmental impact assessment. Environmental Management, v. 10, n. 6, p. 773-783, 1986.

SAEG. Sistema para Análises Estatísticas, Versão 9.1. Viçosa: Fundação Arthur Bernardes, 2007.

TER BRAAK, C. J. F.; SMILAUER, P. CANOCO reference manual and user's guide to Canoco for Windows: Software for canonical community ordination (version 4). New York: Microcomputer Power, 1998.

TOLEDO, L. O. et al. Produção de serapilheira e transferência de nutrientes em florestas secundárias localizadas na região de Pinheiral, RJ. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 12, n. 2, p. 9-16, 2002.

TOLEDO, L. O. Aporte de serrapilheira, taxa de decomposição e fauna edáfica em áreas de floresta secundária, no município de Pinheiral, RJ. 2002. 80 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica, 2002.

THOMANZINI, M. J.; THOMANZINI, A. P. B. W. A fragmentação florestal e a diversidade de insetos nas florestas tropicais úmidas. Rio Branco: EMBRAPA Acre, 2000. (Circular Técnica, 57).




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509822736

Licença Creative Commons