A DISCRICIONARIEDADE JUDICIAL E AS CONDIÇÕES DE VERDADE DAS PROPOSIÇÕES JURÍDICAS À LUZ DO DEBATE HART E DWORKIN

Loiane Prado Verbicaro

Resumo


Em um contexto de relativização da cisão entre criação e aplicação do direito, o trabalho tem por objetivo analisar, sob o olhar analítico e conceitual da filosofia, o problema do grau de liberdade interpretativa, a (in) determinabilidade do direito, a (in) existência de resposta correta e a necessidade do uso da discricionariedade judicial, a partir do estudo das condições de verdade das proposições jurídicas e das discussões sobre a possibilidade de juízos interpretativos objetivamente verdadeiros, à luz do realismo e antirrealismo semânticos. A pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa centra-se na análise do positivismo hartiano e do interpretativismo de Ronald Dworkin. Ao contrário da teoria de Dworkin, segundo a qual mesmo nos casos difíceis as proposições jurídicas apresentam um valor de verdade, o pensamento hartiano considera que a existência de casos difíceis conduz à indeterminação do direito e à ideia de que certas proposições carecem do valor de verdade.

 


Palavras-chave


Condições de Verdade, Discricionariedade; Interpretativismo; Positivismo; Resposta Correta.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de Filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

DWORKIN, Ronald. Justiça para Ouriços. Coimbra: Almedina, 2012.

DWORKIN, Ronald. Uma Questão de Princípio. São Paulo: Martins Fontes, 2001

GARAPON, Antoine. O Juiz e a Democracia: o Guardião das Promessas. Rio de Janeiro: Renavan, 2001.

HART, Herbert. O Conceito de Direito. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2007.

IGLESIAS VILA, Marisa. El Problema de la Discrecion Judicial: Una Aproximación al Conocimiento Jurídico. Madrid: Centro de Estúdios Políticos e Constitucionales, 1999.

MACEDO JÚNIOR, Ronaldo Porto. Do Xadrez à Cortesia. São Paulo: Saraiva, 2014.

MACCORMICK, Neil. Argumentação Jurídica e Teoria do Direito. São Paulo: Martins Fontes, 2006. MACCORMICK, Neil. “Discretion and Rights”. In: Law and Philosophy: An International Journal for Jurisprudence and Legal Philosophy. Vol. 08, N. 01, 1989.

PÉREZ BERMEJO, Juan Manuel. Coherencia y Sistema Jurídico. Madrid: Marcial Pons, 2006.

RODRIGUEZ, César. La Decisión Judicial: El debate Hart – Dworkin. Bogotá: Siglo del Hombre Editores: Facultad de Derecho, Universidad de los Andes, 1997.

TATE, Neal & VALLINDER, T. The Global Expansion of Judicial Power. New York: New York University Press, 1995.

VERBICARO, Loiane Prado; GALENDE, Yasmim. Uma Crítica ao Nobre Sonho de Dworkin acerca da Tese da Única Resposta Correta. In: BASTOS, Elísio; TUPIASSU-MERLIN, Lise; CICHOVSKI, Patrícia. (coord.). Constitucionalismo e Direitos Fundamentais. São Paulo: Método, Belém: Cesupa, 2014.

VERBICARO, Loiane Prado. Um Estudo sobre as Condições Facilitadoras da Judicialização da Política no Brasil. In: Revista Direito GV, v. 4, n. 8, jul-dez 2008.

WALDRON, Jeremy. Derecho y Desacuerdos. Madrid: Editorial Marcial Pons, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1981369428192

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

REVISTA ELETRÔNICA DO CURSO DE DIREITO DA UFSM - Qualis A1

RECDUFSM  /  ISSN 1981-3694   /  Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/19813694  http://periodicos.ufsm.br/revistadireito

Revista Qualis A1 área de Direito /  Classificações de Periódicos Quadriênio 2013-2016 (CAPES)