EFFECTS OF SIZE DISTRIBUTIONS FROM TWO DISTINCT POLLUTED ENVIRONMENTS ON DRY DEPOSITION OF ATMOSPHERIC AEROSOLS

Jorge A. Martins, Leila D. Martins, Edmilson D. Freitas, Caroline R. Mazzoli da Rocha, Ricardo Hallak, Maria de Fátima Andrade

Abstract


Um modelo matemático simples foi utilizado para estudar oefeito da distribuição de tamanho das partículas sobre a eficiência deremoção por deposição seca. Para esta finalidade foram utilizadas duasdistribuições de tamanho de aerossóis, típicas de ambientes poluídos:uma distribuição de ambiente de queimada (Amazônia) e outra de ambienteurbano (São Paulo). Os resultados mostraram que partículas origináriasde ambiente urbano são mais eficientemente removidas por deposiçãoseca do que partículas de queimada. Este comportamento está associadoao fato de que a natureza de remoção das partículas por deposiçãoseca é pouco eficiente para diâmetros entre 0,1 e 1,0 mm, domínioem que se concentra a maior parte das partículas de queimada. Esse mecanismodiferencial de deposição é o que explica o maior efeito deletériodas partículas ultra-finas no sistema respiratório humano.



DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2179460X9923

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Copyright (c)



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.