Fitorremediação dos herbicidas 2,4-diclorofenoxiacético e propanil em solo cultivado por erva cidreira (melissa officinalis)

Bruna Ramborger Piaia, Maria Luisa Candido Zago, Elton Luís Gasparoto Denardin, Rafael Roehrs

Abstract


O uso frequente ou incorreto de pesticidas pode acarretar em contaminações no solo, águas e alimentos. Para evitar tais contaminações o presente estudo avaliou o potencial de fitorremediação da Melissa officinalis em solo contendo uma mistura dos pesticidas comerciais Aminol e Herbipropanin (2,4-D e propanil). Amostras de solo (250,0 g) foram fortificadas com três concentrações da mistura dos pesticidas comerciais (0,1612 g Kg-1 + 0,072 g Kg-1; 0,0806 g Kg-1 + 0,0403 g Kg-1; 0,036 g Kg-1 + 0,018 g Kg-1, de Aminol e de Herbipropanin respectivamente) onde foram plantadas as mudas. Coletas sucessivas desse solo (10,0 g) foram realizadas para proceder a extração destes compostos com solventes orgânicos (metanol/acetato de etila 50:50 v/v) para serem analisadas em cromatografia líquida de alta eficiência com arranjo de diodos a fim de avaliar se havia diminuição dos compostos pela utilização da planta. Os resultados demonstraram que houve uma diminuição nos compostos cultivados com a planta durante 20 dias de cultivo. Esse estudo mostrou que o cultivo de Melissa officinalis pode ser uma estratégia rápida, eficaz e de baixo custo para a fitorremediação de solos contaminados pelos herbicidas 2,4-D e propanil e, ainda, promissora na remediação do metabólito 3,4-DCA.


Keywords


Fitorremediação

References


-2 4-D: FACT SHEET, 2000 Disponível em: http://www.gn.apc.orglpesticidestrustlaifacts/2,4-D.htm in: AMARANTE JUNIOR, O. P.; SANTOS, T. C. R.; BRITO, N. M.; RIBEIRO, M. L. Revisão das Propriedades, Usos e Legislação do Ácido 2,4-Diclorofenoxiacético (2,4-D). Cad: Pesq.São Luís, v. 13, n. 1, p. 60-70, 2002.

ANVISA. ANVISA - Monografias de Agrotóxicos: ANVISA. 2003.

BLANCO, M. C. S. G. et al. Cultivo de plantas aromáticas e medicinais. Boletim Técnico 247. Campinas-SP, 2007.

HARRIS, D. C. Análise Química Quantitativa: LTC. Rio de Janeiro, 2012.

JUNIOR, O. P. A.; SANTOS, T. C. R.; BRITO, N. M.; RIBEIRO, M. L. Revisão das Propriedades, Usos e Legislação do Ácido 2,4-Diclorofenoxiacético (2,4-D). Cad: Pesq.São Luís, v. 13, n. 1, p. 60-70, 2002.

MADALÃO, J. A.; PIRES, F. R.; FILHO, A. C.;NASCIMENTO, A. F.; CHAGAS, K; ARAÚJO, R. S.; PROCÓPIO,S. O.; BONOMO,R. Susceptibilidade de Espécies de Plantas com Potencial de Fitorremediação do Herbicida Sulfentrazone. Ceres. v. 60, n.1, p. 111-12. Viçosa, 2013.

NIELL, S.; PAREJA, L.; ASTEGGIANTE, L. G.; ROEHRS, R.; PIZZUTTI, I. R.; C.; G.; HEINZEN, H.; CESIO, M. V. Development of Methods for Multiresidue Analisys of Rice Post-Emergence Herbicides in Loam Soil and Their Possible Applications to Soils of Different Composition. Journal of AOAC International.v.93, p.425-431, 2010.

PRIMEL, E. G.; ZANELLA, R.; KURZ, M. H. S.; GONÇALVES, F. F.; MARTINS, M. L.; MACHADO, L. O. S.; MARCHESAN, E. Risk Assessment of Surface Water Contamination by Herbicide Residues: Monitoring of Propanil Degradation in Irrigated Rice Field Waters Using HPLC-UV and Confirmation by GC–MS. J. Braz. Chem. Soc. v.18, p.585, 2007.

ROSA, A. S. Fitorremediação de Pesticidas Utilizados em Lavouras de Arroz Através do Cultivo Hidropônico de Alface (Lactuca sativa L.). Dissertação (Mestrado em Bioquímica. Universidade Federal do Pampa. Uruguaiana, 2013.

RIBANI, M.; BOTTOLI, C. B. G.; COLLINS, C. H.; JARDIM, I. C. S. F.; MELO, L. F. C. Validação em Métodos Cromatográficos e Eletroforéticos. Química Nova. v.27, p.771-780, 2004.

SBANO, A.; FERREIRA, J. V. R.; PECKLE, B. A. ; MACRAE, A.; DIREITO, I. C. N. Otimização de Método Cromatográfico para Quantificação do Herbicida Ácido 2,4-Diclorofenoxiacético (2,4-D). Acta Scientiae & Technicae. Rio de Janeiro, v.1, n. 2, p 37-46, dec 2013.

SILVA, C.L.; FOLONI, L.L.; PARAÍBA, L. C.; PLESE, L. P. M. Previsão Ambiental da Distribuição dos Pesticidas Aplicados na Cultura do Arroz. Ecotoxicologia e Meio Ambiente. v. 17, p. 75-86, 2007.

SPADOTTO, C. A.; GOMES, M. A. F.; LUCHINI, L. C.; ANDRÉA, M. M. Monitoramento do risco ambiental de agrotóxicos: Princípios e recomendações. Documentos Embrapa Meio Ambiente. Jaguariúna-SP, 2004.

TOMLIN, C.D.S. (2007). A world compendium: the e-Pesticide Manual, 14th ed. CDROM version 4.0, The British Crop Protection Councill, Farnham, UK. ISBN 1-901396-42-8.




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X24318

Copyright (c) 2016 Ciência e Natura



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.