O nome da língua: processos de institucionalização da língua brasileira e memória

Carme Regina Schons

Resumo


Neste trabalho, elege-se como objetivo refletir sobre os modos deinstitucionalização da língua, durante o Estado Novo, tendo como ponto de chegada anoção de fronteira. Observa-se que nesse período mesclavam-se cultura e política com ointuito de mascarar a realidade de controle político dos sujeitos, sob a égide de valorizaras raízes nacionais e instituir uma cultura puramente brasileira e, assim, garantir aunificação nacional. Este estudo, na perspectiva da Análise de Discurso, trabalha comdocumentos impressos, editados pela imprensa militar, em 1941, versando sobre oMaterialismo Histórico e os perigos do comunismo, inclusive sobre a “língua brasileira”.

Palavras-chave


Língua; História; Memória discursiva

Texto completo:

PDF

Referências


ALTHUSSER, Louis. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos de estado. 3. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

BRASIL. Decreto Federal n. 23.126, de 23 de agosto de 1933. Diário Oficial da União, Brasília, 31 ago. 1933. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2013.

BRASIL. Decreto-Lei n. 1.545, de 25 de agosto de 1939. Dispõe sobre a adaptação ao meio nacional dos brasileiros descendentes de estrangeiros. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 28 jul. 1939. Seção 1, p. 20.674. Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2013.

COURTINE, Jean-Jacques. Análise do discurso político: o discurso comunista endereçado aos cristãos. São Carlos: EdUFSCar, 2009.

DIAS, Luiz Francisco. O nome da língua no Brasil: uma questão polêmica. In: ORLANDI, Eni Pulcinelli. História das ideias linguísticas: construção do saber metalinguístico e constituição da língua nacional. Campinas, SP: Pontes; Cárceres, MT: Unimat, 2001. p. 185-198.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

GADET, Françoise; PÊCHEUX, Michel (Org.). A língua inatingível: o discurso na história da linguística. Tradução de Bethania Mariani e Maria Elizabeth Chaves de Mello. Campinas: Pontes, 2004.

MACHADO, Raul. A insídia comunista nas letras e nas artes do Brasil. Rio de Janeiro: Imprensa Militar, 1941.

MONTEIRO JR., José Getúlio. Origens e transformação do materialismo histórico (de Marx a Stalin). Rio de Janeiro: J. Olympio, 1937.

MILNER, Jean-Claude. Introduction à une science du langage. Paris: Éditions du Seuil, 1989.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Análise de discurso. In: ORLANDI, Eni Pulcinelli; LAGAZZI--RODRIGUES, Suzy (Org.). Discurso e textualidade. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 2010. p. 11-31.

ORLANDI, Eni Pulcinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 2. ed. São Paulo: Pontes: Campinas, SP: Ed. da Unicamp, 2000.

PAYER, Maria Onice. A interdição da língua dos imigrantes (italianos) no Brasil: condições, modos, consequências. In: ORLANDI, Eni Pulcinelli. História das ideias linguísticas: construção do saber metalinguístico e constituição da língua nacional. Campinas, SP: Pontes; Cárceres, MT: Unimat, 2001. p. 235-255.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. 3. ed. Tradução Eni Pulcinelli. Orlandi. Campinas, SP: Pontes, 2002.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 2. ed. Campinas: Ed. da Unicamp, 1995.

PÊCHEUX, Michel. Delimitações, inversões, deslocamentos. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, n. 19, p. 7-24, jul./dez. 1990.

PÊCHEUX, Michel; FUCHS, Catherine. A propósito da análise automática do discurso: atualização e perspectivas [1975]. In: GADET, Françoise; HAK, Toni (Org.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Tradução de Bethania Mariani et al. Campinas, SP: Ed. da Unicamp, 1993.

SÉRIOT, Patrick. Anamnésia da língua russa e a busca de identidade na Rússia. In: INDURSKY, Freda; FERREIRA, Maria Cristina Leandro. Os múltiplos territórios da análise do discurso. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1999. p. 23-36.

SCHONS, Carme Regina; MITTMANN, Solange. A contradição e a (re)produção/transformação na/pela ideologia. In: INDURSKY, Freda; FERREIRA, Maria Cristina Leandro; MITTMANN, Solange. O discurso na contemporaneidade: materialidades e fronteiras. São Carlos: Claraluz, 2009. p. 295-304.




DOI: http://dx.doi.org/10.5902/2176148511724

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



 

                      

 

                

 

                

 

    

  

   

 

  

 

 

                                     QUALIS/CAPES: Letras A2

                              ISSN Versão Impressa: 1519-3985

                              ISSN Versão Digital: 2176-1485



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.