Unnatural Narratology, Unnatural Narrative: trasngressões e desvios da verossimilhança realista na narrativa contemporânea

Raquel Trentin Oliveira

Resumo


O artigo apresenta uma das áreas da narratologia pós-clássica dedicada a estudar formatos narrativos que transgridem leis da física, princípios lógicos ou limitações antropomórficas padrões e rompem com a verossimilhança realista. O objetivo é então explicar transgressões provocadas pela “unnatural narrative”, sobretudo quanto aos modos convencionais de configurar as categorias de tempo e narrador. Por fim, o texto inclui alguns exemplos da narrativa portuguesa contemporânea.


Palavras-chave


Unnatural narratology; Unnatural narrative; Tempo; Narrador; Narrativa portuguesa contemporânea

Texto completo:

PDF

Referências


ABELAIRA, Augusto. Bolor. Lisboa: Presença, 2005.

ALBER, Jan. Natural narratology. In: HERMAN, David. JAHN, Manfred; RYAN, Marie-Laure. Routledge encyclopedia of narrative theory. Nova York: Routledge, 2008. p.394-395.

ALBER, Jan. Unnatural narrative. In: HÜHN, Peter et al. The living handbook of narratology, 2013. Disponível em: http://wikis.sub.uni-hamburg.de/lhn/index.php/ (Consultado em junho de 2015).

ALBER, Jan; IVERSEN, Stefan; NIELSEN, Henrik Skov; RICHARDSON, Brian. What Is Unnatural about Unnatural Narratology? A Response to Monika Fludernik. Narrative, Vol 20, n. 3, 2012, p. 371-382. Columbus: The Ohio State University.

ALBER, Jan; IVERSEN, Stefan; NIELSEN, Henrik Skov; RICHARDSON, Brian. What really is unnatural narratology? Storyworlds: A Journal of Narrative Studies, Volume 5, 2013, p. 101-118. Lincoln: University of Nebraska Press.

ANTUNES, António Lobo. As naus. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011.

ANTUNES, António Lobo. Que cavalos são aqueles que fazem sombra no mar? 5. ed. Lisboa: Dom Quixote, 2009.

ANTUNES, António Lobo. Comissão das lágrimas. Rio de Janeiro: Objetiva, 2013.

ARNAUT, Ana Paula. A escrita insatisfeita e inquieta(nte) de António Lobo Antunes. In: CAMMAERT, Felipe (org.). António Lobo Antunes. A arte do romance. Lisboa: Texto, 2011.

BECKETT, Samuel. O inominável. Trad. Ana Helena Souza. São Paulo: Globo, 2009.

CORDEIRO, Cristina Robalo. Os limites do romanesco. Colóquio Letras. Fundação Calouste Gulbenkian, n.143/144. 1997, p. 111-133.

GENETTE, Gérard. Discurso da narrativa. Tad. Fernanda Cabral Martins. Lisboa: Vega, 1995.

GIL, Fernando. Fechamento e linhas de fuga em Lobo Antunes. In: CAMMAERT, Felipe (org.). António Lobo Antunes: a arte do romance.

Lisboa: Texto, 2011. p. 157-170.

JORGE, Lídia. A costa dos murmúrios. Lisboa: Dom Quixote, 1988.

JORGE, Lídia. O vento assobiando nas gruas. Lisboa: Dom Quixote 2002.

MÃE, Valter Hugo. A máquina de fazer espanhóis. São Paulo: Cosac Naify, 2013.

MARTINS, Ana Cristina. Transposição e atemporalidade. A ordem natural das coisas. In: CABRAL, Eunice et al. (org.). A escrita e o mundo em António Lobo Antunes. Actas do Colóquio Internacional da Universidade de Évora. Lisboa: Dom Quixote, 2003.

REIS, Carlos. Pessoas de livro. Estudos sobre a personagem. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015.

RICHARDSON, Brian. Narrative Poetics and Postmodern Transgression: Theorizing the Collapse of Time, Voice, and Frame. Narrative. Vol. 8, n. 1, 2000, p. 23-42. Columbus: The Ohio State University Press. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/20107199.

RICHARDSON, Brian. Unnatural voices. Extreme narration in modern and contemporary fiction. Columbus: The Ohio State University Press, 2006.

RICHARDSON, Brian. Unnatural Narratology. Basic Concepts and Recent Work. Diegesis 1.1, 2012. p. 95-103.

RICOEUR, Paul. Tempo e narrativa. Trad. De Márcia Valéria Martinez de Aguiar. São Paulo: Martins Fontes, 2010. Vol. 1.

ROAS, David. La amenaza de lo fantástico. In: ROAS, David (org.). Teorías de lo fantástico. Madrid: Arco, 2001. p. 07-44.

SARAMAGO, José. O ano da morte de Ricardo Reis. Alfragide: Leya, 2013.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148525083

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Letras



 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras A2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.