Temáticas em Saúde na Prática Pedagógica de Professores de Educação Física de um Município do Estado de Alagoas (Brasil)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2316546448226

Palavras-chave:

Ensino de Educação Física, Saúde na Escola, Currículo Escolar

Resumo

O ensino dos temas em saúde é uma das principais responsabilidades do professor de educação física na educação básica. As orientações para essa prática pedagógica já foram apontadas em documentos específicos, como nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’S) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O objetivo do artigo é identificar se os temas em saúde têm aparecido na prática pedagógica dos professores de educação física escolar da Educação Básica no Munícipio de Marechal Deodoro – AL. A amostra é composta por 20 docentes da rede pública municipal. Os dados foram coletados através de questionário semiestruturado online para os temas em saúde apresentados. Os resultados foram analisados a partir da estatística descritiva, expressos em média e desvio padrão. Observou-se que as dimensões de Atividade Física, Corpo e Saúde e Alimentação aparentaram escores mais positivos. Enquanto isso, os itens Comportamento de Risco, Controle do Estresse e Sociedade e Natureza apontaram para uma frequência regular. Já a dimensão Testes e Medidas foi aquela que apresentou os dados mais negativos.

Biografia do Autor

Madson Marcondes Rocha, Secretaria Municipal de Ensino de Rio Largo

Graduado em Educação Física/Licenciatura. Docente Efetivo da Secretaria Municipal de Ensino de Rio Largo

Antonio Filipe Pereira Caetano, Instituto de Educação Física e Esporte, Universidade Federal de Alagoas

Professor do Curso de Educação Física do Instituto de Educação Física e Esporte (IEFE) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Área de Interesse: Metodologia do Ensino dos Esportes; Ensino de Temáticas em Saúde na Escola; Avaliação Cineantropométrica; Atividade Física e Saúde; Atividade Fisica e Doenças

Referências

ARAÚJO, R. A. et al. O papel da Educação Física escolar diante da epidemia da obesidade em crianças e adolescentes. Educação Física em Revista. Vol.4, N°2 mai/jun/jul/ago- 2010.

BATISTA M.D; MONDINI, L. JAIME P.C. Ações do Programa Saúde na Escola e da alimentação escolar na prevenção do excesso de peso infantil: experiência no município de Itapevi, São Paulo, Brasil, 2014. Epidemiol. Serviço Saúde. 2017; 26(3):569-578.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, n° 9.394/1996. Brasília: Diário Oficial, 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/abase/> Acesso em: 26 de nov. 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Diretrizes Nacionais para a Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens na Promoção, Proteção e Recuperação da Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia Alimentar para a População Brasileira. Secretária de atenção à saúde. 2 ed. Brasília: 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Organização Pan-Americana da Saúde. Escola Promotora de Saúde: experiências do Brasil. Brasília: 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança: orientações para implementação. Brasília: 2018.

BUCALEN, C. K. et al. Saúde na escola: educação, saúde e inclusão em adolescentes brasileiros. Revista sobre La Infancia y La Adolescencia, 4, 78-90 – Marzo. 2013. ISSN 2174- 7210.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

GUEDES, D. P.; GUEDES, J. E. R. P. Subsídios para implementação de programas direcionados a promoção da saúde através da Educação Física Escolar. Revista da Associação de Professores de Educação Física de Londrina. 8(15), 3-11. 1996.

GIACOMOZZI, A. I. et al. Levantamento sobre uso de álcool e outras drogas e vulnerabilidades relacionadas de estudantes de escolas públicas participantes do programa saúde do escolar/saúde e prevenção nas escolas no município de Florianópolis. Saúde Sociedade. 2012. 21(3):612-622.

KNUTH et al. “Saúde é o que interessa, o resto não tem pressa”? Um ensaio sobre educação física e saúde na escola. Revista Brasileira Atividade Física e Saúde • Pelotas/RS • 19(4):429-432 • Jul./2014.

LIMA, D. F.; MALACARNE, V.; STRIEDER, D. M. O papel da escola na promoção da saúde – uma mediação necessária. EccoS – Revista Cientifíca. São Paulo, n. 28, p. 191-206, maio/ago. 2012.

LUCIAN, R. Repensando o uso da escala Likert: tradição ou escolha técnica. PMKT – Revista Brasileira de Pesquisas de Marketing, Opinião e Mídia (PMKT on-line) | ISSN 2317-0123 | São Paulo, v. 9, n. 1, p. 12-28, jan.-abr. 2016.

MARGIS, R. et al. Relação entre estressores, estresse e ansiedade. Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, 2003. 25(1), 65-74.

MELO, I.G.; BORGES, C.J. As Contribuições Da Educação Física Escolar Na Formação Do Estilo De Vida Dos Alunos. Atividade física e promoção da saúde na escola: coletânea de estudos. Fortaleza: EdUECE, 2017. ISBN: 978-85-7826-540-3

MINAYO, M. C. S. Ciência, técnica e arte: o desafio da pesquisa social. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 1994.

OLIVEIRA et al. Projetos e Práticas Em Educação Para a Saúde na Educação Física Escolar: Possibilidades! Revista Educação Física/UEM, v. 26, n. 2, p. 243-255, 2. trim. 2015.

OLIVEIRA, V. J. M. e et al. Educação para a saúde na educação física escolar: uma questão pedagógica. Cadernos de Formação RBCE, p. 68-79, set. 2014.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Constituição da Organização Mundial da Saúde. Documentos básicos, suplemento da 45ª edição, outubro de 2006. Disponível em espanhol em: <http://www.who.int/governance/eb/who_constitution_sp.pdf.>. Acesso em 04 de nov. 2019.

Organização Mundial da Saúde. Relatório Mundial sobre violência e saúde. Geneve. 2002.

REIS, E.A.; REIS I.A. Análise Descritiva de Dados. Relatório Técnico do Departamento de Estatística da UFMG. 2002. Disponível em: . Acesso em 07 de nov. de 2019.

Downloads

Publicado

07/26/2021

Como Citar

Rocha, M. M., & Caetano, A. F. P. (2021). Temáticas em Saúde na Prática Pedagógica de Professores de Educação Física de um Município do Estado de Alagoas (Brasil). Kinesis, 39(1). https://doi.org/10.5902/2316546448226

Edição

Seção

Artigos originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)