Metáforas gramaticais como recurso para empacotamento no texto acadêmico

Maria Otília Guimarães Ninin, Norma Lírio de Leão Joseph, Alda Maria Coimbra Maciel

Resumo


Escrita acadêmica não é uma tarefa fácil a graduandos de qualquer curso, embora convivam com textos dessa natureza ao longo de toda a graduação. Muitos estudos têm se concentrado nas discussões sobre resenhas, abstractse resumos, introduções de teses e dissertações, buscando suas características e modos de construir o significado do texto. No entanto, ainda são escassas as pesquisas que se debruçam sobre a seção de revisão da literatura. Nessa direção, este capítulo, a partir da análise de seções teóricas de diferentes gêneros da área de Letras/Linguística, à luz do conceito de metáfora gramatical (HALLIDAY, 1994; 2004; EGGINS; MARTIN, 1997; TAVERNIERS, 2003; SCHLEPPEGRELL, 2004; RAVELLI, 1988; SARDINHA, 2007), pretende mostrar como se realiza essa escrita e como pode ser viável, por meio de atividades de revisão do texto, propiciar aos alunos o aprendizado de uma escrita mais encapsulada, com maior densidade lexical, característica fundamental para a qualidade do texto científico.

Palavras-chave


Linguística Sistêmico-Funcional; Metáfora Gramatical; Escrita Acadêmica

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Poética: os pensadores. São Paulo: Abril, 1999.

EGGINS, S.; MARTIN, J.R. Genres and registers of discourse. In: Van DIJK, T.A. (ed.). Discourse as Structure and Process. Discourse Studies: A Multidisciplinary Introduction, Volume 1. London: Sage Publications, 1997. p. 230-256.

FAIRCLOUGH, N. Analysing discourse: textual analysis for social research. New York: Routledge, 2003.

FARAHANI, A.A.; HADIDI, Y. Semogenesis under Scrutiny: Grammatical Metaphor in Science and Modern Prose Fiction. IJAL, Vol. 11, n° 2, September, 51-85, 2008.

GOUVEIA, C. A. M. Aspectos do uso de orações encaixadas num corpus de desenvolvimento da escrita no ensino básico. GRATO – Conferência Internacional sobre Gramática e Texto. Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 2009.

HALLIDAY, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. London: Hodder Arnold, 1985.

HALLIDAY, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. 2nd ed. London: Hodder Arnold, 1994.

HALLIDAY, M.A.K. On Grammar. London: Continuum, 2002.

HALLIDAY, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. 3rd ed. London: Hodder Arnold, 2004.

HEYVAERT, L. Nominalization as grammatical metaphor. On the need for a radically systemic and metafunctional approach. In: SIMON-VANDENBERGEN, A.-M.; TAVERNIERS, M. Grammatical Metaphor: Views from systemic functional linguistics. Amsterdam: Benjamins, 2003. p. 65-99.

RAVELLI, L. Grammatical metaphor. An initial analysis. In: STEINER, E.H.; VELTMAN, R. (eds.) Pragmatics, Discourse and Text. Some systemically-oriented approaches. London: Pinter, 1988. p. 133-147.

SANTOS, A.L.; CARMO, C.M. Sobre a legitimação da autoridade científica: uma compreensão dos artifícios avaliativo-discursivos que asseguram um poder. Krypton, Anno I, n. 1, 103-114, 2013. Roma TrE-Press, Roma, aprile 2013. Disponível em: Acesso em: 12.jul.2013.

SARDINHA, T.B. Metáfora. São Paulo: Parábola Editorial, (Lingua[gem]; 24), 2007.

SCHLEPPEGRELL, M.J. The Language of Schooling. A Functional Linguistics Perspective. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum Associates, 2004.

SCOTT, M. Programa Word Smith Tools. Oxford University Press, 2009.

TAVERNIERS, M. Grammatical metaphor in SFL: A historiography of the introduction and initial study of the term. In: SIMON-VANDENBERGEN, A.-M.; TAVERNIERS, M.; RAVELLI, L. (eds.) Grammatical Metaphor: Views from systemic functional linguistics. Amsterdam: Benjamins, 2003.

WEBSTER, J.J. Introduction. In: HALLIDAY, M.A.K.; WEBSTER, J.J. (eds.) Continuum Companion to Systemic Functional Linguistics. London; New York: Continuum International Publishing Group, 2009, p. 01-11.




DOI: https://doi.org/10.5902/2176148520211

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Letras

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras B2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.