Processo educativo e personalidade: cuidado e superação do sofrimento psicológico

Armando Marino Filho

Resumo


Este artigo objetiva tratar das consequências do processo educativo na formação da personalidade dos indivíduos. Resulta de revisão bibliográfica e da prática do autor em ensino e psicoterapia fundamentada na Psicologia Histórico-Cultural. Responde à necessidade dos educadores considerarem a afetividade como condição essencial para os processos cognitivos e formação do ser social. Toma como eixo do processo educativo a significação social e o sentido pessoal. Sugere que as contradições na formação da personalidade podem se transformar em sofrimento e conflito psicológico por meio de uma ruptura entre significado social e sentido pessoal. Os resultados apontam que, os sujeitos podem alcançar, também por meio da educação, o domínio dos meios de orientação e controle de suas relações, superando as contradições que o levam ao sofrimento psicológico durante o processo educativo. Concluiu, portanto, que a educação tem um duplo caráter humanizador da personalidade, pode tanto causar sofrimento como empoderamento nos sujeitos para superação das contradições geradoras de conflito psicológico.


Palavras-chave


Educação; Psicologia Histórico-Cultural; Sofrimento Psicológico

Texto completo:

PDF HTML

Referências


MATUSOV, Eugene; MIYAZAKI, Kiyotaka. Dialogue on Dialogic Pedagogy: An International Online Journal | Vol. 2, 2014. Disponível em: https://dpj.pitt.edu/ojs/index.php/dpj1/article/view/121. Acesso em: 10 jan. 2018.

LEONTIEV, Alexis Nikolaevich. O desenvolvimento do psiquismo. Tradução de Newton Duarte. Lisboa: Livros Horizonte, 1978. 350p.

LEONTIEV, Alexis Nikolaevich. A. N. Actividad, conciencia y personalidad. Buenos Aires: Ediciones del Hombre. 1978a. 182p.

LURIA, Alexander Romanovich. Vigotskii. In: VIGOTSKII, L. S., LURIA, A. R., LEONTIEV, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. Tradução de Maria Penha. 6 ed. São Paulo: Ícone, 1998. Cap. 1 p. 21-37.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Tradução de Jesus Raniere. São Paulo: Boitempo Editorial, 2004. 175p.

MARX, K.; ENGELS, F. A Ideologia Alemã. Traduzido por José Carlos Bruni e Marco Aurélio Nogueira, Barcelona: Grijalbo, 1977.

MÉSZÁROS, István. Educação para além do capital. Tradução de Isa Tavares. São Paulo: Boitempo, 2005. 125p.

PINO, Angel. Violência, Educação e Sociedade: um olhar sobre o Brasil contemporâneo. Educação e Sociedade. Campinas, vol. 28, n. 100 – Especial, p. 763-785, out. 2007.

SPOSITO, Marilia. Pontes. Um breve balanço da pesquisa sobre violência escolar no Brasil. Educação e Pesquisa. São Paulo, v. 27, n. 1, p. 87-103. Jan./jun. 2001.

SULLIVAN, Paul. Dialogue on Dialogue on Dialogic Pedagogy. An International Online Journal, v. 2, 2014. Disponível em: https://dpj.pitt.edu/ojs/index.php/dpj1/arti

cle/view/121.Acesso em: 10 jan. 2018.

VYGOTSKI, Liev Semyonovich. Obras Escogidas IV. Madrid: Visor. 1996. 427p.

VYGOTSKI, Liev Semyonovich. Obras Escogidas III. Madrid: Visor. 2000. 383p.

VYGOTSKI, Liev Semyonovich. Obras Escogidas II. 2ed. Madrid: Visor. 2001a. 484p.

VIGOTSKI, Liev Semyonovich. A construção do pensamento e da linguagem. 1º.ed. São Paulo: Martins Fontes. 2001. 496p.

VIGOTSKI, Liev Semyonovich. Psicologia pedagógica. Tradução de Paulo Bezerra. 2.ed. São Paulo: Martins Fontes. 2001b. 561p.

WILDE, Lawrence. Logic: Dialectic and contradiction. In: WILDE, L. The Cambridge Companion to Marx. Cambridge: Cambridge University Press. 1999. Cap. 11, p. 275-295, 357p.

ILYENKOV, Evald Vasilievich. Psychology. In: Journal of Russian and East European Psychology, vol. 48, no. 4, Spring, 2010 p. 9-49.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644435065

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar