A importância relativa da densidade da madeira e do teor de carboidratos no rendimento de polpa e na qualidade do produto.

Alfredo Mokfienski, Jorge Luiz Colodette, José Lívio Gomide, Ana Márcia M. Ladeira Carvalho

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar a densidade básica, a composição química e as dimensões de fibras de dez amostras de madeira de Eucalyptus spp. e, verificar o impacto desse conjunto de parâmetros e sua combinação no rendimento do processo de polpação kraft e na qualidade da polpa branqueada. A madeira de dez espécies de eucalipto, com densidade básica variando entre 365 a 544 kg/m3 e teores de carboidratos totais variando entre 70,0 a 74,5% foi transformada em polpa Kraft, com número kappa 15,5-16,7 e branqueada a 90% ISO por uma seqüência de quatro estágios (OD(PO)D) composta de deslignificação com oxigênio (O), deslignificação com dióxido de cloro (D),  extração alcalina com peróxido pressurizado (PO) e branqueamento com dióxido de cloro (D). A densidade básica da madeira mostrou melhor correlação com as dimensões da fibra e qualidade da polpa que a sua composição química. Porém o rendimento depurado foi mais influenciado pela composição química da madeira do que pela densidade básica. Madeiras de menor densidade apresentaram maiores rendimentos de polpação, mas o consumo específico de madeira foi mais baixo para as madeiras mais densas. Os resultados de qualidade de polpa sugerem que madeiras com densidade mais baixa devam ser direcionadas à fabricação de papel refinado (impressão e de escrita), enquanto que as mais densas sejam destinadas ao segmento de papéis sanitários (tissue).


Palavras-chave


madeira; densidade; composição química; polpa kraft.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J. M.; SILVA. D. J. Inclusão de um novo e importante parâmetro potencial de seleção de eucalipto para produção de polpa kraft. IUFRO, v. 3, p. 69, 1997.

BROWNING, B. L. Methods of wood chemistry. New York : Wiley-Interscience, 1967, p.387-414. v.2

CARNEIRO, C. J. G.; AMARAL, C. A. S. S. Caracterização da variabilidade longitudinal da árvore visando a produção de celulose. In: CONGRESSO ANUAL DA ABTCP, 30.,1997, São Paulo. Anais... São Paulo, 1997. p. 27l.

CARPIM, M. A. et al. A influência do núimero de fibras por grama nas propriedades oticas do papel. In: CONGRESSO ANUAL DA ABTCP, 20.,1987, São Paulo. Anais... São Paulo, 1987. p. 183.

CARVALHO, A. G. M. Relação siringila: guaiacila na lignina e suas implicações. 2002. 40 f. Monografia (Pós-graduação lato sensu em Tecnologia de Celulose e Papel) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa.

COLODETTE, J. L. et al. Yield and bleachability of hardwood and softwood kraft polysulphide pulps. Pulp & Paper Canada, v. 102, n. 9, p. 269-272, 2001.

COSTA, M. M.; COLODETTE, J. L. Efeito da composiçao química da polpa kraft-O2 na sua branqueabilidade. O Papel, v. 8, p. 93-103, 2002.

DE ALENCAR, G. S. B.; BARRICHELLO, L. E. G.; SILVA, JR., F. G. Qualidade da madeira de híbrido de E. grandis x E. urophylla e seleção precoce. In: CONGRESSO ANUAL DA ABTCP, 34., 2001, São Paulo. Anais... São Paulo, 2001.

DIAS, V. R. L.; CLÁUDIO-DA-SILVA, JR. E. Pulp and paper properties as influence by wood density - same species and age of Eucalyptus. In: INTERNATIONAL PAPER PHYSICS CONFERENCE, 1., 1991, Kailua Kona, Hawai. Proceedings.... Kailua Kona, Hawai, 1991.

FONSECA, S. M.; OLIVEIRA, R. C.; SILVEIRA, P. N. Seleção da árvore industrial : procedimentos, riscos, custos e beneficios. Revista Árvore, v. 20, n. l, p. 69-85, 1996.

GOLDSCHIMID, O. Ultraviolet spectra. In: SARKANEN, K. V.; LUDWIG, C. H. Lignins: occurrence, formation, structure and reactions. New York : John Wiley & Sons, 1971. p. 241-266.

GOMIDE, J. L. et al. Fatores que afetam a branqueabilidade de polpas kraft de Eucalyptus 2: influência de parâmetros da polpação. O Papel, n. 12, p. 61-70, 2000.

GOMIDE, J. L.; DEMUNER, B. J. Determinação do teor de lignina em material lenhoso: Método Klason modificado. O Papel, v. 47, n. 8, p. 36-38, 1986.

LEVLIN, J-E.; SODERHJELM, L. Pulp and paper testing. In: GULLICHSEN, J.; PAULAPURO, H. (eds.). Papermaking science and technology. Atlanta-USA: Tappi Press, 2000. v.17

LIN, S. Y.; DENCE, C. W. Methods in Lignin Chemistry. Berlin : Springer¬-Verlag, 1992. 578 p.

PEREIRA, D. E. D. et al. A relação guaiacila/siringila como critério de seleção de árvores e sua importância no processo de deslignificação. In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE DESLIGNIFICAÇÃO, 1., 1991, Vitória. Anais... Vitória: ABTCP, 1994, p.21-31.

ROCHA, M. G. B. et al. Estratégia para melhoramento das características teenológicas de Eucalyptus sp. na Cenibra. In: WORKSHOP SOBRE QUALIDADE DO PRODUTO FINAL, 1995, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: SIF, 1995.

SCAN-test METHODS Scandinavian Pulp, Paper and Board Testing Committée, Stockholm, Sweden. 2001. 4 p.

SHIMOYAMA, V. R. S.; BARRICHELLO, L. E. G. Influência de características anatômicas e químicas sobre a densidade básica dc madeira de Eucalyptus sp. In: CONGRESSO ANUAL DA ABTCP, 24., 1991, São Paulo. Anais... São Paulo: ABTCP. 1991. p. 23-36.

SJÖSTROM, E. Wood chemistry, fundamentals and applications. New York : Academic Press, 1981. p.293.

SOLAR, R.; KACIK, F.; MELCER, I. Simple semimicro method for the determination of o-acetyl group in wood and related materials. Nordic Pulp & Paper Research Journal, v. 4, p. 139-141, 1987.

TAPPI TECHNICAL DIVISIONS AND COMMITTEES. TAPPI Test Methods, Atlanta, 1998.

VUORINEN, T. et al. Selective hydrolysis of hexenuronic acid groups and its application in ECF and TCF bleaching of kraft pulps. In: INTERNATIONAL PULP BLEACHING CONFERENCE, 1996, Washington. Proceedings… Washington, USA, 1996. p. 43-51.

WALLIS, A. F. A.; WEARNE, R. H.; WRIGHT, P. J. Chemical analysis of polysaccharides in plantation eucalypt woods and pulps. Appita Journal, v. 49, n. 4, p. 258-262, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19805098451

Licença Creative Commons