O sistema de conjunção em textos acadêmicos: os mecanismos de sequenciamento e de explicação

Orlando Vian Jr., Wellington Vieira Mendes

Resumo


Dentre os seis sistemas discursivos propostos por Martin e Rose (2007 [2003]), o sistema de conjunção possibilita analisar as relações entre os processos de um texto com base em quatro tipos gerais de conjunções: adição, comparação, tempo e consequência. A partir de um recorte do corpusdos textos que compõem o SAL – Systemics Across Languages,nosso objetivo neste texto é observar como se caracterizam as relações conjuntivas em textos acadêmicos, com foco nas ocorrências léxico-gramaticais de sequenciamento e de explicação, como forma de explorar o texto acadêmico em quatro realizações distintas: um artigo de graduação, um trabalho de conclusão de curso de graduação, uma dissertação de mestrado e uma tese de doutorado. O objetivo primordial é explorar como os mecanismos estão organizados nos quatro níveis acadêmicos e o que revelam sobre a produção textual, fornecendo subsídios para outros estudos sobre textos e gêneros acadêmicos que, por sua vez, podem embasar propostas de letramento acadêmico, principalmente no que diz respeito à formação do pesquisador e sua produção textual e o ensino da produção escrita.

Palavras-chave


Análise de discurso; Sistema discursivo de conjunção; Sequenciamento; Explicação; Texto acadêmico

Texto completo:

PDF

Referências


CASTILHO, A. T. Nova gramática do português brasileiro. São Paulo: Editora Contexto, 2010.

HALLIDAY, M. A. K. Language as social semiotic: the social interpretation of language and meaning. London: Edward Arnold, 1978.

HALLIDAY, M. A. K. An introduction to functional grammar. London: Edward Arnold, 1985.

HALLIDAY, M. A. K. An introduction to functional grammar. 2nd edition. Londres: Edward Arnold, 1994.

HALLIDAY, M. A. K. Text semantics and clause grammar: how is a text like a clause? In: WEBSTER, J.J. (Ed.). On grammar – Volume 1 in the Collected words of M.A.K. Halliday. Londres e Nova York: Continuum, 2002, pp. 219-260.

HALLIDAY, M. A. K.; HASAN, R. Cohesion in English. London and New York: Longman, 1976.

HALLIDAY, M. A. K; MATTHIESSEN, C. M. I. M. An introduction to functional grammar. Third Edition. London: Hodder Education, 2004.

MARTIN, J. R. English text – System and structure. Philadelphia/Amsterdam: John Benjamins Publishing Company, 1992.

MARTIN, J. R. Discourse studies. In: HALLIDAY, M. A. K; WEBSTER, J. J. Continuum companion to Systemic Functional Linguistics, 2009, pp. 154-165.

MARTIN, J. R.; ROSE, D. Working with discourse – Meaning beyond the clause. London and New York: Continuum, 2007 [2003].

MENDES, W. V. As circunstâncias e a construção de sentidos no blog. Dissertação de mestrado em Letras. Pau dos Ferros: Universidade

Estadual do Rio Grande do Norte, 2010.

NEVES, M. H. M. Gramática de usos do português. 2a ed. São Paulo: Editora da Unesp, 2011.

SCOTT, M. WordSmith Tools. Oxford: Oxford Univesity Press, 2012.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148520209

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Letras

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras B2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.