Conhecimentos e práticas de enfermagem na prevenção e cuidado às lesões por pressão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5902/2179769238804

Palavras-chave:

Enfermagem, Cuidados de Enfermagem, Úlceras por pressão,

Resumo

Objetivo: identificar o conhecimento da equipe de enfermagem sobre os múltiplos fatores que predispõem ao desenvolvimento e implicam no cuidado de lesões por pressão em pacientes internados em unidades clínicas. Método: estudo descritivo, de abordagem mista, com dados coletados entre abril e julho de 2018 em um hospital universitário do Rio de Janeiro, com 47 profissionais de enfermagem. Após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa, aplicou-se o Instrumento para Identificação do Nível de Conhecimento Sobre Úlcera de Pressão e Medidas Preventivas, com resultados analisados por estatística descritiva e inferencial. Posteriormente, realizou-se a entrevista semiestruturada, analisada por meio de análise de conteúdo. Resultados: identificou-se déficit de conhecimento da equipe de enfermagem voltada à prevenção de lesões. Em relação aos cuidados, constatou-se que são prejudicados pela falta de recursos humanos e materiais. Conclusão: faz-se necessária a educação permanente em serviço sobre o tema, além da garantia de recursos humanos e materiais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisca Débora Veras Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira com Residencia em Enfermagem Clínica pela a Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Priscila Cristina da Silva Thiengo de Andrade, Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Enfermeira. Mestre em enfermagem. Professora do Departamento de enfermagem Médico cirúrgica. Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Eugenio Fuentes Perez Júnior, Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeiro. Mestre em enfermagem. Professor Assistente do Departamento de enfermagem Médicocirúrgica. Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Ariane da Silva Pires, Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutoranda e Mestre em enfermagem. Professora do Departamento de enfermagem Médico cirúrgica. Faculdade de Enfermagem da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Cristiane Helena Gallasch, Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Professora Adjunta da Área Clínica do Departamento de Enfermagem Médico-Cirúrgica, da Faculdade de Enfermagem da Universidade Estadual do Rio de Janeiro

Referências

National Pressure Ulcer Advisory Panel (NPUAP). NPUAP pressure injury stages [Internet]. Washington (DC); 2016 [acesso em 2017 maio 10]. Disponível em: https://npuap.org/page/PressureInjuryStages

Associação Brasileira de Estomaterapia (SOBEST). Classificação das lesões por pressão: consenso NPUAP 2016 – Adaptada culturalmente para o Brasil. São Paulo; 2016 [acesso em 2019 ago 28]. Disponível em: http://www.sobest.org.br/textod/35

Quirino DES, Faustino AM, Freitas RO, Oliveira AB, Medved IV. Fatores de risco para desenvolvimento de úlcera por pressão em unidade de internação clínica. Estima [Internet]. 2014 [acesso em 2017 jul 10];15(1):1-17. Disponível em: https://www.revistaestima.com.br/index.php/estima/article/view/99

Laranjeira CA, Loureiro S. Fatores de risco das úlceras de pressão em doentes internados num hospital português. Rev Salud Pública [Internet]. 2017 [acesso em 2017 jul 10];19(1):161-70. Disponível em: https://doi.org/10.15446/rsap.v19n1.42251

Neiva GP, Carnevalli JR, Cataldi RL, Furtado DM, Fabri RL, Silva PS. Alterações dos parâmetros hematológicos em pacientes portadores de úlcera por pressão em um hospital de longa permanência. Einsten [Internet]. 2014 [acesso em 2017 jul 10];12(3):304-9. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/eins/v12n3/pt_1679-4508-eins-12-3-0304.pdf

Galvão NS, Serique MAB, Santos VLCG, Nogueira PC. Conhecimentos da equipe de enfermagem sobre prevenção de úlceras por pressão. Rev Bras Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 2017 jul 10];70(2):312-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reben/v70n2/pt_0034-7167-reben-70-02-0294.pdf

Cedraz RO, Gallasch CH, Pérez Júnior EF, Gomes HF, Rocha RG, Mininel VA. Risks management in the hospital environment: incidence and risk factors associated with falls and pressure injuries in a clinical unit. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2018 [acesso em 2017 jul 10];22(1):e20170252. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2017-0252

Jesus JAP, Machado DG, Almeida JS, Rodrigues APB, Maranhão TA, Silva GB. Saberes e práticas de enfermeiros sobre a prevenção de lesão por pressão. Rev Prev Infecç Saúde [Internet]. 2018 [acesso em 2019 ago 28];4:7771. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/nupcis/article/download/7771/pdf_1

Mattos RM, Melo FBS, Araújo AKC, Gomes GMS, Vasconcelos LDS, Souza LDT. Educação em saúde aos trabalhadores de enfermagem e acompanhantes sobre prevenção e tratamento de lesões de pele em dois hospitais de Petrolina-PE. Interfaces [Internet]. 2015 [acesso 2019 ago 28];3(1):22-32. Disponível em https://www.ufmg.br/proex/revistainterfaces/index.php/IREXT/article/view/44/pdf

Ministério da Saúde (BR), Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Assistência segura: Uma reflexão teórica aplicada à prática [Internet]. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2013 [acesso em 2019 ago 28]. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/33852/3507912/Caderno+1+-+Assistencia+Segura+-+Uma+Reflexao+Teorica+Aplicada+a+Pratica/97881798-cea0-4974-9d9b-077528ea1573

Santos JLG, Erdamnn AL, Meirelles BHS, Lanzoni GMM, Cunha VP, Ross R. Integração entre dados quantitativos e qualitativos em uma pesquisa de métodos mistos. Texto & Contexto Enferm [Internet]. 2017 [acesso em 2019 out 22]. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072017001590016

Fernandes LM. Efeitos de intervenções educativas no conhecimento e práticas de profissionais de enfermagem na incidência de úlceras de pressão em Centro de Terapia Intensiva [tese]. São Paulo (SP): Universidade de São Paulo; 2006. 238 p.

Pieper B, Mott M. Nurse’s knowledge of pressure ulcer prevention, staging and description. Adv Wound Care. 1995;8(3):38-40.

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2011. 229 p.

Machado MH. Aguiar Filho W, Lacerda WF, Oliveira E, Lemos W, Wermelinger M, et al. Características gerais da enfermagem: o perfil sociodemográfico. Enferm Foco (Brasília) [Internet]. 2016 [acesso em 2018 out 01];7(S1):9-14. Disponível: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/686/0

Fulbrook P, Lawrence P, Miles S. Australian nurses’ knowledge of pressure injury prevention and management: a cross-sectional survey. J Wound Ostomy Continence Nurs [Internet]. 2019 [acesso em 2019 ago 28];46(2):106-12. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30801563

Dalvand S, Ebadi A, Gheshlagh RG. Nurses’ knowledge on pressure injury prevention: a systematic review and meta-analysis based on the Pressure Ulcer Knowledge Assessment Tool. Clin Cosmet Investig Dermatol [Internet]. 2018 [acesso em 2019 ago 28];11:612-20. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6257136/pdf/ccid-11-613.pdf

Brandão ES, Mandelbaum MHS, Santos I. Um desafio no cuidado em enfermagem: prevenir úlceras por pressão no cliente. Rev Pesqui Cuid Fundam [Internet]. 2013 [acesso em 2019 ago 28];5(1):3221-8. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=505750897041

Gomes FSL, Bastos MAR, Matozinhos FP, Temponi HR, Velásquez-Meléndez G. Avaliação de risco para úlcera por pressão em pacientes críticos. Rev Esc Enferm USP [Internet]. 2011 [acesso em 2018 ago 20];45(2):313-8. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62342011000200002&lng=pt&tlng=pt

Silva MLN, Caminha RTÓ, Oliveira SHS, Diniz ERS, Oliveira JL, Neves VSN. Úlcera por pressão em unidade de terapia intensiva: análise da incidência e lesões instaladas. Rev RENE [Internet]. 2013 [acesso em 2018 julho 10];14(5):938-44. Disponível em: http://www.periodicos.ufc.br/rene/article/view/3623

Quadros DV, Magalhães AMM, Mantovani VM, Rosa DS, Echer IC. Análise de indicadores gerenciais e assistenciais após adequação de pessoal de enfermagem. Rev Bras Enferm [Internet]. 2016 [acesso em 2017 jan 18];69(4):684-90. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2016690410i

Tonole R, Brandão ES. Recursos humanos e materiais para prevenção de lesão por pressão. Rev Enferm UFPE On Line [Internet]. 2018 [acesso em 2019 ago 28];12(8):2170-80. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/235091

Moraes JT, Borges EL, Lisboa CR, Cordeiro DCO, Rosa EG, Rocha NA. Conceito e classificação de lesão por pressão: atualização do National Pressure Ulcer Advisory Panel. Rev Enferm Cent Oeste Min [Internet]. 2016 [acesso em 2019 ago 28];6(2):2292-306. Disponível em: http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/view/1423

Menezes LCG, Fernandes MMJ, Guedes MVC, Oliveira RM, Leitão IMTA, Moura DJM. Cuidados clínicos e gerenciais de enfermagem na prevenção de úlcera por pressão. Estima [Internet]. 2017 [acesso em 2019 ago 28];15(2):107-14. Disponível em: https://www.revistaestima.com.br/index.php/estima/article/view/486

Tonole R, Brandão ES. Recursos humanos e materiais para a prevenção da lesão por pressão. Rev enferm UERJ[Internet]. 2019 [acesso em 2019 nov 12];27:e38742. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/38472/29906

Publicado

2019-12-13

Como Citar

Silva, F. D. V., Andrade, P. C. . da S. T. de, Perez Júnior, E. F., Pires, A. da S., & Gallasch, C. H. (2019). Conhecimentos e práticas de enfermagem na prevenção e cuidado às lesões por pressão. Revista De Enfermagem Da UFSM, 9, e4. https://doi.org/10.5902/2179769238804

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)