Learning (to teach) English for Academic Purposes in pre-service teacher education

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2176148548584

Palavras-chave:

Teacher education, English for Academic Purposes, English teaching

Resumo

The aim of this study is to examine how inexperienced English teaching degree students deal with the challenge of having simultaneously to learn about and to deliver courses of academic English. Data was generated through participant observation in teacher development sessions of a language center located in a public university in Brazil. The results suggest that student teachers learned both English for Academic Purposes and how to teach it by studying and producing academic genres, by sharing their knowledge with their peers, and by reflecting collectively on their teaching practices.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Sarmento, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutora em Terminologia e Lexicografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mestre em Estudos da Linguagem pela Lancaster University e em Linguística Aplicada pela UFRGS, professora adjunta da UFRGS e bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq nível 2 2020/2023.

Ana Paula Seixas Vial, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Mestre em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), graduada em Letras - Licenciatura com habilitação em Língua Inglesa e Língua Portuguesa pela mesma universidade e professora concursada da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre (RS).

Referências

AUGUSTO-NAVARRO, E. H.; GATTOLIN, S. R. B. Desenvolvimento de materiais didáticos para o Programa IsF: Consideração de ne-cessidades prementes, do contexto e da formação de professores. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras: a construção de uma política linguística para a internacionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 249-271.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Edital nº 06/2015. 2015. Disponível em: <https://bit.ly/39Bt8aa>. Acesso em: 11 de abril de 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Ciência sem Fronteiras – O Pro-grama. 2017. Disponível em: <https://bit.ly/336r7BJ>. Acesso em: 14 de abril de 2017.

BRUCE, I. Theory and concepts of English for Academic Purposes. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2011.

CHARLES, M.. English for Academic Purposes. In: PALTRIDGE, B.; STARFIELD, S. (Eds). The handbook of English for Specific Pur-poses. Chichester: Wiley-Blackwell Publishing Ltd, 2013, p. 137-154.

COSTA, E. V. Práticas de formação de professores de português como língua adicional em um instituto cultural brasileiro no exterior. 162f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre-RS, 2013.

DELLA ROSA, S. F.P.; KAWACHI-FURLAN, C. J.; AUGUSTO-NAVARRO, E. H. Inglês para propósitos específicos (IPE): características e ten-dências atuais de ensino. EntreLínguas, Araraquara/SP, v. 2, n. 1, p. 25-39, jan./jun. 2016.

DING, A.; CAMPION, G. EAP Teacher development. In: HYLAND, K.; SHAW, P. (Eds.). The Routledge handbook of English for Academic Purposes. New York: Routledge, 2016, p. 547-559.

DUTRA, D. P; GOMIDE, A. R.; OLIVA, K. N. P.; GUEDES, A. S. Corpus de apren-dizes do Inglês sem Fronteiras: caminhos para compreender a interlíngua de alunos universitários brasileiros. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras: a construção de uma política linguística para a interna-cionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 151-172.

ERICKSON, F. Qualitative methods. In: LINN, R. L.; ERICKSON, F. (Eds). Quantitative methods Qualitative Methods. New York: Macmillan, 1990, p. 75-194.

FISCHER, A.; DIONÍSIO, M. L. Perspectivas sobre letramento(s) no Ensino Superior: objetos de estudo em pesquisas acadêmicas. Atos de Pesquisa em Educação, Blumenau/SC, v. 6, n. 1, p. 79-93, 2011.

HAUS, C. O Ensino-aprendizagem da pronúncia no Programa Inglês sem Fronteiras (IsF) na Universidade Federal do Paraná (UFPR): análise da perspectiva dos professores. Brazilian English Language Teaching Journal, Porto Alegre/RS, v. 6, sp. n. - suppl., p. 62-75, 2015.

HYLAND, K.; HAMP-LYONS, L. EAP: issues and directions. Journal of English for Academic Purposes, v. 1, p. 1-12, 2002.

HYLAND, K. General and specific EAP. In: HYLAND, K.; SHAW, P. (Ed), The Routledge Handbook of English for Academic Purposes. New York: Routledge, 2016, p. 17-29.

HUTCHINSON, T.; WATERS, A. English for Specific Purposes: a learning-centered approach. Cambridge: Cambridge University Press, 1987.

KIRSCH, W.; SARMENTO, S. Atividade docente, comunidades de prática e formação docente: pílulas do dia a dia de dois NucLi. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras: A cons-trução de uma política linguística para a internacionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 193-216.

LILLIS, T. Whose ‘common sense’? Essayist literacy and the institutio-nal practice of mystery. In: JONES, C.; TURNER, J.; STREET, B. (Eds.). Students writing in the university: cultural and epistemological issues. Amsterdam: John Benjamins, 1999, p. 127-140.

MASON, J. Qualitative researching. 2. ed. Londres: Sage, 2002.

NÓVOA, A. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PÉREZ GÓMEZ, A. O pensamento prático do professor: a formação do professor como profissional reflexivo. In: NÓVOA, A. (Org.). Os professores e a sua formação. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995, p. 93-114.

REIS, C. M. B.; SANTOS, W. S. Inglês sem Fronteiras como locus pri-vilegiado de formação inicial de professores de línguas estrangei-ras. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras:a construção de uma política linguística para a internacionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 173-192.

SARMENTO, S.; DUTRA, D. P.; BARBOSA, M. V.; MORAES FILHO, W. B.. ISF e internacionalização: da teoria à prática. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras:a construção de uma política linguística para a internacionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 77-100.

SCHMITT, D.; HAMP-LYONS, L. The need for EAP teacher knowledge in assessment. Journal of English for Academic Purposes, v. 18, p. 3-8, 2015.

SCHÖN, D. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (Org.). Os professores e a sua formação. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, 1995, p. 77-92.

SILVA, L. G.; VIAL, A. P. S.; SARMENTO, S. Developing English for Academic Purposes (EAP) teaching materials: a needs analysis of novice teachers. Revista Horizontes De Linguística Aplicada, v. 16, n. 1, p. 41-83, 2017.

VIAL, A. P. S. “Um Everest que eu vou ter que atravessar”: forma-ção de professores para o ensino de inglês acadêmico no Programa Idiomas sem Fronteiras. 173f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem). Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre-RS, 2017.

VILLEGAS-REIMERS, E. Teacher professional development: an international review of the literature. Paris: UNESCO International Institute for Educational Planning, 2003.

WALESKO, A. M.H.; KLUGE, D. C.; ALMEIDA, M. R. Formação de professores bolsistas para o Programa Inglês sem Fronteiras (IsF)/Núcleo de Língua Inglesa (NucLi) na Universidade Federal do Paraná (UFPR): experiências locais e desafios constantes. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras: a construção de uma política linguística para a internacionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 217-231.

WEIGLE, S. C. Assessing writing. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

WELP, A. K. S; FONTES, A. B. A. L.; SARMENTO, S. O Programa Inglês sem Fronteiras na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. In: SARMENTO, S.; ABREU-E-LIMA, D. M.; MORAES FILHO, W. B. (Orgs.). Do Inglês sem Fronteiras ao Idiomas sem Fronteiras: a cons-trução de uma política linguística para a internacionalização. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2016, p. 125-147.

Downloads

Publicado

2021-10-19 — Atualizado em 2022-07-26

Versões

Como Citar

Sarmento, S., & Vial, A. P. S. (2022). Learning (to teach) English for Academic Purposes in pre-service teacher education. Letras, 355–378. https://doi.org/10.5902/2176148548584 (Original work published 19º de outubro de 2021)