SANÇÕES JURÍDICAS NA ESTRUTURA DE INCENTIVOS DOS AGENTES ECONÔMICOS EM PROL DA TUTELA AMBIENTAL

Benjamin Miranda Tabak, André Vinicius Melatti

Resumo


O artigo propõe analisar as principais sanções jurídicas a que estão sujeitos os agentes econômicos que degradam o meio ambiente do trabalho e como elas influenciam a estrutura de incentivos na adoção de condutas que tenham como finalidade proteger a vida, saúde e segurança dos trabalhadores. Aborda os institutos de responsabilidade civil que incidem na área ambiental trabalhista, destacando a jurisprudência de Tribunais Superiores sobre a matéria e, com amparo em instrumentais fornecidos pela Análise Econômica do Direito, analisa a eficiência de multas cominatórias fixadas em Termos de Ajuste de Conduta firmados com o Ministério Público do Trabalho. Desenvolve a hipótese de necessidade de sustentabilidade dos empreendimentos econômicos, de maneira a evitar externalidades negativas que afetem a dimensão socioambiental da dignidade humana do trabalhador e custos com pagamento de indenizações e multas cominatórias decorrentes de dano ao meio ambiente laboral.


Palavras-chave


Direitos Humanos Ambientais,; Meio Ambiente do Trabalho, Responsabilidade Civil Ambiental.

Texto completo:

PDF

Referências


BELTRAMELLI NETO, Silvio; LUSTRE, Paola Stolagli. O Direito Fundamental à Saúde e o Acidente de Trabalho: Por Uma Investigação Mais Precisa do Nexo Causal. Revista do Ministério Público do Trabalho, n. 49. Brasília: LTr, mar. 2015.

BRASIL. Constituição Federal. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 5 out. 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em 2 abr. 2018.

BRASIL. Decreto-lei n.º 5.452, de 1º de maio de 1943. Aprova a Consolidação das Leis do Trabalho. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Rio de Janeiro, 9 ago. 1943. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del5452.htm. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 2 set. 1981. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6938.htm. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Lei nº 7.347, de 24 de julho de 1985. Disciplina a ação civil pública de responsabilidade por danos causados ao meio-ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético, histórico, turístico e paisagístico (VETADO) e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 25 jul. 2985. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7347orig.htm. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 11 jan. 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10406.htm. Acesso em: 2 abr. 2018.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. AgRg nos EDcl no REsp 1094873/SP. Agravante: Filipe Salles Oliveira e outro. Agravado: Ministério Público do Estado de São Paulo. Relator: Ministro Humberto Martins. 4 ago. 2009. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/processo/revista/documento/mediado/?componente=ITA&sequencial=898714&num_registro=200802154943&data=20090817&formato=PDF. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Superior Tribunal de Justiça. REsp n.º 1115555/MG. Ministério Público do Estado de Minas Gerais e Julio Cesar Vieira Pinto. Relator: Ministro Arnaldo Esteves Lima. 15 fev. 2011. Disponível em: https://ww2.stj.jus.br/processo/revista/documento/mediado/?componente=ITA&sequencial=1036983&num_registro=200900040611&data=20110223&formato=PDF. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIn) n.º 3540-1 MC/DF. Procurador-geral da República e Presidente da República. Relator: Ministro Celso de Mello. 1 set. 2005. Disponível em: http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=387260. Acesso em: 2 abr. 2018.

BRASIL. Tribunal de Justiça de São Paulo. Apelação n.º 0046930-67.2010.8.26.0506. Apelante: Companhia Albertina Mercantil e Industrial e outros. Apelado: Ministério Público do Estado de São Paulo. Relatora: Desembargadora Vera Angrisani. 19 maio 2016. Disponível em: https://esaj.tjsp.jus.br/cjsg/getArquivo.do?conversationId=&cdAcordao=9453741&cdForo=0&uuidCaptcha=sajcaptcha_0ef16528492f447f886e4d384f2f57f4&vlCaptcha=zxD&novoVlCaptcha. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. Agravo de Instrumento em Recurso de Revista (ARR) n.º 75100-32.2009.5.18.0191. Marfrig Alimentos S.A. e Ministério Público do Trabalho da 18ª Região. Relator: Ministro José Roberto Freire Pimenta. 6 abr. 2016. Disponível em: http://aplicacao5.tst.jus.br/consultaunificada2/inteiroTeor.do?action=printInteiroTeor&format=html&highlight=true&numeroFormatado=ARR%20-%2075100-32.2009.5.18.0191&base=acordao&rowid=AAANGhAAFAAANnXAAR&dataPublicacao=15/04/2016&localPublicacao=DEJT&query. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. Agravo em Recurso de Revista n.º 170-66.2013.5.09.0025. Agravante: Construtora Rva Ltda. Agravado: Ministério Público do Trabalho da 9ª Região. Relator: Ministro José Roberto Freire Pimenta. 5 abr. 2017. Disponível em: http://aplicacao5.tst.jus.br/consultaunificada2/inteiroTeor.do?action=printInteiroTeor&format=html&highlight=true&numeroFormatado=ARR%20-%20170-66.2013.5.09.0025&base=acordao&rowid=AAANGhABIAAAM7OAAL&dataPublicacao=11/04/2017&localPublicacao=DEJT&query. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. Tribunal Superior do Trabalho. Recurso de Revista n.º 500-97.2012.5.09.0025. Itaú Unibanco S.A. e Ministério Público do Trabalho da 9ª Região. Relator: Ministro Luiz Philippe Vieira de Mello Filho. 22 mar. 2017. Disponível em: http://aplicacao5.tst.jus.br/consultaunificada2/inteiroTeor.do?action=printInteiroTeor&format=html&highlight=true&numeroFormatado=RR%20-%20500-97.2012.5.09.0025&base=acordao&rowid=AAANGhABIAAANvSAAK&dataPublicacao=24/03/2017&localPublicacao=DEJT&query. Acesso em: 3 abr. 2018.

CÉSAR, João Batista Martins; MELO, Guilherme Aparecido Bassi de. Condenação por Dano à Moral Difusa como Forma de Prevenir e Punir Agressões ao Meio Ambiente do Trabalho. In: JARDIM, Philippe Gomes; LIRA, Ronaldo José de (Coord.). Meio Ambiente do Trabalho Aplicado: Homenagem aos 10 Anos da CODEMAT. São Paulo: LTr, 2013.

COSTA, Marcelo Freire Sampaio. Dano Moral (Extrapatrimonial) Coletivo. São Paulo: LTr, 2009.

DALLEGRAVE NETO, José Affonso. Controvérsias do Dano ao Ambiente de Trabalho. In: FELICIANO, Guilherme Guimarães; URIAS, João; MARANHÃO, Ney (Coord.). Direito Ambiental do Trabalho: Apontamentos para Uma Teoria Geral. São Paulo: LTr, 2017. v. 3.

DALLEGRAVE NETO, José Affonso. Responsabilidade Civil no Direito do Trabalho. São Paulo: LTr, 2010.

FERRO, Thania Maria Bastos Lima. A Função Punitiva da Responsabilidade Civil em Acidentes do Trabalho. São Paulo: LTr, 2016.

FORNASIER, Mateus de Oliveira. Princípio da Precaução e Regulação do Risco Nanotecnológico: Consequências Econômicas. Economic Analysis of Law Review, Brasília, v. 5, n. 2, jul./dez. 2014.

GAVRONSKI, Alexandre Amaral. Técnicas Extraprocessuais de Tutela Coletiva: a Efetividade da Tutela Coletiva Fora do Processo Judicial. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2010.

GEMIGNANI, Tereza Aparecida Asta; GEMIGNANI, Daniel. Meio Ambiente do Trabalho: Precaução e Prevenção: Princípios Norteadores de Um Novo Padrão Normativo. In: Revista do Ministério Público do Trabalho, n. 43. Brasília: LTr, mar. 2012.

LEITE, José Rubens Morato; AYALA, Patryck de Araújo. Dano Ambiental: do Individual ao Coletivo Extrapatrimonial: Teoria e Prática. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015.

MACKAAY, Ejan; ROUSSEAU, Stéphane. Análise Econômica do Direito. São Paulo: Atlas, 2015.

MATTOS, Katty Maria da Costa. Valoração Econômica dos Impactos Causados pela Queima da Cana de Açúcar no Meio Ambiente. 2002. 131 f. Tese (Doutorado em Ciências de Engenharia Ambiental). Escola de Engenharia de São Carlos, São Carlos, 2002.

MEDEIROS NETO, Xisto Tiago de. A Responsabilidade Civil Objetiva: da Teoria da Culpa à Teoria do Risco. Revista do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte, Natal, PRT da 21ª Região, set. 2015.

MEDEIROS NETO, Xisto Tiago. Dano Moral Coletivo. São Paulo: LTr, 2012.

MELO, Raimundo Simão de. Ação Civil Pública na Justiça do Trabalho. São Paulo: LTr, 2014.

NERY, Ana Luiza de Andrade. Compromisso de Ajustamento de Conduta: Teoria e Análise de Casos Práticos. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2010.

NÓBREGA, Antonio Carlos Vasconcellos. A Nova Lei de Responsabilização de Pessoas Jurídicas como Estrutura de Incentivos aos Agentes. Economic Analysis of Law Review, Brasília, v. 5, n. 1, jan./jun. 2014.

OLIVEIRA, Liziane Paixão Silva; MONT’ALVERNE, Tarin Cristino Frota. A Evolução da Noção de Desenvolvimento Sustentável na Conferência das Nações Unidas. REI, Fernando; GRANZIERA, Maria Luiza Machado (Org.). Direito Ambiental Internacional: Avanços e Retrocessos. São Paulo: Atlas, 2015.

PORTO, Antônio José Maristrello; FRANCO, Paulo Fernando. Uma Análise Também Econômica do Direito de Propriedade. Economic Analysis of Law Review, Brasília, v. 7, n. 1, jan./jun. 2016.

PORTO, Antônio José Maristrello; GOMES, Lucas Thevenard. Análise Econômica da Função Social dos Contratos: Críticas e Aprofundamentos. Economic Analysis of Law Review, Brasília, v. 1, n. 2, jul./dez. 2010.

SAMPAIO, Dayana Almeida Fraga; TABAK, Benjamin Miranda; AGUIAR, Julio Cesar de. A Outorga do Uso da Água à Luz dos Direitos de Propriedade. TABAK, Benjamin Miranda; AGUIAR, Julio Cesar de (Org.). Análise Econômica do Direito: Uma Abordagem Aplicada. Porto Alegre: Núbia Fabris, 2015.

SAMPAIO, Dayana Almeida Fraga; TABAK, Benjamin Miranda; AGUIAR, Julio Cesar de. A Responsabilidade Civil sob a Ótica da Teoria dos Jogos. In: TABAK, Benjamin Miranda; AGUIAR, Julio Cesar de (Org.). Análise Econômica do Direito: Uma Abordagem Aplicada. Porto Alegre: Núbia Fabris, 2015.

SANTOS, Enoque Ribeiro dos. Responsabilidade Objetiva e Subjetiva do Empregador em Face do Novo Código Civil. São Paulo: LTr, 2008.

SILVA, Ênio Alexandre Gomes Bezerra da; AGUIAR, Julio Cesar de; TABAK. Benjamin Miranda. Incentivos Fiscais Capturados pelos Oligopólios: Uma Perspectiva da Análise Econômica do Direito. In: TABAK, Benjamin Miranda; AGUIAR, Julio Cesar de (Org.). Análise Econômica do Direito: Uma Abordagem Aplicada. Porto Alegre: Núbia Fabris, 2015.

SILVA, Leticia Rebola Volpi. Compensação Moral Coletiva em Decorrência de Ilícitos Ambientais. Revista Bonijuris, Curitiba, v. 27, n. 1, jan. 2015.

TABAK, Benjamin Miranda. Análise Econômica do Direito: Proposições Legislativas e Políticas Públicas. Revista de Informação Legislativa, Brasília, ano 52, n. 205, jan./fev. 2015.

TEPEDINO, Gustavo; BARBOZA, Heloisa Helena; MORAES, Maria Celina Bodin de. Código Civil Interpretado Conforme a Constituição da República. Rio de Janeiro: Renovar, 2006. v. I.

TEPEDINO, Gustavo; BARBOZA, Heloisa Helena; MORAES, Maria Celina Bodin de. Código Civil Interpretado Conforme a Constituição da República. Rio de Janeiro: Renovar, 2006. v. II.

UCHÔA, Carlos Frederico Azeredo. A Acepção do Pleno Emprego no Texto Constitucional de 1998. Economic Analysis of Law Review, Brasília, v. 7, n. 2, jul./dez. 2016.

VIANNA, José Ricardo Alvarez. Responsabilidade Civil por Danos ao Meio Ambiente: À Luz do Novo Código Civil. Curitiba: Juruá, 2004.




DOI: https://doi.org/10.5902/1981369427743

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Eletrônica do Curso de Direito da UFSM

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

REVISTA ELETRÔNICA DO CURSO DE DIREITO DA UFSM - Qualis A1

RECDUFSM  /  ISSN 1981-3694   /  Digital Object Identifier (DOI): 10.5902/19813694  http://periodicos.ufsm.br/revistadireito

Revista Qualis A1 área de Direito /  Classificações de Periódicos Quadriênio 2013-2016 (CAPES)