A dimensão subjetiva na pesquisa sobre a formação do sujeito na arte

Carla Juliana Galvão Alves, Laura Cristina Souza da Silva

Resumo


O artigo apresenta reflexões sobre a pesquisa educacional baseada em arte, com foco nos objetos produzidos nestes contextos. Parte de um trabalho realizado em um grupo de estudos, pesquisa e formação realizado no âmbito de um projeto de pesquisa sobre a formação do professor de Artes Visuais, que culminou em uma exposição intitulada “Memória das Coisas: tessituras visuais de trajetórias docentes”. Esse recorte nos permitiu ainda abordar os processos de construção da identidade do sujeito professor, artista e pesquisador, e a relevância dos dados subjetivos, sensíveis na pesquisa em/sobre arte e ensino. 


Palavras-chave


Artografia; Artes Visuais; Pesquisa em artes; Formação de professores

Texto completo:

PDF

Referências


COLI, Jorge. O que é Arte. São Paulo: Editora Brasiliense, 1995.

UHNG HUR, Domenico. Memória e tempo em Deleuze: multiplicidade e produção. Athenea Digital (Revista de Pensamiento e Investigación Social), v. 13, n. 2, 2013. Disponível em: http://atheneadigital.net/article/download/Hur/pdf . Acesso em: 10 mai. 2019.

HERNÁNDEZ, Fernando. A pesquisa baseada nas artes: propostas para repensar a pesquisa educativa. In: DIAS, Belidson; IRWIN, Rita (Orgs.). Pesquisa educacional baseada em arte: a/r/tografia. Santa Maria: UFSM, 2013.

MARTINS, Raimundo. Das belas artes à cultura visual: enfoques e deslocamentos. In: ______ (Org.). Visualidade e Educação. Goiânia: FUNAPE, 2008, p. 25-35.

OBRIST, Hans Ulrich. Caminhos da Curadoria. Rio de Janeiro: Cobogó, 2014.




DOI: https://doi.org/10.5902/1983734838480

 
 
 
DOI: Digital Object Identifier 10.5902/19837348

Qualis B1

Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 (CC BY 4.0).

Acessos a partir de 17/09/2015

CopySpider - Software Anti-plagio