Deposição de serapilheira e de macronutrientes em um povoamento de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild.) no Rio Grande do Sul.

Márcio Viera, Mauro Valdir Schumacher

Resumo


Objetivou-se avaliar a deposição de serapilheira e de macronutrientes em um povoamento de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild.) com 6 anos de idade em Butiá, RS. Foram alocadas sistematicamente cinco parcelas de 18mx24m, cada uma com quatro coletores de serapilheira de 1 m2. A serapilheira interceptada nos coletores foi coletada mensalmente entre janeiro/2002 e dezembro/2003. Após a coleta, a serapilheira foi dividida nas frações folha, flor, frutos e fezes da lagarta Adeloneivaia subangulata, e seca em estufa, pesada, moída e analisada quimicamente quanto aos teores de N, P, K, Ca e Mg. A deposição média anual de serapilheira foi de 4,32 Mg ha-1, composta por 75,5% de folhas, 11,1% de flores, 11,2% de frutos e 2,2% de fezes da lagarta. A deposição de serapilheira foi mais concentrada na primavera. O maior fornecimento de nutrientes ao solo ocorreu por meio da fração folha, a qual, apesar de não apresentar as maiores concentrações dos elementos avaliados, apresenta grande deposição anual de biomassa. A deposição total de macronutrientes ao solo, em kg ha-1 ano-1, foi de 74,8 de N, 26,8 de K, 23,1 de Ca, 7,9 de Mg e 2,4 de P.

Palavras-chave


nutrição florestal; ciclagem de nutrientes; plantio florestal

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, A. G.; COSTA, G. S.; FARIA, S. M. Deposição e decomposição da serapilheira em povoamentos de Mimosa caesalpiniifolia, Acacia manguim e Acacia holosericea com quatro anos de idade em planossolo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, n. 3, p. 777-785, mai./jun. 2000.

ANDRADE, A. G. Ciclagem de nutrientes e arquitetura radicular de leguminosas arbóreas de interesse para revegetação de solos degradados e estabilização de encostas. 1997. 166 f. Tese (Doutorado em Agronomia) – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1997.

AUER, C. G.; SILVA, R. Fixação de nitrogênio em espécies arbóreas. In: CARDOSO, E. J. et al. Microbiologia do solo. Campinas: Ed. da UNESP, 1992, p.160–167.

BACKES, A.; PRATES, F. L.; VIOLA, M. G. Produção de serapilheira em Floresta Ombrófila Mista, em São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Acta Botânica Brasilica, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 155-160, jan./mar. 2005.

BALIEIRO, F. C. et al. Dinâmica da serapilheira e transferência de nitrogênio ao solo, em plantios de Pseudosamanea guachapele e Eucalyptus grandis. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 39, n. 6, p. 597-601, jun. 2004.

BERTALOT, M. J. A. et al. Retorno de nutrientes ao solo via deposição de serapilheira de quatro espécies leguminosas arbóreas na região de Botucatu – São Paulo, Brasil. Scientia Forestalis, Piracicaba, n. 65, p. 219-227, jan./jun. 2004.

COSTA, G. S. et al. Aporte de nutrientes pela serapilheira em uma área degradada e revegetada com leguminosas arbóreas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, n. 3, v. 28, p. 919-927, mai./jun. 2004.

FERNANDES, M. E. B.; NASCIMENTO, A. A. M.; CARVALHO, M. L. Estimativa da produção anual de serapilheira dos bosques de Mangue no Furo Grande, Bragança-Pará. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 5, p. 949-958, set./out. 2007.

FERREIRA, R. L. C. et al. Deposição e acúmulo de matéria seca e nutrientes em serapilheira em um bosque de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia benth.). Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 1, p. 7-12, jan./fev. 2007.

FERRI, M. G. Fisiologia vegetal 1. 2. ed. São Paulo, Brasil: EPU, 1985. 362 p.

GOLLEY, F. B. Ciclagem de minerais em um ecossistema de Floresta Tropical Úmida. São Paulo: EPU, 1975. 256 p.

GRIGOLETTI, A. et al. Sistemas de produção: Cultivo de Acácia-negra. 2003. Disponível em: (http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br) > Acesso em: 06 de fevereiro de 2008.

LOPES, M. I. S.; DOMINGOS, M.; STRUFFALDI-DE VUONO, Y. Ciclagem de nutrientes minerais. In: SYSLVESTRE, L. S.; ROSA M. M. T. Manual metodológico para estudos botânicos na Mata Atlântica. Seropédica: EDUR – UFRRJ, 2002. p.72-102.

MARCHIORI, J. N. C. Anatomia das madeiras do gênero Acacia, nativas e cultivadas no estado do Rio Grande do Sul. 1990. 226 f. Tese (Doutorado em Ciências Florestais) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 1990.

MARTINS, E. G. et al. Deposição de folhedo e retorno de nutrientes ao solo em quatro procedências de (Grevillea robusta) no sudoeste do Paraná. Boletim de Pesquisas Florestais, Colombo, n. 48, p.75-91, jan./jun. 2004.

MOCHIUTTI, S.; QUEIROZ, J. A. L.; MELÉM JUNIOR, N. J. Produção de serapilheira e retorno de nutrientes de um povoamento de taxi-branco e de uma Floresta Secundária no Amapá. Boletim de Pesquisas Florestais, Colombo, n. 52, p.3-20, jan./jun. 2006.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura, 1961. 73 p.

PEREIRA, A. R. et al. Concentração e distribuição de nutrientes em Eucaliptus grandis em função da idade, cultivado na região do cerrado. Brasil Florestal, Brasília, v. 13, n. 59, p. 27-38, jul./set. 1984.

PIRES, L. A. et al. Produção, acúmulo e decomposição da serapilheira em uma restinga da Ilha do Mel, Paranaguá, PR, Brasil. Revista Acta Botânica Brasilica, São Paulo, v. 20, n. 1, p.173-184, jan./mar. 2006.

PRITCHETT, W. L. Properties and management of forest soils. New York: John Wiley, 1979. 500 p.

REIS, M. G. F.; BARROS, N. F. Ciclagem de nutrientes em plantios de eucalipto. In: BARROS, N. F.; NOVAIS R. F. (eds.). Relação Solo Eucalipto. Viçosa: Ed. Folha de Viçosa, 1990, p.265-301.

SCHUMACHER, M. V. et al. Produção de serapilheira em uma floresta de Araucaria angustifolia (bertol.) kuntze no município de Pinhal Grande-RS. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 1, p. 29-37, jan./fev. 2004.

SCHUMACHER, M. V. et al. Retorno de nutrientes via deposição de serapilheira em um povoamento de acácia-negra (Acacia mearnsii De Wild.) no estado do Rio Grande do Sul. Revista Árvore, Viçosa, v. 27, n. 1, p. 9-14, jan./fev. 2003.

SIMON, A. A. A cadeia produtiva da acácia-negra, aspectos econômicos, sociais e ambientais. In: REFLORESTAMENTO E RECUPERAÇÃO AMBIENTAL. Ambiente e tecnologia: o desenvolvimento sustentável em foco. 2005, Lajeado. Anais... Lajeado: UNIVATES, 2005. p.149-166.

SOARES, C. P. B.; NETO, F. P.; SOUZA, A. L. Dendrometria e Inventário Florestal. Viçosa: UFV, 2006. 276 p.

SOUZA, J. A.; DAVIDE, A. C. Deposição de serapilheira em uma mata não minerada e em plantações de bracatinga (Mimosa scabrella) e de eucalipto (Eucalyptus saligna) em áreas de mineração de bauxita. Revista Cerne, Lavras, v. 7, n. 1, p. 101-113, jan./mar. 2001.

SPSS. Statistical package for the social sciences: programa de computador, ambiente windows. Chicago: 1996. Versão 7.5.1.

STRECK, E. V. et al. Solos do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Emater-RS/UFRGS, 2002. 107 p.

TEDESCO, M. J. et al. Análise de solo, plantas e outros materiais. Porto Alegre: Departamento de Solos, UFRGS, 1995. 118 p. (Boletim Técnico).

VITAL, A. R. T. et al. Produção de serapilheira e ciclagem de nutrientes de uma floresta estacional semidecidual em zona ripária. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 6, p. 793-800, nov./dez. 2004.

VOGEL, H. M. et al. Avaliação da devolução de serapilheira em uma Floresta Estacional Decidual em Itaara, RS, Brasil. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 17, n. 3, p. 187-196, jul./set. 2007.




DOI: https://doi.org/10.5902/198050981848

Licença Creative Commons