Contribuições da linguística sistêmico-funcional (lsf) para o entendimento do texto literário em contexto de formação de tradutores

Adail Sebastião Rodrigues-Júnior

Resumo


Este capítulo parte da definição de texto como artefato (cultural) para discutir formas  de  abordagem  do  texto  literário  em  contexto  de  tradução.  Depreende-se  dessa discussão que as relações entre o texto original e sua retextualização para uma línguaalvo,  no  par  linguístico  inglês-português,  não  são  diretas,  mas,  ao  contrário,  saturadas de  ideologias.  As  perguntas  que  orientaram  a  escrita  deste  capítulo  foram:  O  que  deve ser  levado  em  conta  no  texto  literário  no  momento  de  sua  tradução?  Como  traduzi-lo de  modo  a  apreender  todas  as  relações  que  a  trama  faz  com  a  realidade  (ficcional)  de seus personagens, em contextos sociais às vezes tão adversos, quando comparados com o  contexto  da  cultura  receptora?  As  discussões  conduzem  para  o  reconhecimento  da problemática instaurada no ato de traduzir, sobretudo quando se utiliza o arcabouço teóricometodológico da Avaliatividade (Appraisal) para o entendimento dessa problemática.

Palavras-chave


Tradução literária; Ideologia; Avaliatividade; Formação de tradutores

Texto completo:

PDF

Referências


HALLIDAY, M. A. K. An introduction to Functional Grammar. 2nd. ed. London: Edward Arnold, 1994.

HALLIDAY, M. A. K.; MATTHIESSEN, C. M. I. M. An introduction to Functional Grammar. 3rd. ed. London: Edward Arnold, 2004.

MARTIN, J. R. Beyond exchange: appraisal systems in English. In: HUNSTON, S.; THOMPSON, G. (org.). Evaluation in text: authorial stance and the construction of discourse. Oxford: Oxford University Press, 1999, p. 142-175.

MARTIN, J. R.; ROSE, D. Working with discourse: meaning beyond the clause. 2nd. ed. London; New York: Continuum, 2007.

MARTIN, J. R.; ROSE, D. Genre relations: mapping culture. London: Oakville, 2008.

MARTIN, J. R.; WHITE, P. R. R. The language of evaluation: appraisal in English. New York; UK: Palgrave, 2005.

MUNDAY, J. Style and ideology in translation: Latin American writing in English. London; New York: Routledge, 2008.

MUNDAY, J. Evaluation in Translation: critical points of translator decision-making. London; New York: Routledge, 2012.

PEDEN, M. S. A conversation on translation with Margareth Sayers Peden. In: BALDERSTON, D.; SCHWARTZ, M. (org.). Voice-overs: translation and Latin American literature. New York: SUNY, 2002, p. 142-156.

PURCHASE, S. Key concepts in Victorian literature. New York; UK: Palgrave, 2006.

RIO, J. Nota do tradutor. In: WILDE, O. O Retrato de Dorian Gray. Trad. João do Rio. São Paulo: Hedra, 2009, p. 27-28.

RODRIGUES-JÚNIOR, A. S.; BARBARA, L. Linguistic constructions of appraisal in the novel The Picture of Dorian Gray and its Brazilian translation and adaptations: an exploratory analysis. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 13, n. 1, p. 229-255, 2013.

SIMPSON, P. Language, ideology, and point of view. London; New York: Routledge, 1993.

WILDE, O. The picture of Dorian Gray. England; USA: Penguin, 2003. [originalmente publicada em 1890 e revisada em 1891].

WILDE, O. O retrato de Dorian Gray. Trad. João do Rio. São Paulo: Hedra, 2009 [originalmente traduzida em 1919].

WILDE, O. O retrato de Dorian Gray. Trad. Adap. Clarice Lispector. Rio de Janeiro: Ediouro, 2006. [originalmente traduzida em 1974].

WILDE, O. O retrato de Dorian Gray. Trad. Adap. Cláudia Lopes. São Paulo: Scipione, 1997.

YALLOP, C. The construction of equivalence. In: STEINER, E.; YALLOP, C. (org.). Exploring translation and multilingual text production: beyond content. Berlin; New York: Mouton de Gruyter, 2001, p. 229-246.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148520218

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Letras

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras A2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.