Sufficient number of replications for path analysis in maize

Authors

  • Alberto Cargnelutti Filho Departamento de Fitotecnia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS http://orcid.org/0000-0002-8608-9960
  • Marcos Toebe Departamento de Ciências Agronômicas e Ambientais, Universidade Federal de Santa Maria, Frederico Westphalen, RS http://orcid.org/0000-0003-2033-1467
  • Bruna Mendonça Alves Programa de Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS http://orcid.org/0000-0002-9741-9021
  • Ismael Mario Marcio Neu Programa de Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS http://orcid.org/0000-0002-9186-2532
  • Jéssica Andiara Kleinpaul Programa de Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS http://orcid.org/0000-0001-7550-6012

DOI:

https://doi.org/10.5902/2179460X40936

Keywords:

Zea mays L, Correlation analysis, Quadratic response plateau model

Abstract

The number of replications is assumed to interfere in the estimates of the path analysis coefficients. Thus, the objective of this work was to determine the sufficient number of replications for the path analysis of traits in maize cultivars. An experiment was conducted with 15 maize cultivars in a complete randomized block design with nine replications, and seven variables were measured. Then, 511 data files (matrices) formed by all combinations of the nine replications were organized, in groups of 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 and 9 replications. In each matrix, containing the averages of 15 cultivars for the seven variables, Pearson's linear correlation coefficients were estimated, the multicollinearity diagnostics and path analysis were performed and dispersion diagrams were constructed. The sufficient number of replications for the path analysis was determined from the parameter estimates of the quadratic response plateau model. With the replications number increases, the accuracy of the path analysis coefficient estimates improves, but the gains in accuracy gradually decrease. Six replications are sufficient to perform the path analysis of agronomic traits of maize cultivars and can be used as a reference for designing future experiments.

Author Biographies

Alberto Cargnelutti Filho, Departamento de Fitotecnia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Possui graduação, mestrado e doutorado em Agronomia pela Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é Professor Associado III do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria.

Marcos Toebe, Departamento de Ciências Agronômicas e Ambientais, Universidade Federal de Santa Maria, Frederico Westphalen, RS

Possui graduação em Administração e graduação, mestrado e doutorado em Agronomia com ênfase em produção vegetal, na Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente sou Professor Adjunto da Universidade Federal de Santa Maria nas áreas de Estatística, Experimentação Agrícola e Melhoramento Vegetal junto ao Departamento de Ciências Agronômicas e Ambientais. Sou professor permanente nos dois programas de pós-graduação da UFSM-FW (PG Agronomia - Agricultura e Ambiente - Mestrado e PG em Ciência e Tecnologia Ambiental - Mestrado), membro do corpo editorial de duas revistas científicas, revisor de periódicos e de projetos de fomento nas ciências agrárias.

Bruna Mendonça Alves, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Possui graduação (Licenciatura) em Formação de Professores para a Educação Profissional, graduação, Mestrado e doutorado em Agronomia, sendo todos pela Universidade Federal de Santa Maria. Atuou como professora substituta do Departamento de Estatística da Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é Engenheira Agrônoma do Exército Brasileiro.

Ismael Mario Marcio Neu, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Possui graduação, mestrado e, atualmente, é doutorando no Programa de Pós Graduação em Agronomia pela a Universidade Federal de Santa Maria.

Jéssica Andiara Kleinpaul, Programa de Pós-Graduação em Agronomia, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS

Possui graduação, mestrado e, atualmente, é doutoranda no Programa de Pós Graduação em Agronomia pela a Universidade Federal de Santa Maria.

References

BANZATTO DA, KRONKA SN. Experimentação agrícola. 4 ed. Jaboticabal: FUNEP; 2013.

CABRAL PDS, AMARAL JÚNIOR AT, FREITAS ILJ, RIBEIRO RM, SILVA TRC. Relação causa e efeito de caracteres quantitativos sobre a capacidade de expansão do grão em milho-pipoca. Rev. Ciênc. Agron. 2016;47(1):108-117.

CARGNELUTTI FILHO A, TOEBE M, ALVES BM, KLEINPAUL JA, NEU IMM. Number of replicates and experimental precision statistics in corn. Pesq. agropec. bras. 2018;53(11):1213-1221.

CARGNELUTTI FILHO A, GUADAGNIN JP. Planejamento experimental em milho. Rev. Ciênc. Agron. 2011;42(4):1009-1016.

CARGNELUTTI FILHO A, STORCK L, GUADAGNIN JP. Número de repetições para a comparação de cultivares de milho. Cienc. Rural. 2010;40(5):1023-1030.

CATAPATTI TR, GONÇALVES MC, SILVA NETO MR, SOBROZA R. Tamanho de amostra e número de repetições para avaliação de caracteres agronômicos em milho-pipoca. Ciênc. agrotec. 2008;32(3):855-862.

Crevelari JA, Durães NNL, Bendia LCR, Vettorazzi JCF, Entringer GC, Ferreira Júnior JA, et al. Correlations between agronomic traits and path analysis for silage production in maize hybrids. Bragantia. 2018;77(2):243-252.

CRUZ CD. Genes Software - extended and integrated with the R, Matlab and Selegen. Acta Sci. Agron. 2016;38(4):547-552.

CRUZ CD, CARNEIRO PCS, REGAZZI AJ. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético: volume 2. 3 ed. Viçosa: UFV; 2014.

CRUZ CD, REGAZZI AJ, CARNEIRO PCS. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético: volume 1. 4 ed. Viçosa: UFV; 2012.

ENTRINGER GC, SANTOS PHAD, VETTORAZZI JCF, CUNHA KS, PEREIRA MG. Correlação e análise de trilha para componentes de produção de milho superdoce. Ceres. 2014;61(3):356-361.

GONÇALVES RP, CHAVES LM, SAVIAN TV, SILVA FF, PAIXÃO CA. Ajuste de modelos de platô de resposta via regressão isotônica. Cienc. Rural. 2012;42(2):354-359.

HAIR JF, BLACK WC, BABI BJ, ANDERSON RE, TATHAM RL. Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman; 2009.

MASON S, KMAIL Z, GALUSHA T, JUKIĆ Ž. Path analysis of drought tolerant maize hybrid yield and yield components across planting dates. J. Cent. Eur. Agric. 2019;20(1):194-207.

MENDOZA RG, BUITRAGO IC. Selección de estadísticos para la estimación de la precisión experimental en ensayos de maíz. Agron. Mesoam. 2015;26(1):55-63.

MONTGOMERY DC, PECK EA. Introduction to linear regression analysis. New York: John Wiley & Sons; 1982.

NESI CN, BÓ HCD, GUIDONI AL, BRINGHENTI C. Número mínimo de repetições em experimentos de competição de híbridos de milho. Rev. Ciênc. Agrovet. 2010;9(1):74-81.

R Core Team. R: A language and environment for statistical computing. Vienna, Áustria: R Foundation for Statistical Computing, 2019.

RESENDE MDV, DUARTE JB. Precisão e controle de qualidade em experimentos de avaliação de cultivares. Pesq. Agropec. Trop. 2007;37(3):182-194.

STORCK L, GARCIA DC, LOPES SJ, ESTEFANEL V. Experimentação vegetal. Santa Maria: UFSM; 2016.

Toebe M, Cargnelutti Filho A. Multicollinearity in path analysis of maize (Zea mays L.). J Cereal Sci. 2013a;57:453-462.

Toebe M, Cargnelutti Filho A. Não normalidade multivariada e multicolinearidade na análise de trilha em milho. Pesq. agropec. bras. 2013b;48(5):466-477.

Published

2021-03-10

How to Cite

Cargnelutti Filho, A., Toebe, M., Alves, B. M., Neu, I. M. M., & Kleinpaul, J. A. (2021). Sufficient number of replications for path analysis in maize. Ciência E Natura, 43, e32. https://doi.org/10.5902/2179460X40936