A importância dos intervalos de tempo na recordação e de pôs - cr na aquisição de uma tarefa motora fechada

Elio Carlos Petroski

Resumo


O estudo objetivou analisar os efeitos de diferentes intervalos de pós-cr na aquisição e retenção de uma tarefa motora fechada, em universitários do sexo feminino da ufsc, bem como analisar a recordação em diferentes intervalos de tempo entre a demonstração e a prime1ra execução, foram utilizadas 68 universitárias pertencentes aos diversos cursos de graduação, que formaram 4 grupos aleatoriamente com 17 sujeitos cada. grupo 1 (gl), grupo 2 (g2), grupo 3 (g3) e grupo 4 (g4) que tiveram, respectivamente, intervalos de zero,15, 60 e 120 seg. após a observação da tarefa para a primeira execução, e de pós-cr para nova execução. a anova (one way) e o teste "t" de student foram empregados na analise estatística. foram constatadas diferen­ças significativas na aquisição da tarefa (p2= 0.001) entre: gl e g4((pís 0.05); g2 e g3 (psso.io) e g2 e g4 (p^ 0.001). na retenção, houveram diferenças significativas (p=s0.05) entre : g2 e g3 (_p-sr0. 010) e g2 e g4 (pi 0,05). os grupos com maiores intervalos de pos-cr ob­tiveram melhores escores tanto na aquisição como na retenção. os es­cores da recordação, na primeira execução não mostraram diferenças significativas (p=5 0,05).

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2316546410263

Direitos autorais



Avaliação Qualis Capes (2014):

B4- Educação Física / B3- Interdisciplinar e Psicologia / B5- Educação 

Periodicidade: contínua

ISSN: 2316-5464 online

DOI: 10.5902/23165464

email: kinesisrevista@ufsm.br


 

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.