AVAILABILITY DE OBRAS NO NETFLIX E DIREITOS AUTORAIS: COMPLEXIDADES DOS CONTRATOS MULTINÍVEL – PRODUÇÃO, TRANSMISSÃO E SINDYCATION

Ewerton Ricardo Messias, Jonathan Barros Vita

Resumo


O presente artigo analisou, de maneira inédita, os possíveis desdobramentos jurídicos decorrentes dos contratos multinível firmados pela Netflix para o exercício de sua atividade econômica, mais especificamente os desdobramentos jurídicos relacionados à fixação de jurisdição internacional brasileira nas demandas decorrentes de invasões de conteúdos audiovisuais em relação a contratos de sindycation, e à possibilidade de existência de direitos autorais decorrentes da execução pública de obras audiovisuais. Foram investigados o availability de obras no Netflix, as regras para fixação de jurisdição internacional brasileira e as regras de cobrança de direitos autorais no direito brasileiro. O método de abordagem seguido foi o empírico-dialético, confrontando a forma como ocorre a availability de obras da Netflix com o disposto na legislação em vigor em território brasileiro. Conclui-se que a transmissão de conteúdos audiovisuais, por meio de SVoD por streaming da espécie webcasting interativo, revela-se como execução pública, realizada no âmbito do direito de comunicação pública, sendo lícita, a cobrança dos direitos autorais.


Palavras-chave


Availability; Contratos multinível; Direitos autorais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Bruno. Netflix quer brasileiro para dar pegada local a cardápio de filmes e séries. Entrevista de Todd Yellin ao G1 São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.

BITELLI, Marcos Alberto Sant'anna. O direito de autor e as obras audiovisuais. In: Revista do Centro de Estudos Judiciários, Brasília, n. 21, p. 40-44, abr./jun. 2003.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: . Acesso em: 03. Set. 2018.

BRASIL. Lei nº 8.078, de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.

BRASIL. Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

BRASIL. Lei nº 12.965, de 23 de abril de 2014. Estabelece princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da Internet no Brasil. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2018.

BRASIL. Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015. Código de Processo Civil. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2018.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. Recurso Especial nº 1.559.264 – RJ. Relator Ministro Ricardo Villas Bôas Cueva. Julgado em 08/02/2017. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2018.

CARVALHO, Paulo de Barros. Direito Tributário, Linguagem e Método. 3ª ed. São Paulo: Noeses, 2009.

CARVALHO, Paulo de Barros. Breves considerações sobre a função descritiva da Ciência do Direito Tributário. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2018.

CARVALHO, Paulo de Barros. Constructivismo lógico-semântico. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2017.

CAVALIERI FILHO, Sergio. Programa de direito do consumidor. São Paulo: Atlas, 2009.

DIAS, Guilherme Ataíde; SOUSA, Rosilene Paiva Marinho de; PAIVA, Maria josé Rodrigues. Direito autoral e preservação digital: considerações pertinentes a periódicos científicos eletrônicos mantidos no sistema LOCKSS. Ciência da Informação, Brasília, v. 41 n. 1, p.92-102, jan./abr., 2012.

ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO. Regulamento de Arrecadação. Rio de Janeiro: ECAD, 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

ESCRITÓRIO CENTRAL DE ARRECADAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO. Regulamento de Distribuição. Rio de Janeiro: ECAD, 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

GALLAS, Daniel. Como a Netflix driblou a pirataria e fez do Brasil seu 'foguete'. Matéria publicada pela BBC Brasil. Disponível em: . Acesso em 14 jun. 2018.

HASTINGS, Reed. 'Brasileiros ainda não entenderam o Netflix', diz presidente da empresa. Matéria publicada pelo site G1. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.

LADEIRA, João Martins. Negócios de audiovisual na internet: uma comparação entre Netflix, Hulu e iTunnes-AppleTV, 2005-2010. Revista Contracampo, Niterói, v. 26, n. 1, p.145-162, 2013.

LOPES, Marcelo Frullani. STJ errou ao considerar streaming “execução pública”. Revista Consultor Jurídico, São Paulo, nov. 2017. Disponível em: . Acesso em: 03 set. 2018.

MILLS. Chris. Netflix está sob pressão para impedir acesso ao catálogo americano através de VPN. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.

NETFLIX Brasil. Planos de assinatura. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2017.

NETFLIX Brasil. Termo de uso. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2018.

PARLAMENTO EUROPEU. DIRECTIVA 2001/29/CE, de 22 de Maio de 2001. In: Jornal Oficial das Comunidades Européias, L 167/12, 22.06.2001. Disponível em: . Acesso em: 16 jun. 2017.

PIRES, E; REIS, J.R. A utilização das Obras intelectuais Autorais Frente às novas Tecnologias: Função Social ou Pirataria?. Revista do Direito Unisc, Santa Cruz do Sul, v. 34, p. 27-40, 2010.

STIVALETTI, Thiago; LEITÃO, Gustavo. Novos caminhos do VoD - Explosão do video sob demanda no país amplia modelos de negócios e atrai competidores para as novas plataformas. Movimento também faz produtores repensarem suas estratégias de lançamento. Revista Filme B +, mar., 2016.

VILANOVA, Lourival. Fundamentos do Estado de Direito. In: Escritos Jurídicos e Filosóficos, vol. I. São Paulo: IBET/Axis-Mundi, 2008.

VITA, Jonathan Barros. Valoração aduaneira e preços de transferência: pontos de conexão e distinções sistêmico-aplicativas. 2010. 927f. Tese de Doutorado – Pontifícia Universidade Católica. São Paulo. Disponível em: . Acesso em: 06 abr 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1981369431802

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

REVISTA ELETRÔNICA DO CURSO DE DIREITO DA UFSM - Qualis A1

RECDUFSM  /  ISSN 1981-3694   /  Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/19813694  http://periodicos.ufsm.br/revistadireito

Revista Qualis A1 área de Direito /  Classificações de Periódicos Quadriênio 2013-2016 (CAPES)