Materialismo Histórico e Dialético em pesquisas do campo curricular: o ensino de História no curso de Pedagogia

Francisco Thiago Silva, Lívia Freitas Fonseca Borges

Resumo


o presente artigo resulta de pesquisa acadêmica que investigou o espaço curricular do ensino de História em Instituições de Educação Superior privadas no curso de licenciatura em Pedagogia. Tomando como premissa a ideia de que analisar o objeto proposto a partir da tese - de que o ensino de História deva ser relevante nos currículos de formação do pedagogo - direciona esses escritos para a análise reflexiva sob a lente teórico-metodológica do materialismo histórico dialético - MHD. Não se assume uma postura de concebê-lo como doutrina, reconhece-se seus limites, mas admite-se que ainda é a tendência que melhor se aproxima dos anseios provocados pela própria teoria crítica de currículo. O objetivo do texto é apresentar elementos epistemológicos e metodológicos - por meio de revisão crítica de literatura - que garantam uma refinada utilização do método de Marx, com as devidas proporções, aplicado ao campo do currículo, sobretudo na esteira das teorias críticas. O objeto teórico aqui proposto é apenas para ilustrar de que forma as categorias teóricas da dialética marxiana e marxistas, como contradição, totalidade e prática social podem ser aplicadas em estudos dessa natureza.

 


Palavras-chave


Materialismo Histórico e Dialético; Currículo; Ensino de História.

Texto completo:

PDF

Referências


AMADEO, Javier. Mapeando o marxismo. In: BORON, Atílio A.; AMADEO, Javier; GONZÁLEZ, Sabrina (Orgs.). A teoria marxista hoje: problemas e perspectivas. Buenos Aires: CLACSO; Expressão Popular, 2006.

ANDERSON, Perry. O fim da história: de Hegel a Fukuyama. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1992.

BORON, Atílio A. Aula Inaugural: pelo necessário (e demorado) retorno ao marxismo. In: BORON, Atílio A.; AMADEO, Javier; GONZÁLEZ, Sabrina (Orgs.). A teoria marxista hoje: problemas e perspectivas. Buenos Aires: CLACSO; Expressão Popular, 2006.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação e Contradição: elementos metodológicos para uma teoria crítica do fenômeno educativo. São Paulo: Cortez, 1989.

FREITAG, Barbara; PINHEIRO, Maria Francisco (Orgs.). Marx morreu: Viva Marx!. Campinas: Papirus, 1993.

FRIGOTTO, Gaudêncio. O enfoque da dialética materialista histórica na pesquisa educacional. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 2010.

GANEN, Angela. Karl Popper versus Theodor Adorno: lições de um confronto histórico. Revista de Economia Política, vol32, nº 1 (126), p87-108, janeiro-março/2012.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa social. 6a. Ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GONZÁLEZ, Sabrina. Crônicas marxianas de uma morte anunciada. In: BORON, Atílio A.; AMADEO, Javier; GONZÁLEZ, Sabrina (Orgs.). A teoria marxista hoje: problemas e perspectivas. Buenos Aires: CLACSO; Expressão Popular, 2006.

GRAMSCI, Antonio. Os Intelectuais e a Organização da Cultura. Civilização Brasileira S.A. RJ. 1982.

HOBSBAWM, Eric. Sobre história. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

JAPIASSU, Hilton. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

LUKÁCS, Geörg. Ontologia do ser social. In: ¬¬¬¬______. Os princípios ontológicos fundamentais de Marx. Trad. de Carlos Nelson Coutinho. São Paulo: Ciências Humanas, 1979.

MALANCHEN, Julia. Cultura, Conhecimento e Currículo: contribuições da pedagogia histórico-crítica. Campinas, SP: Autores Associados, 2016.

MALANCHEN, Julia. Pedagogia Histórico-Crítica e saber objetivo versus multiculturalismo e o relativismo no debate curricular atual. Revista Germinal: Marxismo em debate, Salvador, v. 7, n. 1, p. 26-43, jun. 2015.

MARX, Karl. ENGELS Friedrich. Manifesto do Partido Comunista. São Paulo: Expressão Popular [1848], 2008.

____________________. Contribuição para a Crítica da Economia Política. (Trad. Maria Helena Barreiro Alves). São Paulo: Mandacaru, 1989.

____________________. Prefácio do Capital. 1ª Edição: [1867]. Centelha - Promoção do Livro, SARL, Coimbra, 1974.

____________________.Prefácio. In: MARX, Karl. Para a crítica da economia política. Lisboa: Edições Progresso; Moscovo, 1982 [1859].

MORAES, Raquel de Almeida. O método materialista dialético e a consciência. CUNHA, Célio da; Sousa, José vieira de; SILVA, Maria Abadia. O método dialético na pesquisa em Educação. Campinas, SP: Autores Associados/ Brasília, DF: Faculdade de Educação, Universidade de Brasília, UnB, 2014.

MOREIRA, Antonio Flavio Barbosa. Currículo: questões atuais. Campinas: Papirus, 2012.

NETTO, José Paulo. Introdução ao estudo do método de Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

PUCCI, Bruno. Teoria Crítica e Educação. In: PUCCI (Org.). Teoria Crítica e Educação: a questão da formação cultural na Escola de Frankfurt. Petrópolis, RJ: Vozes; São Carlos, SP: EDUFSCAR, 2007.

RIBEIRO, Márden de Pádua; VELOSO, Silene Gelmini Araújo; ZANARDI, Teodoro Adriano Costa. Fim da Teoria Crítica? Crítica aos extremos pós-modernos e pós-estruturais da teoria curricular. Revista Currículo sem Fronteiras, v. 16, n. 2, p. 255-282, maio/ago. 2016.

SAVIANI, Dermeval. Prefácio à edição brasileira. In: MANACORDA, Mario Aligheiro. Marx e a pedagogia moderna. Campinas: Alínea, 2010.

____________________. Marxismo e Pedagogia. Revista HISTEDBR On-Line, Campinas, número especial, p. 16-27, abr. 2011.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2011.

WOOD, Ellen Meiksins. “O que é a agenda “pós-moderna”?”. In: WOOD, Ellen Meiksins & FOSTER, John Bellamy (Orgs.). Em Defesa da História: marxismo e pós-modernismo. Trad.: Ruy Jungmann. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1999.

YOUNG, Michael. Para que servem as escolas? Revista Educ. Soc., Campinas, vol. 28, n. 101, p. 1287-1302, set./dez. 2007.

____________________. Michael Young e o campo do currículo: da ênfase no “conhecimento dos poderosos” à defesa do “conhecimento poderoso”. (Entrevista). GALLAN, Cláudia Valentina Assumpção; LOUZANO, Paula Baptista Jorge. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 40, n. 4, p. 1109-1124, out./dez. 2014.

____________________. O futuro da educação em uma sociedade do conhecimento: o argumento radical em defesa de um currículo centrado em disciplinas. Revista Brasileira de Educação. V. 16, n. 48, set.-dez. 2011.




DOI: https://doi.org/10.5902/1984644429622

CONTATO:

E-mail: revistaeducacaoufsm@gmail.com

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Centro de Educação - Lapedoc - Prédio 16
Av. Roraima, 1000 - Cidade Universitária
97105-900 - Santa Maria - RS, Brasil.
Telefone: +55 55 3220 8795

Link: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao


ISSN Eletrônico: 1984-6444

DOI: http://dx.doi.org/10.5902/19846444

Qualis/Capes: Educação A1

Periodicidade: Publicação contínua

O recebimento de artigos caracteriza-se por fluxo contínuo sem que seja possível prever a data de sua publicação.

 

A Revista Educação (UFSM) agradece auxílio recebido por meio do Edital Pró-Revistas, da Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa, da Universidade Federal de Santa Maria. 

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International (CC BY 4.0).

Contador de visitas
click counter
Contador de visitas

Acessos a partir de 30/11/2016

____________________________________________________

    

SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar