THE COMPOSTING PROCESS ASSESSMENT USING WASTEWATER TREATMENT PLANT SLUDGE DAIRY

Alexandre Couto Rodrigues, Camila Angélica Baum, Jessica Formentini, Natana Schmachtenberg, Gabriel Menezes Trevisan, Ana Claudia Guedes Silva

Abstract


The study evaluated the composting process using float sludge from Dairy Wastewater Treatment Plant in order to check the quality of the final compound and the value end fertilizer for applicability in agriculture. This was developed in the experimental area of Agricultural College of Frederick / CAFW-UFSM in Fredericksburg in Medium High Uruguay of Rio Grande do Sul region, from April to July 2013. The experiment was performed in triplicate, where each windrow composting comprised float sludge (nitrogen source) and tifton 85 hay (carbon source). During the process was monitor the temperature, climatic variables, insects, fungi, spiders, worms, larvae and odor. After maturation of the chemical analysis of the final composite substrates were also performed. The development of the process during the fall / winter and instances of rainy periods, caused the temperature of cells accompany the room temperature only reaching higher temperatures during periods without significant rainfall, and preventing the process reached the thermophilic stage. Nevertheless, the resulting substrate had good C/N, 18.67: 1, and can be used without prejudice to the soil as fertilizer.

Keywords


C/N. Organic fertilizer. Mesophilic phase. Organic residue.

References


ANDREANI JUNIOR, R. et al. Diferentes compostos orgânicos como substratos para produção de mudas de tomate. Ver. Pesquisa em Foco, v. 19, n.1, p. 42-52, 2011.

BERNARDI, I.P., PULCHÉRIO-LEITE, A., IRANDA, J.M.D. & PASSOS, F.C. 2007. Ampliação da distribuição de Molossops neglectus Williams e Genoways (Chiroptera, Molossidae) para o Sul da América do Sul. Ver. Brasileira de Zoologia. 24(2):505-507. Disponível em: http://www.readcube.com/articles/10.1590/S0101-81752007000200032?locale=en. Acesso em: 16 março. 2014.

CERRI, C.E.P. et al. Compostagem. Universidade de São Paulo. Piracicaba, São Paulo. 2008.

FAGUNDES, D.C. Gerenciamento de resíduos sólidos urbanos em Tarumã e Teodoro Sampaio – SP. Rev. Sociedade & Natureza, Uberlândia, v. 21, n. 2, p. 159-179, 2009.

FEPAM, 2014. Portaria nº. 85, de 05 de setembro de 2014. Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler – RS. Diário Oficial da União 11 set 2014.

FERNANDES, F.; SILVA, S. M. C. P. da Manual prático para a compostagem de biossólidos. Londrina: PROSAB, 2006.

GOPINATHAN, M.; THIRUMURTHY, M. Feasibility Studies on Static Pile Co Composting of Organic Fraction of Municipal Solid Waste With Dairy Waste Water. v. 2, n. 2, p. 34–39, 2012. Disponível em: http://www.erem.ktu.lt/index.php/erem/article/view/963. Acesso em: 31 mar. 2014.

GUANZIROLI, C.E. Agroindústria Rural no Brasil: experiências bem e mal sucedidas. Universidade Federal Fluminense. 2010.

INÁCIO, C. T.; MILLER, P. R. M. Compostagem: ciência e prática para a gestão de resíduos orgânicos. Rio de Janeiro: EMBRAPA, 2009.

KIEHL, E. J. Manual de Compostagem: maturação e qualidade do composto. Editado pelo autor. Piracicaba, 1998.

KIEHL, E. J. Manual da Compostagem: maturação e qualidade do composto. São Paulo: USP, 2002.

LONGHURST, R. D.; ROBERTS, A. H. C.; O’CONNOR, M. B. Farm dairy effluent: A review of published data on chemical and physical characteristics in New Zealand. New Zealand Journal of Agricultural Research, v. 43, n. 1, p. 7–14, 2010. Disponível em: http://www.tandfonline.com/doi/pdf/10.1080/00288233.2000.9513403. Acesso em: 31 mar. 2014.

MAPA. 2005. Instrução Normativa nº. 23, de 31 de agosto de 2005. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Diário Oficial, Seção 1, p.12.

MAPA. 2009. Instrução Normativa nº. 25, de 23 de julho de 2009. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Diário Oficial, Seção 1.

MATOS, A.T. Tratamento de resíduos agroindustriais. Fundação Estadual do Meio Ambiente. Universidade Federal de Viçosa. 2005.

MEDEIROS, A. da S., et al. Utilização de compostos orgânicos para uso como substratos na produção de mudas de alface. Revista Agrarian, v.3, n.10, p.261-266, 2010.

MONTEIRO, J.H.P.et al. Manual de Gerenciamento Integrado de resíduos sólidos. Rio de Janeiro: IBAM, 2001.15.ed. p 122.

MUSTAPHA, I. Composting by households in. Environment Accounts and Statistics Division. n. 16, Candá. 2013. Disponível: http://www.statcan.gc.ca/pub/16-002-x/2013001/article/11848-eng.pdf. Acesso em: 31 mar. 2014.

NIRENBERG, L. P.; FERREIRA, O. M. Tratamento de águas residuárias de indústria de laticínios: eficiência e análise de modelos matemáticos do projeto da Nestlè. Universidade Católica de Goiás. 2005.

NETO, J. T. P; Manual de Compostagem - Processo de baixo custo. 1ª Edição, Editora UFV, Minas Gerais - UFV, 2011

PENTEADO, S.R. Adubação orgânica: Compostos orgânicos e Biofertilizantes. Campinas. São Paulo. 2a Ed. Agrorgânica, Fev/2006. 140p.

PEDROSA, T.D. et al. Monitoramento dos parâmetros físico-químicos na compostagem de resíduos agroindustriais. Revista Nativa, Sinop, v. 01, n. 01, p. 44-48, 2013.

PEREIRA NETO, J. T. Manual de Compostagem: Processo de baixo custo. Viçosa: UFV, 2007. 81 p.

PRIMO, D.C. et al. Avaliação da qualidade nutricional de composto orgânico produzido com resíduos de fumo. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, v.14, n.7, p.742–746, 2010.

REIS, M.F.P.; Avaliação do processo de compostagem de resíduos sólidos urbanos. 2005. Tese (Doutorado) Porto Alegre.

RUSSO, M. A. T. Tratamento de resíduos sólidos. UFPE, 2003 Disponível em




DOI: https://doi.org/10.5902/2179460X18875

Copyright (c) 2016 Ciencia & Natura



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.