Espécies predominantes na deposição de serapilheira em fragmento de Floresta Estacional Decidual no Rio Grande do Sul

Mauro Valdir Schumacher, Peter Trüby, Joseane Marian Marafiga, Márcio Viera, Denise Andréia Szymczak

Resumo


Objetivou-se avaliar a deposição total de serapilheira e das principais espécies encontradas na Floresta Estacional Decidual no município de Itaara, RS. Foram utilizados 30 coletores metálicos de formato circular alocados em seis parcelas. O material depositado foi coletado mensalmente entre janeiro de 2006 a dezembro de 2007. A serapilheira foi separada nas frações folhas, galhos finos (diâmetro < 0,5 cm) e miscelânea (flores, frutos, sementes e restos vegetais não identificáveis). Além disso, as folhas foram separadas de acordo com as espécies mais representativas da floresta e as demais foram classificadas como "outras". A deposição média anual de serapilheira foi de 5,85 Mg ha-1 ano-1, sendo composta por 63,2% de folhas, 19,6% de miscelânea e 17,1% de galhos finos. Parapiptadenia rigida, Ocotea pulchella e Matayba elaeagnoides, foram responsáveis por cerca de 30% da deposição total de serapilheira. A deposição de folhas da Lithraea molleoides, Cupania vernalis, Nectandra megapotamica e Matayba elaeagnoides aumentaram significativamente com o aumento da pluviosidade e a da Parapiptadenia rigida com a diminuição da temperatura do ar.


Palavras-chave


espécies nativas; material orgânico; sustentabilidade florestal

Texto completo:

PDF

Referências


AGRITEMPO - Sistema de Monitoramento Agrometeorológico. Disponível em: <(http://www.agritempo.gov.br/agroclima/sumario?uf=RS)> Acesso em: 11 de junho de 2010.

ANDRADE, A. G.; COSTA, G. S.; FARIA, S. M. Deposição e decomposição da serapilheira em povoamentos de Mimosa caesalpiniifolia, Acacia manguim e Acacia holosericea com quatro anos de idade em planossolo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, n. 4, p. 777-785, out./nov. 2000.

BACKES, A.; PRATES, F. L.; VIOLA, M. G. Produção de serapilheira em Floresta Ombrófila Mista, em São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul, Brasil. Acta Botânica Brasilica, São Paulo, v. 19, n. 1, p. 155-160, jan./mar. 2005.

BRAY, J. R.; GHORAN, E. Litter production in forest of the world. Londres: Advances in Ecological Research, 1964. p.101–157.

BRUN, E. J. et al. Produção de serapilheira e devolução de nutrientes em três fases sucessionais de uma Floresta Estacional Decidual no município de Santa Tereza-RS. In: SIMPÓSIO SOBRE FERTILIZAÇÃO E NUTRIÇÃO FLORESTAL, 1999, Piracicaba. Anais... Piracicaba: IPEF-ESALQ/USP, 1999. p.348-364.

BRUN, E. J. et al. Relação entre a produção de serapilheira e variáveis meteorológicas em três fases sucessionais de uma floresta estacional decidual no Rio Grande do Sul. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v. 9, n. 2, p. 277-285, jul./dez. 2001.

CALDEIRA, M. V. W. et al. Quantificação de serapilheira e de nutrientes em uma Floresta Ombrófila Densa. Semina: Ciências Agrárias, Curitiba, v. 29, n. 1, p. 53-68, jan./mar. 2008.

CRUZ, C. D. Programa Genes - Aplicativo Computacional em Genética e estatística. Versão 2001.0.0 for Windows, 2001.

CUNHA, G. C. Aspectos da Ciclagem de nutrientes em diferentes fases sucessionais de uma Floresta Estacional do Rio Grande do Sul. 1997. 86 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) – ESALQ/Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Piracicaba, 1997.

CUNHA, G. C. et al. Dinâmica nutricional em Floresta Estacional Decidual com ênfase aos minerais provenientes da deposição da serapilheira. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 3, n. 1, p. 35-64, jan./dez. 1993.

FERNANDES, M. E. B.; NASCIMENTO, A. A. M.; CARVALHO, M. L. Estimativa da produção anual de serapilheira dos bosques de Mangue no Furo Grande, Bragança-Pará. Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 5, p. 949-958, set./dez. 2007.

FERREIRA, R. L. C. et al. Deposição e acúmulo de matéria seca e nutrientes em serapilheira em um bosque de sabiá (Mimosa caesalpiniifolia benth.). Revista Árvore, Viçosa, v. 31, n. 1, p. 7-12, jan./fev. 2007.

FIGUEIREDO FILHO, A. et al. Avaliação Estacional da Deposição de Serapilheira em uma Floresta Ombrófila Mista Localizada no Sul do Paraná. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 13, n. 1, p. 11-18, jan./jun. 2003.

KÖNIG, F. G. et al. Avaliação da sazonalidade da produção de serapilheira numa floresta Estacional Decidual no município de Santa Maria-RS. Revista Árvore, Viçosa, v. 26, n. 4, p. 429-435, jul./ago. 2002.

LONGHI, S. J. et al. Composição florística e estrutura da comunidade arbórea de um fragmento florestal no município de Santa Maria-Brasil. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 9, n. 1, p. 115-133, jan./ jun. 1999.

LONGHI, S. J.; GREFF, L. T. B. Distribuição de espécies arbóreas em relação a parâmetros ambientais em uma Floresta Estacional Decidual no município de Itaara, RS. Santa Maria: UFSM, 2006. 16 p. (Relatório de Iniciação Científica (CNPq/Pibic)

MARTINS, S. V.; RODRIGUES, R. R. Produção de serapilheira em clareiras de uma Floresta Estacional Semidecidual no município de Campinas, SP. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v. 22, n. 3, p. 405-412, set./dez. 1999.

MOREIRA, P. R.; SILVA, O. A. Produção de serapilheira em área reflorestada. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 1, p. 49-59, jan./mar. 2004.

MORENO, J. A. Clima do Rio Grande de Sul. Porto Alegre: Secretaria da Agricultura, 1961. 83 p.

OLSON, J. S. Energy storage and the balance of producers and decomposers in ecological systems. Ecology, Durham, v. 44, n. 2, p. 322-330, mar./maio 1963.

OLIVEIRA, R. R. Produção e decomposição de serapilheira no Parque Nacional da Tijuca, RJ. 1987. 107 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) – Departamento de Geografia. Instituto de Geociências, 1987.

PÉLLICO NETTO, S.; BRENA, D. A. Inventário Florestal. Curitiba: Editado pelos autores, 1997, 315 p.

PEREIRA, M. G.; MENEZES, L. F. T.; SCHULTZ, N. Aporte e decomposição da serapilheira na Floresta Atlântica, Ilha da Marambaia, Mangaratiba, RJ. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 18, n. 4, p. 443-454, out./dez.2008.

PIRES, L. A. et al. Produção, acúmulo e decomposição da serapilheira em uma restinga da Ilha do Mel, Paranaguá, PR, Brasil. Acta Botânica Brasilica, São Paulo, v. 20, n. 1, p. 173-184, jan./mar. 2006.

POGGIANI, F.; SCHUMACHER, M. V. Nutrient cycling in native forests. In: GONÇALVES, J. L. M.; BENEDETTI, V. Eds. Forest nutrition and fertilization. 2nd ed. Piracicaba: IPEF, 2004. p. 285-306.

RIO GRANDE DO SUL. Governo do Estado. Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Inventário Florestal Contínuo do Rio Grande do Sul. 2002. Disponível em: . Acesso em 15 de Setembro de 2008.

STRECK, E. V. et al. Solos do Rio Grande do Sul. 2. ed. Porto Alegre: EMATER/RS, 2008. 222 p.

TOLEDO, L. O.; PEREIRA, M. G. Dinâmica da deposição de serapilheira em florestas secundárias do município de Pinheiral, RJ. Floresta e Ambiente, Rio de Janeiro, v. 11, n. 1, p. 39-46, jan./jun. 2004.

VITAL, A. R. T. et al. Produção de serapilheira e ciclagem de nutrientes de uma floresta estacional semidecidual em zona ripária. Revista Árvore, Viçosa, v. 28, n. 6, p. 793-800, nov./dez. 2004.

VOGEL, H. L. M. Quantificação da biomassa e nutrientes em uma floresta Estacional Decidual em Itaara-RS, Brasil. 2005. 94 f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2005.

VOGEL, H. M. et al. Avaliação da devolução de serapilheira em uma floresta Estacional Decidual em Itaara, RS, Brasil. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 17, n. 3, p. 187-196, jul./set. 2007.




DOI: https://doi.org/10.5902/198050983805

Licença Creative Commons