Perfil dos pacientes internados na unidade de terapia intensiva adulto de um hospital universitário

Simoni Spiazzi Favarin, Silviamar Camponogara

Resumo


Objetivo: o estudo objetivou traçar o perfil dos pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva Adulto de um hospital universitário. Método: estudo do tipo retrospectivo, de caráter descritivo, com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados por meio de formulário próprio, diretamente do prontuário dos pacientes e, após, sofreram um processo de análise quantitativa. Resultados: os resultados evidenciam que a população é predominantemente, do sexo masculino, idosa e procedente do pronto atendimento da instituição. As principais causas de internação foram as doenças infecciosas e as doenças neurológicas. O tempo médio de internação foi de 14 dias. A infecção hospitalar foi a complicação mais frequente. O índice de óbito foi de 50%. Conclusões: o conhecimento desses dados é fundamental para otimizar o processo de trabalho e de cuidado em unidades críticas, possibilitando, ao enfermeiro, melhor planejar ações de cuidado em saúde.

Palavras-chave


Enfermagem; Unidades de terapia intensiva; Cuidados Críticos

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5902/217976925178



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.