Dificuldades do enfermeiro no gerenciamento da unidade de pronto–socorro hospitalar

Thais Vanessa Bugs, Denise de Fátima Hoffmann Rigo, Cristina Daiana Bohrer, Fabieli Borges, João Lucas Campos de Oliveira, Nelsi Salete Tonini

Resumo


Objetivo: identificar as dificuldades do enfermeiro no gerenciamento da unidade de Pronto-socorro. Método: estudo descritivo, qualitativo, documental. Foi desenvolvido por meio dos portfólios de residentes de enfermagem sobre o trabalho gerencial do enfermeiro entre abril a junho de 2016 na unidade de Pronto-socorro de um hospital de ensino público do interior do Paraná, Brasil. Aos registros dos portfólios, empregou-se Análise de Conteúdo na modalidade temática. Resultados: emergiram três categorias, que se relacionam às dificuldades na dinâmica de funcionamento da unidade, na gestão de pessoas e no gerenciamento de recursos materiais. Conclusão: as dificuldades enfrentadas ratificam a contingência e a complexidade da gerência, algumas vezes superando a governabilidade do enfermeiro. Entretanto, especialmente no manejo de recursos, é necessário que o profissional se utilize mais racionalmente dos meios e instrumentos gerenciais em prol do cuidado qualificado. 


Palavras-chave


Pesquisa em administração de enfermagem; Supervisão de enfermagem; Enfermagem em emergência; Gerenciamento de prática profissional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5902/2179769223374



Licença Creative Commons
Este site está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.