ESTRESSE SALINO NA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne.

Flávio Ricardo da Silva Cruz, Leonaldo Alves de Andrade, Edna Ursulino Alves

Resumo


A espécie Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne. foi introduzida no Brasil com fins ornamentais, mas, atualmente, é uma invasora em vários ecossistemas do bioma Caatinga. Apesar de sua elevada capacidade de ocupação de áreas alteradas do referido bioma, há carência de informações sobre esta espécie, particularmente em relação à capacidade de suas sementes germinarem em condições adversas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a germinação de sementes e o crescimento inicial de plântulas de Cryptostegia madagascariensis em função da salinidade em diferentes temperaturas. O experimento foi realizado seguindo um delineamento inteiramente casualizado, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 6 x 3, sendo seis níveis de salinidade promovidos pelo cloreto de sódio (NaCl): 0,0 (controle); 2,0; 4,0; 6,0; 8,0 e 10,0 dS m-1; e três temperaturas: 25 e 30°C constantes e alternada de 20-35°C. A qualidade fisiológica das sementes foi avaliada pelas seguintes variáveis: germinação, primeira contagem e índice de velocidade de germinação, comprimento e massa seca de raízes e do hipocótilo. Os resultados obtidos indicam que há elevada probabilidade de germinação de sementes de Cryptostegia madagascariensis submetidas a estresse salino em temperatura constante de 30°C e alternada de 20-35°C, o que potencializa o seu caráter invasor.


Palavras-chave


germinação; tolerância salina; espécies invasoras.

Texto completo:

PDF

Referências


AGRA, P. F. M. Invasão biológica por Parkinsonia aculeata L. (Fabaceae) no semiárido paraibano: uma abordagem voltada para ecofisiologia de sementes. 2010. 73 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal da Paraíba, Areia, 2010.

ALMEIDA, W. S. et al. Emergência e vigor de plântulas de genótipos de feijão-caupi sob estresse salino. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 16, n. 10, p. 1047-1054, 2012.

ANDRADE, L. A. Plantas Invasoras: espécies vegetais exóticas invasoras da Caatinga e ecossistemas associados. Areia: CCA/UFPB, 2013. 100 p.

ANDRÉO-SOUZA, Y. et al. Efeito da salinidade na germinação de sementes e no crescimento inicial de mudas de pinhão-manso. Revista Brasileira de Sementes, Lavras, v. 32, n. 2, p. 83-92, 2010.

BRACCINI, A. L. et al. Germinação e vigor de sementes de soja sob estresse hídrico induzido por soluções de cloreto de sódio, manitol e polietileno glicol. Revista Brasileira de Sementes, Brasília, v. 18, n. 1, p. 10-16, 1996.

BRADFORD, K. J. Water relations in seed germination. In: KIGEL, J.; GALILI, G. (Eds.). Seed development and germination. New York: Marcel Dekker, 1995. p. 351-396.

BRAGA, L. F.; SOUSA, M. P.; ALMEIDA, T. A. Germinação de sementes de Enterolobium schomburgkii (Benth.) Benth. submetidas a estresse salino e aplicação de poliamina. Revista Brasileira Plantas Medicinais, Botucatu, v. 11, n. 1, p. 63-70, 2009.

CARVALHO, T. C. et al. Germinação e desenvolvimento inicial de plântulas de soja convencional e sua derivada transgênica RR em condições de estresse salino. Ciência Rural, Santa Maria, v. 42, n. 8, p. 1366-1371, 2012.

CORREIA, K. G.; NOGUEIRA, R. J. M. C. Avaliação do crescimento do amendoim (Arachis hypogaea L.) submetido a déficit hídrico. Revista de Biologia e Ciências da Terra, Campina Grande, v. 4, n. 2, p. 15-22, 2004.

DICKMANN, L. et al. Comportamento de sementes de girassol (Helianthus annuusL.) submetidas a estresse salino. Revista de Ciências Agro-Ambientais, Alta Floresta, v. 3, n. 1, p. 64-75, 2005.

FALLEIROS, R. M.; ZENNI, R. D.; ZILLER, S. R. Invasão e manejo de Pinus taeda em campos de altitude do parque estadual do Pico Paraná, Paraná, Brasil. Floresta, Curitiba, v. 41, n. 1, p. 123-134, 2011.

FERREIRA, A. G.; BORGHETTI, F. Germinação: do básico ao aplicado. Porto Alegre: Artmed, 2004. 323 p.

GORDIN, C. R. B. et al. Estresse salino na germinação de sementes e desenvolvimento de plântulas de niger (Guizotia abyssinica (L.f.) Cass.). Acta Botanica Brasilica, Feira de Santana, v. 26, n. 4, p. 966-972, 2012.

GUEDES, R. S. et al. Estresse salino e temperaturas na germinação e vigor de sementes de Chorisia glaziovii O. Kuntze. Revista Brasileira de Sementes, Lavras, v. 33, n. 2, p. 279-288, 2011.

HOLANDA, S. J. R. Efeito da salinidade induzida no desenvolvimento e crescimento inicial de Carnaúba (Copernicia prunifera (Miller) H.E.Moore): suporte a estratégias de restauração em áreas salinizadas. 2006. 75 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.

INVASIVE SPECIES SPECIALIST GROUP. Global invasive species database. 2010. Disponível em: . Acesso em: 23. jul. 2013.

LABOURIAU, L. G.; VALADARES, M. E. B. On the germination of seeds of Calotropis procera (Ait) Ait. F. Anais da Academia Brasileira de Ciências, Rio de Janeiro, v. 48, n. 2, p. 263-284, 1976.

LIMA, B. G.; TORRES, S. B. Estresses hídrico e salino na germinação de sementes de Zizyphus joazeiro Mart. (Rhamnaceae). Revista Caatinga, Mossoró, v. 22, n. 4, p. 93-99, 2009.

LOPES, J. C.; MACEDO, C. M. P. Germinação de sementes de couve chinesa sob influência do teor de água, substrato e estresse salino. Revista Brasileira de Sementes, Brasília, v. 30, n. 3, p. 79-85, 2008.

MAGUIRE, J. D. Speed of germination aid in selection and evaluation of seedling emergence and vigor. Crop Science, Madison, v. 2, n. 2, p. 176-177, 1962.

MAROHASY, J.; FORSTER, P. I. A taxonomic revision of Cryptostegia R. Br. (Asclepiadaceae: Periplocoideae). Australian Systematic Botany, Collingwood, v. 4, n. 3, p. 571-577, 1991.

MAULI, M. M. et al. Alelopatia de leucena sobre soja e plantas invasoras. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 30, n. 1, p. 55-62, 2009.

MOTERLE, L. M. et al. Germinação de sementes e crescimento de plântulas de cultivares de milho-pipoca submetidas ao estresse hídrico e salino. Revista Brasileira de Sementes, Pelotas, v. 28, n. 3, p. 169-176, 2006.

NOBRE, R. G. et al. Emergência, crescimento e produção da mamoneira sob estresse salino e adubação nitrogenada. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 44, n. 1, p. 76-85, 2013.

OLIVEIRA, A. B.; GOMES-FILHO, E. Germinação e vigor de sementes de sorgo forrageiro sob estresse hídrico e salino. Revista Brasileira de Sementes, Lavras, v. 31, n. 3, p. 48-56, 2009.

OLIVEIRA, I. R. S. et al. Crescimento inicial do pinhão-manso (Jatropha curcas L.) em função da salinidade da água de irrigação. Revista Caatinga, Mossoró, v. 23, n. 4, p. 40-45, 2010.

PACHECO, M. V. et al. Germinação e vigor de sementes de Capparis flexuosa L. submetidas ao estresse salino. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v. 7, n. 2, p. 301-305, 2012.

PEREIRA, M. R. R. et al. Influência do estresse hídrico e salino na germinação de Urochloa decumbens e Urochloa ruziziensis. Bioscience Journal, Uberlândia, v. 28, n. 4, p. 537-545, 2012.

PEREZ, S. C. J. G. A.; TAMBELINI, M. Efeito dos estresses salino e hídrico e do envelhecimento precoce na germinação de algarobeira. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 30, n. 11, p. 1289-1295, 1995.

REGO, S. S. et al. Estresse hídrico e salino na germinação de sementes de Anadenanthera colubrina (Veloso) Brenan. Journal of Biotechnology and Biodiversity, Gurupi, v. 2, n. 4, p. 37-42, 2011.

RICHARDS, L. A. Suelos salinos y sodicos. México: Instituto Nacional de Investigaciones Agrícolas, 1980. 171 p.

SECCO, L. B. et al. Germinação de sementes de melão (Cucumis melo L.) em condições de estresse salino. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, Mossoró, v. 4, n. 4, p. 129-135, 2010.

SILVA, L. M. M.; RODRIGUES, T. J. D.; AGUIAR, I. B. Efeito da luz e da temperatura na germinação de sementes de aroeira (Myracrodruon urundeuva Allemão). Revista Árvore, Viçosa, MG, v. 26, n. 6, p. 691-697, 2002.

SILVA, T. T. S. et al. Estresse salino na germinação de sementes de craibeira. Revista Educação Agrícola Superior, Brasília, v. 29, n. 1, p. 23-25, 2014.

VIEIRA, M. F. et al. Biologia reprodutiva de Cryptostegia madagascariensis Bojer ex Decne. (Periplocoideae, Apocynaceae), espécie ornamental e exótica no Brasil. Bragantia, Campinas, v. 63, n. 3, p. 325-334, 2004.

YAMASHITA, O. M. et al. Fatores ambientais sobre a germinação de Emilia sonchifolia. Planta Daninha, Viçosa, MG, v. 27, n. 4, p. 673-681, 2009.

ZENNI, R. D.; ZILLER, S. R. An overview of invasive plants in Brazil. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 34, n. 3, p. 431-446, 2011.

ZILLER, S. R. O processo de degradação ambiental originados por plantas exóticas invasoras. 2003. Disponível em: . Acesso em: 12 mar. 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/1980509825110

Licença Creative Commons