Um estudo comparativo de 35 anos com crianças identificadas como superdotadas, não identificadas como superdotadas e com habilidades médias

Joan Freeman

Resumo


Por que algumas crianças são consideradas superdotadas enquanto outras com habilidades idênticas não o são?  Para descobrir por que e quais poderiam ser as consequências, em 1974, comecei, na Inglaterra, com 70 crianças identificadas como superdotadas. Cada uma delas foi agrupada por idade, gênero e nível socioeconômico com outras duas crianças da mesma turma escolar, para fins de comparação. A primeira criança possuía uma superdotação idêntica e a segunda foi escolhida aleatoriamente.  A pesquisa foi desenvolvida por meio de uma bateria de testes e entrevista aprofundada de alunos, professores e pais em suas escolas e em suas residências e continuou durante 35 anos. Uma diferença significativa importante foi que aqueles identificados como superdotados tinham significativamente mais problemas emocionais que os que não tinham sido identificados, embora fossem identicamente superdotados, ou que os controles aleatórios. Os aspectos vitais de sucesso, em toda a amostra, dos que eram superdotados e os que não o eram, foram trabalho duro, apoio emocional e uma perspectiva pessoal positiva. Porém, em geral, quanto maior a inteligência individual, melhores eram suas chances na vida.


Palavras-chave


Altas Habilidades/Superdotação; Crianças; Estudo comparativo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/1984686X14677

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoespecial.ufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial

 

ISSN eletrônico: 1984-686X

DOIhttp://dx.doi.org/10.5902/1984686X

Qualis/Capes: Educação A2

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação Especial agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International (CC BY-NC 4.0)

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

__________________________________________________